Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Prefeitura de Aracaju economiza R$ 14 milhões em 30 meses com digitalização de serviços

Desenvolvido em parceria com a 1Doc, AjuInteligente amplia eficiência de serviços e acesso aos cidadãos, movimentando a economia e reduzindo impactos

A prefeitura de Aracaju (SE) conseguiu economizar mais de R$ 14 milhões digitalizando seus serviços. Desde que o governo municipal adotou a solução AjuInteligente, a administração conseguiu trazer mais eficiência ao serviço público e reduzir os custos com impressões. Segundo a prefeitura, o valor economizado foi revertido para o caixa público e direcionado a realização de outras melhorias para a cidade.

LEIA MAIS: Transformação digital nas escolas é acelerada pela pandemia

A AjuInteligente foi implementada em maio de 2019, em conjunto com a 1Doc – plataforma de software como serviço de atendimento, comunicação e gestão documental. Ela foi oficialmente lançada durante a pandemia para atender as demandas da população e permitir que os cidadãos acessassem serviços públicos sem sair de casa. 

A 1Doc explica que a iniciativa de digitalizar os processos burocráticos surgiu em meio a necessidade de solucionar a morosidade das tratativas e os problemas com longas filas de espera. A intenção era trazer eficiência e acabar com a má organização de dados e protocolos. 

Nesse espaço virtual, os cidadãos também puderam solicitar a entrega de exames de covid-19 (mais de 7139 resultados entregues no primeiro trimestre de 2021), tudo com extravios e tramitação entre setores reduzidos. Atualmente, são mais de 900 opções de serviços disponíveis, que geram, em média, 3,5 mil documentos digitais por dia útil.  

Além de trazer economia aos cofres públicos, a comunicação 100% digital permitiu à gestão aracajuense reduzir o tempo das tratativas e as filas de atendimento. A emissão dos alvarás de obras, por exemplo, passou de 73 para 18 dias. 

Mais cidades estão digitalizando seus serviços 

Outro exemplo de cidade que digitalizou seus serviços é Americana (SP). Em 18 meses de implantação da plataforma Americana Digital, o município economizou R$ 2,8 milhões em impressões de papel. Com o programa, foi criada uma base de atendimento que funciona 24 horas por dia, com mais de 72 mil usuários cadastrados, que facilitou pedidos de isenção de IPTU durante a pandemia (2937 em 2020 e mais de 3.779 em 2021) e declaração de bens dos servidores (que agora contam com gestão de documentos automatizados, sem necessidade de cópias físicas e confirmações). 

Já em Caruaru (PE), o processo de digitalização, que começou em maio de 2020, já reduziu 94% dos gastos, que eram de R$ 500 mil ao ano e passaram a ser de R$ 29 mil. O tempo das tratativas foi diminuído em mais de 70%, conseguindo os cidadãos abrirem suas solicitações de onde e quando quiserem, sendo notificados, automaticamente, em cada etapa do processo. 

Outro case de destaque é o da prefeitura de Juiz de Fora (MG), que em meio ao grande número de infectados pela covid-19 em 2020, implementou o “Prefeitura Ágil”, ferramenta que conseguiu suprir a ausência do atendimento presencial e ampliar os serviços prestados. Em 2019 haviam 40 mil protocolos abertos. Em 2020, mesmo na pandemia, foram 58 mil, mas apesar disso, toda a necessidade foi canalizada e regularizada. Além disso, a arrecadação da prefeitura também conseguiu aumentar, sendo superior em 2021 aos últimos seis anos.

Digitalização do serviço público 

Dados da última Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC 2019) mostram que, dos 5570 municípios brasileiros, 5480 possuem algum tipo de serviço de atendimento ao público à distância. A Internet é o meio mais utilizado, com prevalência de 89%. Mesmo com esse tipo de recurso disponível na maioria das cidades, a gestão pública no Brasil ainda apresenta grandes desafios. 

Para a 1Doc, a digitalização de serviços públicos durante a pandemia se mostrou não apenas como uma alternativa momentânea, mas uma necessidade da qual a esfera pública municipal se encaixa como uma das principais beneficiárias. Isto porque são responsáveis pela maior parte dos serviços utilizados pelos cidadãos nos setores essenciais, sendo também potentes ferramentas de articulação social, política, cultural e econômica. 

A empresa destaca que a digitalização dos serviços é uma ótima oportunidade para promover uma gestão pública de excelência, com grande capital político, unida a princípios importantes, como a preservação e ampliação da cidadania, tecnologia e inovação e até economia verde.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.