Preço do Etanol CAI volta a cair nas bombas; Veja os menores valores do país

O preço do etanol voltou a cair nos postos do país, aliviando um pouco o orçamento dos motoristas. De acordo com o levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do etanol subiu 0,56% na semana passada no país. Com isso, o valor do biocombustível passou de R$ 3,57 para R$ 3,55 no país.

Isso quer dizer que o litro do combustível ficou dois centavos mais barato no país, ou seja, os motoristas nem devem ter percebido a variação dos preços. Ainda assim, os consumidores sempre torcem por queda nos valores, em vez de qualquer alta. Por isso, o resultado foi positivo.

Há três semanas, o etanol estava no menor patamar em mais de um ano. Significa que o preço médio do etanol continua em um nível acessível, próximo do menor patamar de 2023, ainda mais com a recente queda nos valores.

Cabe salientar que a ANP coleta preços do etanol, da gasolina e do diesel em milhares de postos do país e divulga semanalmente os valores. Inclusive, o levantamento teve início em 2004.

Preço cai em 17 das 27 UFs

Na semana passada, o etanol ficou mais barato em três regiões brasileiras, enquanto se manteve estável nas outras duas. Com estas variações, os preços médios do etanol nas regiões brasileiras foram os seguintes:

  • Norte: R$ 4,54;
  • Nordeste: R$ 4,11;
  • Sul: R$ 3,82;
  • Sudeste: R$ 3,48;
  • Centro-Oeste: R$ 3,39.

Além disso, a ANP revelou que o preço do etanol caiu em 17 as 27 Unidades Federativas (UFs), com destaque para Amapá (-18 centavos), Goiás (-14 centavos), Santa Catarina (-9 centavos) e Rondônia (-8 centavos). Os demais recuos oscilaram entre um e nove centavos.

Apenas cinco estados registraram aumento nos preços do etanol na semana passada: Acre (6 centavos), Rio Grande do Sul (6 centavos), Espírito Santo (4 centavos), Pará (2 centavos) e Piauí (2 centavos). Já nas cinco UFs restantes, os preços se mantiveram estáveis.

Preço do etanol cai em 17 UFs e puxa média nacional para baixo
Preço do etanol cai em 17 UFs e puxa média nacional para baixo. Imagem: Agência Brasil.

Estados do Norte têm o etanol mais caro do Brasil

Em síntese, nenhum estado do Norte comercializou o etanol a preços inferiores à taxa nacional (R$ 3,55). Isso explica por que a região tem o maior preço médio do país. Aliás, o menor valor do Norte foi observado no Tocantins, que comercializou o combustível a R$ 4,32, preço 21,7% maior que a taxa média nacional.

Veja os maiores valores médios do país:

  1. Amapá: R$ 5,39;
  2. Rondônia: R$ 4,97;
  3. Roraima: R$ 4,88;
  4. Acre: R$ 4,81;
  5. Sergipe: R$ 4,63;
  6. Amazonas: R$ 4,58;
  7. Rio Grande do Sul: R$ 4,55.

Em suma, os consumidores que moram em estados da região Norte sofreram para conseguir abastecer o tanque de combustível dos seus veículos com etanol. Os valores mais elevados no país foram registrados na região, que apresentou um preço médio bem mais elevado que as demais.

Preços mais acessíveis vêm do Centro-Oeste e do Sudeste

Diante de valores muitos altos, os motoristas procuram os postos de combustíveis com os preços mais baratos para abastecerem o tanque de combustível dos seus veículos. De acordo com os dados da ANP, alguns estados apresentaram valores bastante acessíveis aos consumidores, abaixo da média nacional.

Confira os únicos locais cujo preço do etanol ficou abaixo de R$ 4,00 na semana passada:

  1. Mato Grosso: R$ 3,18;
  2. São Paulo: R$ 3,43;
  3. Minas Gerais: R$ 3,48;
  4. Goiás: R$ 3,50;
  5. Mato Grosso do Sul: R$ 3,51;
  6. Distrito Federal: R$ 3,58;
  7. Paraná: R$ 3,76;
  8. Pernambuco: R$ 3,94;
  9. Paraíba: R$ 3,99;
  10. Rio de Janeiro: R$ 3,99.

Veja onde o Etanol foi mais vantajoso que a Gasolina

Muitos motoristas ficam indecisos sobre qual combustível escolher para abastecer seus veículos. No entanto, vale destacar que a gasolina tem sido a melhor opção há muitos meses, apesar da melhora do etanol nos últimos tempos.

Veja quais estados comercializaram o etanol a preços mais vantajosos que a gasolina na semana passada.

  • Mato Grosso: 56,5%;
  • São Paulo: 62,0%;
  • Goiás: 63,1%;
  • Minas Gerais: 63,4%;
  • Mato Grosso do Sul: 63,7%;
  • Paraná: 64,9%;
  • Distrito Federal: 65,3%;
  • Bahia: 69,8%.

Em resumo, o valor do etanol deve ser igual ou inferior a 70% do preço da gasolina para que seja mais vantajoso para os motoristas. Caso o resultado da equação supere os 70%, os motoristas devem optar pela gasolina, pois ela oferecerá um rendimento melhor ao veículo.

Na semana passada, oito UFs comercializaram o etanol a preços mais vantajosos que a gasolina, dado que vem se repetindo há algum tempo. Entretanto, nos 20 estados restantes, a taxa superou os 70%, caracterizando a gasolina como mais vantajosa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.