Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Poupança vai ajudar a conter o fim do auxílio de R$300

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, informou que a combinação de manutenção da massa salarial com a redução de consumo durante a pandemia criou uma poupança que vai aliviar o efeito da retirada do auxílio emergencial.

“A poupança pode ser precaucional ou circunstancial. No Brasil, a poupança é, em grande parte, circunstancial, que vai mitigar o efeito da desaceleração do auxílio emergencial”, informou Campos Neto ao participar de congresso do Instituto Líderes do Amanhã. “A poupança circunstancial é dinheiro que vai voltar para a economia”.

Ao reforçar a importância de o país respeitar as regras fiscais, Campos Neto afirmou que o Banco Central tem na Selic um instrumento de política monetária de curto prazo que depende da credibilidade do país para se  estender a longo prazo.

“Mais importante do que juros curtos é a credibilidade, que vai fazer os juros longos caírem. A Selic é um instrumento que utilizamos, mas para que esse instrumento se propague é preciso ter credibilidade”, ressaltou Campos Neto.

Auxílio prorrogado até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação do auxílio emergencial por quatro meses no valor de R$ 300. A extensão do auxílio já foi oficializada por meio de medida provisória e agora terá que ser aprovada por deputados e senadores no Congresso Nacional.

“Não é um valor o suficiente muitas vezes para todas as necessidades, mas basicamente atende. O valor definido agora há pouco é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família. Então, decidimos aqui, até atendendo a economia em cima da responsabilidade fiscal, fixá-lo em R$ 300”, disse Bolsonaro. 

Neste ano, o Executivo depositou cinco parcelas de R$ 600 para os beneficiários do auxílio, visando ajudar os brasileiros de baixa renda, trabalhadores informais, MEIs, autônomos e desempregados.   

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
5 Comentários
  1. Maria do desterro Gomes Diz

    Gente eu agradeço esses meses que tiramos o auxílio e pouco sim Mas nós sérvio muito já possofala até dezembro tenho o teto depois só Jesus sabe sou nordestina sai do Ceará depois de me separa fugindo da violência do meu ex marido mas nunca consegui emprego sou diarista mas agora nem diária depois dessa pandemia já tenho 47 anos poucoquissimo estudo só queria trabalhar dignamente pra ganha meu sustento não pesso auxilio pesso um trabalho por favor só um trabalho obrigado quem puder me ajudar eu agradeço e muito

  2. Silvia Regina terra Diz

    Este dinheiro é pouco mais tem ajudado muito agora querem terminar como vai ficar muitos sem trabalho assim como eu

  3. Antônio Manoel da silvaA Diz

    O povo e muito burro em voltar nesses políticos corruptos e não fazem nada para o povo e o povo se matando por esses infelizes ladrões

  4. Julio Diz

    Fora Bolsonaro filho da puta inptemam desse desgraçados fora congresso corruptos povo sofre e esses ladrões pensam neles a culpa e desses malditos filhos das putas de todos deputados senadores. Vai nessa porra eleição forçado votar a força ditadura do voto desgraçados não votar em ninguém povo babaca pô isso estamos sofrendo o povo votar odeio todos políticos fora Bolsonaro fecha essa porra congresso

  5. Francisca santos Diz

    Gostaria de saber se esse dinheiro vai ou não sair
    Já estou nas últimas. Só deus mesmo pra ter piedade de nós
    Obrigada

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.