Por onde devo começar ao abrir uma franquia?

Saiba os passos para abrir uma franquia

Abrir sua própria franquia não é uma tarefa fácil. O empreendedorismo envolve a superação de muitos obstáculos, incluindo encontrar um mercado, garantir financiamento, pilotar um produto ou serviço, validar seu valor para os clientes e mantê-los como clientes fiéis. Por isso que hoje, apontaremos por onde começar para abrir uma franquia.

Sabemos de antemão que, o risco de “não fazer certo” e tropeçar no caminho do negócio pode ser reduzido ao seguir o caminho da franquia. Afinal, o modelo já provou ser lucrativo. Mesmo um empreendedor iniciante pode alavancar a reputação estabelecida da marca e uma base de clientes existente no mercado-alvo.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o Brasil conta com mais de 2.800 marcas franqueadas e pouco mais de 170,9 mil unidades em todo o país. Este setor da economia também cresceu 8,7% no primeiro trimestre deste ano.

Por onde devo começar ao abrir uma franquia?

Depois que você decidir abrir uma franquia, algumas etapas são necessárias antes de abrir uma franquia. Por isso que, na sequência, indicaremos por onde começar ao abrir uma franquia.

abrir uma franquia- Reprodução Canva
abrir uma franquia- Reprodução Canva

Avalie com franqueza a possibilidade de abrir uma franquia

Procure avaliar honestamente seu nível de entusiasmo em administrar um negócio de franquia antes de decidir se deve ou não buscar a oportunidade.

O empreendedor pode entender melhor os principais desafios da gestão do negócio e evitar uma compra precipitada de uma franquia fazendo uma autoavaliação honesta de suas expectativas para o empreendimento.

Se você quer ser seu próprio chefe porque não quer dedicar o tempo ou o esforço exigido em um trabalho tradicional, você está seguindo o caminho errado. Pois qualquer negócio, e com as franquias não difere, é necessária muita dedicação para dar certo.

Desta forma, as franquias podem permitir que um potencial franqueado, ou a pessoa que deseja abrir um ponto da marca, coloque o negócio em funcionamento por dois ou três dias antes de se comprometer com ele.

Tenha conhecimento sobre o sistema de franquias

O primeiro passo para conhecer o sistema de franquias no país é ler a Lei de Franquias (Lei 13.966 de 2019). Ali você encontrará informações como: os direitos de uso da marca, as obrigações do franqueado e as interdependências entre esses fatores.

Defina o setor de franquia que planeja atuar

Ao comprar uma franquia, definir o mercado-alvo é um passo importante. Assim, fique atento aos setores econômicos em expansão e a flexibilidade operacional do negócio.

O setor de franquias, como em outros setores, está passando por uma avalanche de transformações, incluindo a proliferação de omnichannel, aplicativos e e-commerce.

O fato é que gostar do produto de uma marca não significa que o modelo de negócio seja bom para o empreendedor. Por isso, é necessário conhecer os modelos de negócio que a franquia oferece, para ver se você se adapta, e possui habilidades para trabalhar nele.

Capitalize o investimento e o retorno financeiro da franquia

Uma vez identificado o mercado, o empresário pode determinar quanto dinheiro está disposto a investir e em quanto tempo espera um retorno financeiro, ou lucro.

Também na vanguarda de sua mente deve estar o seu nível de dedicação, seja total ou parcial, as pessoas com quem você se cerca e quanto tempo você gasta trabalhando a cada dia. Em geral, é vantajoso escolher alguns franqueados com investimentos iniciais e compará-los com base em:

  • tempo de mercado e principais desafios encontrados ao longo dos anos;
  • bem-estar financeiro;
  • lucratividade e receita;
  • contagem de lojas;
  • consulta ao franqueado;
  • oportunidades de assistência para promoção, como direito a tratamento preferencial;
  • região ou território operacional.

Por outro lado, novas empresas no mercado de franquias devem ser escritas imediatamente.

Abrir uma nova franquia pode ser um desafio empolgante para um empresário que gosta de correr riscos calculados. Mas se é avesso ao risco, deve colocar seu dinheiro em franquias bem estabelecidas com inúmeras lojas abertas e planejadas.

Faça algumas perguntas aos franqueados

Uma vez selecionado o mercado e identificadas as marcas em potencial, o próximo passo é conversar com o franqueado de sua escolha. No entanto, o futuro franqueado precisa da Circular de Oferta de Franquia (COF) antes de abrir oficialmente o negócio.  Informações financeiras e um resumo do contrato da marca estão incluídos neste documento.

Se o objetivo é evitar a compra por impulso, a lei exige que o papel esteja à disposição do franqueado pelo menos 10 dias antes da entrada em vigor do contrato.

Por fim, o empresário pode utilizar o reconhecimento das marcas em premiações e associações de franquias como ferramenta na escolha de uma franquia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.