Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Polícia Federal PRENDE 7 pessoas em operação contra fraudes do auxílio de R$600 e R$300

Foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira, 10 de dezembro, a Operação Segunda Parcela a fim de investigar fraudes do auxílio emergencial. Foram mais de 150 agentes federais para cumprimento de nada menos que 42 mandados de apreensão, 7 ordens de prisão e 13 mandados de sequestros de bens.

A ação ocorre em nada menos que 14 estados do país. De acordo com informações da corporação, foi determinado o bloqueio de valores de até R$ 650 mil em contas que receberam benefícios fraudados.

Veja onde foi realizada a Operação Segunda Parcela:

  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Paraíba
  • Espírito Santo
  • Bahia
  • Santa Catarina
  • Tocantins
  • Paraná
  • Goiás
  • Minas Gerais
  • Rio Grande do Sul
  • Maranhão
  • Piauí
  • Mato Grosso do Sul.

O êxito na operação acontece devido a uma Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), que conta com:

  • Polícia Federal
  • Ministério Público Federal
  • Ministério da Cidadania
  • Caixa
  • Receita Federal
  • Controladoria-Geral da União
  • Tribunal de Contas da União.

O grupo de trabalho contra fraude visa investigar o processamento de pagamentos indevidos e tentativas de cadastramento irregulares, com ferramentas estabelecidas pela Polícia Federal. Dessa forma, é possível identificar a atuação de organizações criminosas e fraudes estruturadas.

Segundo informações da PF, a força-tarefa detectou, bloqueou e cancelou o cadastramento de mais de 3,82 milhões de pedidos irregulares.

“Deixaram de sair indevidamente dos cofres públicos, no mínimo, R$ 2.3 bilhões, considerando-se apenas o pagamento de uma parcela de R$ 600,00, em cada pedido”, informou a PF.

Auxílio emergencial chega nas últimas parcelas

Está confirmado. O Governo Federal e a Caixa Econômica Federal (CEF) vão seguir liberando os saques adicionais do auxílio emergencialno valor de R$ 300, até janeiro de 2021.

Segundo o cronograma, os pagamentos, no entanto, seguirão por meio de depósitos até 29 de dezembro. Após algumas semanas, o cidadão poderá realizar o saque ou transferência do dinheiro até 27 de janeiro de 2021.

Inicialmente, o auxílio emergencial estava previstos para ser pago em cinco parcelas de R$600. No entanto, em setembro o benefício foi estendido em mais quatro parcelas de R$300, até dezembro.

É importante destacar que nem todos os benefícios vão receber todas as parcelas adicionais do benefício. A depender de quando teve o cadastro aprovado, alguns terão direito às quatro parcelas, enquanto outros não receberão nenhum pagamento de R$ 300:

  • Quem recebeu a 1ª parcela em abril: 9 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em maio: 8 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em junho: 7 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em julho: 6 parcelas
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em agosto: vai receber 4 parcelas de R$ 300 nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em setembro: vai receber 3 parcelas de R$ 300 nos meses de outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em outubro: vai receber 2 parcelas de R$ 300 nos meses de novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$600 em novembro: vai receber apenas 1 parcela de R$ 300, em dezembro.

Veja também: Auxílio de R$ 300 acabando? VEJA 22 benefícios para 2021

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
3 Comentários
  1. Eliana costa Diz

    Tanta gente recebeu de forma inadequado o auxílio emergencial e mesmo assim o governo pagou até a última agora bois do bolsa família que não tivemos nem um tipo de ajuda nem um abono Natalino teremos enquanto isso um monte de gente usando CPF de familiares que muito tempo não moram muito tempo com elas pra dar como mãe chefe de família não colocaram nomes dos maridos que trabalham carteira assinada e ganhando muito bem isso foi uma sacanagem meu esposo tinha direito a mãe dele usou no cadastro o CPF dele sem ele saber e receber 1800 e aí ele desempregado com filho pequeno fiz denuncia no cidadania até hoje nada e ela usou o dinheiro pra fazer casa ainda

  2. Lucinda Mendes Diz

    Minha nora é beneficiária do bolsa familia recebeu as 5 parcelas de 1.200 após seu auxílio foi para averiguação e desde de Setembro ela não está conseguindo mais sacar o benefício mesmo estando Disponível no site da Dataprev vcs poderiam orientar me como ela faz para reaver esse auxílio pois são 3 filhos menores.Desde já muito OBRIGADA.

  3. Silvia Vieira De Souza Diz

    quem recebeu as ultimas parcelas de 600 em 1 de dezembro tem direito quantos de 300. E quando vai receber .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.