Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (3 votes)

Para receber o Auxílio Brasil preciso ter os dados do CadÚnico atualizados?

No entanto, aqueles que não faz parte do BF terão que cumprir alguns requisitos para receber o benefício.

O Governo Federal pretende atender cerca de 17 milhões de famílias a partir de novembro, através do novo programa social Auxílio Brasil. Os atuais beneficiários (BF) do Bolsa Família serão transferidos para o novo projeto. No entanto, aqueles que não faz parte do BF terão que cumprir alguns requisitos para receber o benefício.

De acordo com a Medida Provisória (MP) 1.061/2021, os interessados devem ter seus dados registrados corretamente no Cadastro Único (CadÚnico). Além disso, precisam pertencer a famílias cuja renda bruta mensal seja de até três salários mínimo (R$ 3.300), desde que a renda per capita mensal seja igual ou inferior a meio piso nacional (R$ 550).

O Auxílio Brasil também terá um valor médio elevado, segundo o ministro da Cidadania, João Roma, a quantia será definida até outubro deste ano. Todavia, para que seja aplicado, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios precisa ser aprovada.

Como verificar o cadastro?

Caso desconfie que os seus dados estão desatualizados, acesso do aplicativo “Meu CadÚnico” para atualizar as informações, ou até mesmo realizar o registro. A plataforma disponibiliza informações, como sobre a necessidade de atualizar o cadastro ou verificar a etapa do cadastro, por exemplo.

Para aqueles não possui conexão à internet, deverá comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou em um posto de atendimento do CadÚnico. Para se situar, busque a localização de uma dessas unidades através dos Mapas Estratégicos para Políticas de Cidadania (MOPS).

Como atualizar?

A falta de atualização do cadastro pode causar o cancelamento do benefício. Isso porque, o Governo Federal realiza uma revisão anual nos dados informados pela família. Quando passa a ser atendida pelo programa social, a própria equipe técnica do projeto notifica a família para que renove as informações.

Além da regra que exige que os dados sejam atualizados a cada dois anos, caso a família mude alguma informação, como trocar de endereço, de telefone, de estado civil, renda mensal, nascimento, adoção ou falecimento de algum membro no núcleo familiar, deve ser atualizada em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Veja também: PIS/Pasep: Cotas aguardam saques na Caixa; veja como sacar

4.3/5 - (3 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

5 Comentários
  1. Aline Bernardino Rezende correa Diz

    Sou divorciada estou sem emprego tenho uma filha de 17 anos que mora comigo vou receber o cadastro?

  2. Lúcia Helena porto Diz

    Isso é um absurdo ,os trabalhadores que faz o Brasil anda ,e todos aceitam tudo que está acontecendo.

  3. Luciene Di.lima Da Siuva Diz

    Rua professor Xavier Junior 226.58397000

  4. Zuleica Aparecida Diz

    Acho injusto quem esta no auxilio emergencial nao receber auxilio brasil por não está cadastrado no cadastro unico.Todos tem a mesma dificuldades,intependente de estar ou nao cadastrado no cadastro unico.
    Penso que deveriam fazer um novo programa para auxiliar tbm os autonos,informais e meis de baixa renda ,pra que esses não fiquem sem nenhuma renda , até mesmo pra alimentacao basica.
    Que se crie um novo programa pra auxiliar esses tbm,e não.os jogue a propria sorte com o desemprego em massa e meis fechando as portas por não conseguirem se manter ainda

  5. Janete cosmo Euzebio Diz

    Gostaria de saber quê eu vou conseguir receber o auxlio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.