Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Open Banking chega a 1 milhão de pessoas

Segunda dados do Bamco Central o Open Banking já possui cerca de 1 milhão de pessoas que optaram por aderir e compartilhar seu dados. O sistema funciona cerca de 4 meses e as informações foram repassadas pelo BC ao G1.

O Open Banking é mais uma funcionalidade na esteira do Pix, sua engrenagens começaram a funcionar no início do ano, porém, para a população, a mudança aconteceu desde agosto. Para desmistificar o sistema e chamar atenção, inclusive, Gil do Vigor chegou a fazer uma propaganda – confira mais informações aqui.

Nesta quarta-feira (15) uma nova atualização deve acontecer, os dados de produtos como investimentos, dólar, seguros e previdência poderão ser abertos entre as empresas, desde de que haja autorização do beneficiário.

O BC também comentou que os números estão dentro do esperado. “Com o início da fase de compartilhamento de serviços de iniciação de pagamento e o surgimento de novas serviços e modelos de negócios nos trilhos do open banking, acreditamos que esses números continuarão a evoluir de forma sustentada”, declarou ao g1, em nota, o Banco Central.

O que é Open Banking?

Em tradução livre, Open Banking significa “banco aberto” ou “sistema bancário aberto”. Em outras palavras, significa que os seus dados não serão somente posse de um único banco.

Ou seja, seus dados e histórico bancário poderá ser compartilhado entre os bancos. Para isso, será necessária a autorização pelo responsável da conta.

Essa funcionalidade promete entregar serviços financeiros personalizados, independente se você tiver conta no banco que deseja a contratação de algum serviço financeiro.

Isso seria possível porque o banco A, receberia informações do banco B, a qual a pessoa tem conta e poderia entregar um serviço de acordo com o perfil do cliente.

O sistema já funciona em outro lugar do mundo?

Sistemas similares já funcionam no Reino Unido desde 2008. A Austrália e outros países, como o EUA, também estudam aderir à medida.

Neste caso, cada país deve definir sua legislação e estruturas para que isso aconteça. Levando em consideração que cada país possui seu mercado financeiro diferenciado entre si.

Todos os bancos participarão do Open Banking, dito por Gil do Vigor?

Não. Os bancos tradicionais como Santander, Banco do Brasil, Caixa, Itaú, Bradesco serão obrigados a aderir ao Open Banking. Já outras instituições financeiras têm liberdade de escolha, como o Nubank, que é uma fintechs.

Quem irá monitorar todo este sistema?

O Open Banking será monitorado pelo Banco Central. Entre as atribuições do banco público será verificar se a legislação está sendo cumprida e punir participantes que a descumpram.

Por fim, vale destacar que todo e qualquer dado só será fornecido com a autorização do cliente.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.