Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

História: Saiba o que estudar sobre as FARC

As “Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia” (FARC), surgiu visando a luta por igualdade social no país e utilizando-se de táticas de guerrilha para alcançar seus objetivos.

Trata-se de uma organização com estrutura, capacitada e equipada. Aparece como uma das forças de guerrilha mais antigas da América do Sul. 

O grupo poderá aparecer em provas de vestibulares de todo país, assim como no Enem. Por isso vale a pena ficar ligado no assunto, acompanhe!

História das FARC

O grupo foi criado em 1964, pelo ex-comandante Manuel Marulanda Vélez que tinha como codinome Pedro Antonio Marín. A saber, o grupo tinha entre os seus ideais a igualdade de renda, reforma agrária e tinha um exército com cerca de 18 mil homens na década de 90.

Por esses motivos, ocupava pelo menos 40% do território colombiano. No entanto, a Colômbia mantinha relações políticas e econômicas com os Estados Unidos que ajudaram a financiar o Exército, ajudando a combater as FARC e consequentemente diminuindo seu poder. 

 Além disso, alas são consideradas por muitos países como uma organização terrorista. No entanto, ela se diz uma organização político-militar de inspiração bolivariana.

Ademais, a organização ficou conhecida por suas táticas como o sequestro e o comércio de drogas. Essas atividades eram desenvolvidas visando manter a influência e poder dentro de grupos políticos colombianos. 

Contudo, ao longo dos anos, houve a intensificação da violência e do comércio de entorpecentes. Por conta disso, a visão que antes era revolucionária, passa a ser enxergada como terrorista. 

Por esses motivos, as forças armadas que antes eram uma esperança de livrar o país da corrupção e da desigualdade social. Para muitos é apenas uma organização criminosa. 

Conflitos políticos

O grupo tem como grande poderio econômico o narcotráfico que os colocam em posição de severas disputas políticas com o governo colombiano. 

Estima-se que mais de 200 mil pessoas morreram na Colômbia por causa de conflitos travados pelas FARC e o Estado colombiano. Por isso, por muitos anos muitas pessoas fugiram do país ou de regiões de maiores disputas. 

Alguns dos principais líderes do grupo foram mortos durante os combates nas últimas décadas, com apoio americano. Tanto que o presidente da Colômbia em 2010, Álvaro Uribe declarou a organização como terrorista. 

Entretanto, com a chegada de Juan Manuel Santos ao poder em 2010, tem-se o início de negociações em busca de paz. Dessa forma, em 2016 as FARC assinam um acordo de paz com o governo da Colômbia. 

Acordo de Paz

Em resumo, o acordo de paz tem como termos:

FARC

  • Entregar suas armas e acabar com a guerra 
  • Contribuir com o combate ao narcotráfico 
  • Ajudar no processo de reparação às vítimas do conflito 
  • Destruir plantações ilegais de coca

Governo colombiano

  • Retirar as minas terrestres espalhadas pelo país
  • Criar políticas de combate a desigualdade social 
  • Implantar a reforma agrária, assim como o incentivo ao desenvolvimento agrícola
  • Ajudar as vítimas do conflito economicamente e judicialmente 
  • Auxiliar o retorno de 5 milhões de refugiados 
  • Ajudar na reintegração de 7 mil guerrilheiros à sociedade

E então, gostou de conhecer mais sobre as FARC? Por sua importância pode aparecer em provas diversas, como em concursos, vestibulares e Enem.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.