Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (3 votes)

NOVO RG 2022: Estados começarão a emitir o documento a partir de agosto; veja como solicitar

Os brasileiros já podem contar com uma nova Carteira de Identidade Nacional (CIN). O Governo Federal anunciou que, a partir do dia 4 de agosto, alguns estados já estarão emitindo o novo documento.

Os brasileiros já podem contar com uma nova Carteira de Identidade Nacional (CIN). O Governo Federal anunciou que, a partir do dia 4 de agosto, alguns estados já estarão emitindo o novo documento.

A versão atualizada do RG é unificada para todo o país. Até então, cada estado tinha autonomia de criar os seus próprios números de identificação, o que gerava altos números de fraudes.

Inicialmente, a emissão da nova identidade não é obrigatória, uma vez que as instituições estaduais têm até março de 2023 para se adequarem ao novo sistema.

Confira quais os estados poderão emitir o novo RG a partir de agosto:

  • Acre;
  • Goiás;
  • Minas Gerais;
  • Paraná;
  • Pernambuco;
  • Rio Grande do Sul;
  • Santa Catarina; e
  • Distrito Federal.

Quais as mudanças trazidas com a atualização do RG?

  • Autenticação do documento através do QR Code;
  • Utilização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) como número principal;
  • Biometria obrigatória (impressão digital da pessoa);
  • Identificação se o titular é doador de órgão ou não;
  • Constará a naturalidade do cidadão;
  • Adoção do padrão internacional código MRZ (mesmo código que contém nos passaportes);
  • Presença do grupo sanguíneo e fator RH no documento;
  • Uniformização da Carteira de Identidade para todo território nacional.

Como emitir o novo RG

Importante ressaltar que a primeira remessa da CIN foi entregue pelo Governo Federal no dia 27 de junho. Entretanto, como mencionado, novas emissões só serão realizadas a partir de agosto.

O documento será disponibilizado em duas versões: online e impressa. A intenção é permitir o acesso ao novo RG a todos os cidadãos brasileiros, estendendo a possibilidade tanto para quem possui internet quanto para aqueles que não a possuem.

A versão digital poderá ser acessada pelo aplicativo do Governo, desde que o documento impresso já tenha sido emitido. Isso significa que a CIN digital é apenas uma segunda opção da versão física, mas não deve substituí-la.

4.3/5 - (3 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.