Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.2/5 - (4 votes)

Novo Bolsa Família será acelerado com criação de mais 300 mil pagamentos

Com o objetivo de amenizar a pressão por uma nova rodada do auxílio emergencial, o Ministério da Cidadania pretende acelerar a reforma do Bolsa Família. Atualmente, o Ministério da Economia está buscando sugestões de especialistas e de outros setores para reestruturar as regras do programa.

Os custos de um novo auxílio emergencial  seriam reduzidos com o novo Bolsa Família e, por esse motivo, a equipe econômica do governo não pretende ceder a pressão imediata de começar um pagamento, dando prioridade a outros planos. O presidente, Jair Bolsonaro, afirmou na semana passada que a volta do auxílio emergencial seria prejudicial ao Brasil.

Recentemente, durante uma entrevista à Rádio Bandeirantes, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou que a mudanças do Bolsa Família já estão definidas e devem ser lançadas em breve.

Mudanças do novo Bolsa Família

O novo Bolsa Família deve ter o valor médio elevado de R$ 190 para R$ 200. Ainda, haverá um reajuste no critério de renda para ingresso no Bolsa Família, que tem a previsão de incluir mais 300 mil beneficiários. O mudança seria a seguinte:

  • Para a situação de extrema pobreza será solicitada a renda de R$ 92 por pessoa da família ao invés dos atuais R$ 89.
  • Para a situação de pobreza, a renda será alterada para R$ 192 por pessoa, quando atualmente é de R$ 178.

O governo também pretende criar  três bolsas, com a finalidade de incentivar os alunos com bom desempenho, que fazem parte de família que recebem o Bolsa Família.

 

4.2/5 - (4 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

6 Comentários
  1. Sandra Fantoni Diz

    Honestamente não sei porque não tive direito ao auxilio. Tive que parar com trabalho de vendedora , sacoleira pra cuidar de mãe 92 anos impossibilitada vivemos com salário mínimo e pouco mais ajuda de filhos. O que preciso provar que sou necessitada tbm? Sem mais obrigada

  2. NATÁLIA Diz

    Eu tenho duas filhas uma de dois anos e uma de 8 anos e é muito difícil para a gente trabalhar e deixar nossos filhos em casa sozinho e também a minha filha mais velha ela é cega de um olho nunca conseguiu o benefício dela pelo governo do INSS ainda tô pelejando já tem ela aconteceu acidente dela com dois anos já tem bastante tempo uns quatro anos e nada para me receber e eu trabalho nem faxina às vezes quando aparece dele quando aparece a gente passa fome às vezes a gente precisa comer cuscuz no dia cuscuz à noite é muito triste e com fé em Deus isso vai passar…

  3. NATÁLIA Diz

    Eu também tenho duas filhas uma de dois anos e uma de 8 anos não tenho com quem deixar para mim trabalhar Moro de aluguel e é muito difícil deixar minhas filhas em casa e não tem como mas eu preciso que vocês volte o auxílio Estou passando muita dificuldade Mas com fé em Deus isso vai passar

  4. Pâmela de Paula Diz

    Vamos vê né!

  5. Silvana Diz

    So acreditos vendo

  6. Dalva Diz

    Eu sou chefe de família tenho dois filhos de 4 anos e de três anos, estou desempregada, não tem emprego na minha cidade, aqui na minha cidade está no vermelho não tem onde deixar meus filhos pra trabalhar porquê escola e creche está fechado e muito menos pagar alguém pra ficar com meus filhos. Moro em casa de aluguel conta de agua e luz tudo vencidas NÃO podemos sair fe casa porque eles pedem pra ficar em casa. Iai como fazer? Então 300 não tem como. Só o aluguel e 300 reais😡 Pois então chefes de família precisa pelo menos receber o auxílio de antes 1200 Pra não ficar sem casa e passar fome com essas crianças pequenas que sei que não é só eu. Tem muita gente chefe de família que precisa desse socorro. De qualquer jeito pagamos de volta mesmo. 1200!!!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.