Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Saiba se você já está inscrito no CadÚnico para receber o auxílio de R$600

Para tirar esta dúvida, basta consultar um dos canais de atendimento da plataforma, utilizando os dados pessoais dos integrantes da família

Após o Governo Federal liberar o auxílio emergencial durante crise do coronavírus, diversos trabalhadores ficaram com dúvidas se estavam cadastradas no CadÚnico do governo federal, uma das formas de receber o benefício.

Para tirar esta dúvida, basta consultar um dos canais de atendimento da plataforma, utilizando os dados pessoais dos integrantes da família. As plataformas usadas são:

  • Siteao acessar a página, basta preencher o formulário com o nome completo, data de nascimento, nome da mãe, além de município e estado da residência.
  • Aplicativodisponível para download grátis nas lojas Google Play e Apple Store. Feito a instalação, basta inserir os seguintes dados: nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado.
  • Telefone: o serviço funciona como um tira dúvidas sobre o CadÚnico e outros programas sociais do governo. A ligação, que é gratuita de telefone fixo, deve ser feita pelo número 0800 707 2003.

Segundo o banco, somente entre esta sexta (17) e segunda-feira (20), mais de 15 milhões de brasileiros beneficiados com o depósito dos recursos, incluindo os beneficiários inscritos por meio do site ou do aplicativo e aqueles inscritos no Bolsa Família e no CadÚnico.

São três calendários de pagamento diferentes:

  • um calendário pago pelo governo é para quem recebe o bolsa família;
  • um segundo calendário é para quem está no no Cadastro Único que não recebem o Bolsa Família e mulheres chefes de família;
  • um terceiro calendário é para quem se inscreveu para receber o Auxílio Emergencial através do aplicativo ou do site do programa.

1) Para os inscritos no app e site

A Caixa vai creditar entre esta sexta (17) e segunda (20), nada menos que R$5,5 bilhões. Nessa remessa, o auxílio emergencial vai ser pago para 9,1 milhões de cidadãos, que são os beneficiários inscritos por meio do site ou do aplicativo e que não estão no Bolsa Família nem no CadÚnico.

  • Sexta-feira (17), a partir das 15h: – Crédito para 3.438.238 pessoas com conta poupança na Caixa
  • Sábado (18): – Crédito para 1.420.466 pessoas com contas em outros bancos
  • Segunda-feira (20): – Crédito para 4.230.900 pessoas na Poupança Social Digital Caixa

2) Para quem recebe o Bolsa Família

Para quem recebe o Bolsa Família, o saque ficou da seguinte maneira:

  • Sexta-feira (17): – 1.926.557 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 2
  • Segunda-feira (20): – 1.923.492 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 3
  • Quarta-feira (22): – 1.924.261 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 4
  • Quinta-feira (23): – 1.922.522 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 5
  • Sexta-feira (24): – 1.919.453 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 6
  • Segunda-feira (27): – 1.921.061 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 7
  • Terça-feira (28): – 1.917.991 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 8
  • Quarta-feira (29): – 1.920.953 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 9
  • Quinta-feira (30): – 1.918.047 beneficiários do Bolsa Família cujo último digito do NIS é igual a 0

3) Para quem é inscrito no CadÚnico

Para quem já está no CadÚnico e não faz parte do Bolsa Família, a Caixa efetuou o crédito nesta sexta-feira (17). Foram pagos, ao todo, nada menos que R$1,5 bilhão para R$2,1 milhões de pessoas.

Ao todo já foram disponibilizados R$ 6,3 bilhões para 9,3 milhões de brasileiros. Foram abertas mais de 6,4 milhões de contas do tipo poupança social para esse público.

Saques da poupança digital

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Os saques do valor em dinheiro vão começar no dia 27 de abril e vão seguir até 05 de maio para a primeira parcela do auxílio de quem está recebendo  pela poupança digital gratuita da Caixa. Essa conta está sendo aberta de forma automática para aqueles que não forneceram dados bancários.

A liberação do saque vai ser feita de forma escalonada, conforme data de aniversário do beneficiário. A Caixa tem o objetivo de evitar aglomerações. Veja o cronograma:

  • 27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro, com poupança digital gratuita da Caixa
  • 28 de abril – nascidos em março e abril, com poupança digital gratuita da Caixa
  • 29 de abril – nascidos em maio e junho, com poupança digital gratuita da Caixa
  • 30 de abril – nascidos julho e agosto
  • 04 de maio – nascidos em setembro e outubro
  • 05 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Calendário geral

O auxílio emergencial vai ser pago para os trabalhadores informais, desempregados, contribuintes individuais do INSS e MEIs. Saiba como deve ser o calendário de pagamento para todos os trabalhadores que têm direito ao auxílio:

Primeira parcela – paga em abril

Será paga da seguinte forma:

  • Os cidadãos que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal, já receberam na última quinta-feira (09 de abril).
  • De 14 a 17 de abril: vai ser pago quem está no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e também não tem conta na Caixa ou no BB. No dia 14, o dinheiro sai para nascidos em janeiro. No dia 15, será pago para nascidos em fevereiro, março e abril. No dia 16, sai para quem nasceu em maio, junho, julho e agosto. No dia 17, o valor será pago para os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro.
  • Últimos 10 dias úteis de abril: Reservados para beneficiários do Bolsa Família, conforme cronograma já previsto no programa;
  • Em até 5 dias úteis após inscrição no aplicativo ou pelo site, o dinheiro estará disponível para trabalhadores informais que não estão no Cadastro Único nem no Bolsa Família.
Segunda parcela – Abril e Maio

Vale lembrar que, a partir desta parcela, os pagamentos serão realizados conforme o mês do aniversário do trabalhador, informou a Caixa. Será paga da seguinte forma:

  • Os cidadãos que estão inscritos no Cadastro Único, mas que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: vai receber entre 27 e 30 de abrilNo dia 27 vai ser depositado o dinheiro daqueles nascidos em janeiro, fevereiro e março. Dia 28 será para quem nasceu em abril, maio e junho. No dia Dia 29 recebem os aniversariantes de julho, agosto e setembro. No dia 30, os pagamentos serão para os nascidos em outubro, novembro e dezembro.
  • Os Beneficiários do Bolsa Família: vão receber nos últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa.
Terceira parcela – Maio e Junho
  • Os cidadãos que estão inscritos no Cadastro Único, mas que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: vai receber entre 26 e 29 de maio. No dia 26 vai ser pago o dinheiro daqueles nascidos em janeiro, fevereiro e março. No dia 27 de maio será pago aos nascidos em abril, maio e junho. No dia 28, o valor sai para os aniversariantes de julho, agosto e setembro. No dia 29 de maio, os pagamentos vão ser para os nascidos em outubro, novembro e dezembro.
  • Os benefícios do Bolsa Família vão receber nos últimos 10 dias úteis de junho, conforme calendário regular do programa.

Saiba quem pode receber o auxílio emergencial

O projeto altera uma lei de 1993, que trata da organização da assistência social no país. De acordo com o texto, durante o período de três meses será concedido auxílio emergencial de R$ 600 ao trabalhador que cumpra, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • seja maior de 18 anos;
  • não tenha emprego formal;
  • não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
  • a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
  • que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70. Exigência excluída pela Câmara em 16/04/2020.

O auxílio vai ser cortado caso aconteça o descumprimento dos requisitos acima. O texto também deixa claro que o trabalhador deve exercer atividade na condição de:

  • microempreendedor individual (MEI); ou
  • contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
  • trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

A proposta estabelece que apenas duas pessoas da mesma família poderão receber cumulativamente o auxílio emergencial e o benefício do Bolsa Família, podendo ser substituído temporariamente o benefício do Bolsa Família pelo auxílio emergencial, caso o valor da ajuda seja mais vantajosa para o beneficiário. A trabalhadora informa, chefe de família, vai receber R$ 1.200.

Veja também: Dois saques do PIS/PASEP são liberados com valor de até R$1.045

Leia Também:

brasil 123  
17 Comentários
  1. Tarcísio Vanderlei de moura Diz

    Meu nome é Tarcísio Vanderlei de Moura,pago aluguel,tô desempregado,estou passando fome,sempre trabalhei,me cadastrei no auxílio,não recebi nenhuma parcela até agora,só da análise.estou precisando,já não sei mas a quem recorrer.o que faço?.

  2. Sônia Diz

    Eu estava trabalhando há oito meses com a pademia fui mandada embora sou área de risco não consegui nenhum tipo de Beníficio nem aposentadoria consigo só Jesus na causa tá feio

    1. Erinaldo jose Pacheco da silva Diz

      Tô tentando recuperar o meu e-mail criado no caixa tem mas não tô mandando a senha para eu entrar no aplicativo da Caixa tem

  3. Adelmo Mendes de Almeida Diz

    Eu sou Adelmo Mendes de Almeida
    Fiz o cadastro porém foi negado dizendo que
    Cidadão ou membro da família já sacou más não diz quem sacou.
    QUEM deu entrada no auxílio pra mim foi o meu irmão e eu moro no fundo casa 2 porém quando ele fez o cadastro ele pois o endereço más não pós casa 2 creio que isso deve ter dado divergência ou talvez tenha sido pelo fato de ele ter colocado o nome do meu filho que já tava no bolsa família da minha ex mulher eu tento fazer novamente o cadastro e não consigo alguém pode me ajudar por favor

    1. Maria Nubia da silva santos Diz

      Me chamo Maria Nubia e eu sou mãe solteira e não conseguir tirar o auxílio emergencial o motivo não sei , eu trabalhei de carteira enfichada 4 meses e estou tirando o normal e fiz o cadastro emergencial e fala que eu tenho um salário a mas não eu não tenho vivo do bolsa memso !

      1. Karina Fernanda de Oliveira Martins Diz

        Gostaria de saber o porque meu benefício primeiramente foi aprovado e agora está em avaliação preciso urgente pagar as contas que já está acumulando alguém da dataprev pra entregar em contato comigo e resolver o problema. Obrigada

  4. Eliana Aparecida Marchetti Diz

    Eu tô no auxílios emergencial até agora tá em análise faz um mês já

  5. Kátia Diz

    Fala que duas pessoas da mesma casa tem o direito de receber o auxílio. Eu recebi pelo bolsa família e meu companheiro não conseguiu receber. No bolsa família só tem eu e minha filha cadastradas. No aplicativo dele fala que um membro da família já recebeu.

  6. Kátia Diz

    Se fala que duas pessoas da mesma família pode estar recebendo o auxílio, não entendo porque eu tive direito e meu companheiro não. No aplicativo dele fala que uma pessoa já recebeu o auxílio. Eu recebo pelo bolsa família e só tem eu e minha filha no cadastrado.

    1. Maria Aparecida de souza Diz

      Eu recebo auxílio acidente de trabalho Eu tenho direito

  7. Kátia Diz

    Se fala que duas pessoas da mesma família pode estar recebendo o auxílio, não entendo porque eu tive direito e meu companheiro não. No aplicativo dele fala que uma pessoa já recebeu o auxílio.

  8. Ronaldo ribeiro azevedo Azevedo Diz

    Eu de i entrada deade março já refiz 3 vezes o auxílio emergencial mas ainda não consegui só chaveiro eu eu filho e sol micro empreendedor e até agora só análise e muito vagabundo recebendo isso e triste mas Deus sabe todas. As coisaseu nome e Ronaldo Ribeiro de azevedo

  9. Terezinha rosa Gonzaga Alves Diz

    Fiz cadastro dia 7/04 com meu filho q estamos desempregados e TB PG INSS com os bicos q faço e não temos renda fixa
    Mas mesmo assim veio a resp q não temos direito podendo se cadastrar novamente e assim fiz
    Mas não entendi o motivo de ser negado p mim e meu filho se não temos regist em carteira sou separada meu ex esposo trabalha mas não mora comigo
    Fiquei sem entender

    1. Lilian Diz

      Meus pais não tem nenhum tipo de renda e está até agora esperando. Minha mãe ganha 400 reais pq cuida de uma bebê, Eu e a família e igreja q está ajudando pq eles não conseguem esse auxílio por nada.

  10. Cecilia verginia kuhn Diz

    Tenho conta poupança na caixa e foi aprovado meu auxilio e fala k foi depositado na conta digital sou d novembro e como nao entrou direto na minha conta poupança

    1. Kátia Diz

      Se fala que duas pessoas da mesma família pode estar recebendo o auxílio, não entendo porque eu tive direito e meu companheiro não. No aplicativo dele fala que uma pessoa já recebeu o auxílio. Eu recebo pelo bolsa família e só tem eu e minha filha no cadastrado.

  11. Said José Resende jr Diz

    Eu estou acho que estou cadastro dês dó dia que foi falado mais de semana sou desempregado não recebi alcilio tô na análise até hoje apezar de pobre sou honesto deve ser por isso. Fazer oque não sei roupar nem prá comer

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?