Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

‘Ninguém vive dessa forma’, opina Bolsonaro sobre estender auxílio

Na última terça-feira (01), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou sobre o auxílio emergencial e criticou a prorrogação. O presidente fez a declaração em Foz do Iguaçu, município do Paraná. Ele negou que o auxílio emergencial vá ser prorrogado.

Atualmente, o governo já paga parcelas de R$ 300. Todos beneficiários têm direito a cinco parcelas de R$ 600. Alguns deles têm direito a parcelas de R$ 300 da prorrogação. Os pagamentos devem terminar em dezembro de 2020.

“Nada mais dignifica o homem do que trabalho, é o que nós precisamos. Temos internamente os nossos problemas, ajudamos o povo do Brasil com alguns projetos, por ocasião da pandemia. Você [Benítez] fez o mesmo no Paraguai, aqui do lado. Alguns querem perpetuar tais benefícios, ninguém vive dessa forma, é o caminho certo para o insucesso”, disse Bolsonaro, se referindo ao presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez.

Antes do evento, em suas redes sociais, Bolsonaro afirmou que havia risco de apagão, se nada fosse feito. O presidente se referia aos baixos níveis da água em represas de hidrelétricas. Bolsonaro falou sobre o trabalho da Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Hamilton Mourão, vice-presidente da República, também falou sobre uma possível prorrogação do auxílio. De acordo com ele, se o programa tivesse sido feito com parcelas de menos de R$ 600 desde o início, poderia ter sido pago durante mais meses.

1 comentário
  1. Roberto Procópio Diz

    Gostaria que essa mensagem chegasse até Bolsonaro e mourão e Paulo Guedes. Queria saber sua reação Sr. Presidente e ministros se nos tirassemos o salário de vcs para servirem de apoio do auxílio emergencial de 600.reais não vou colocar nem os 200. Como vcs disseram e chegarem no supermercado para as compras e encontrar o PC de arroz mais ruim de terceira p la e o preço de 30 reais Sr presidente um litro de óleo a 10.reais a carne de segunda a 35 reais e vcs líderes ter que fazer uma compra q dá para um mês até sair a outra parcela do auxílio vcs conseguem nos que fomos desfavorecidos por perder o emprego conseguimos porque somos guerreiros eu ainda me viro de qualquer jeito pra aumentar e multiplicar o auxílio fornecido pelo governo mas tem pais de famílias que não têm a mesma sorte então Sr presidente a pandemia assolou mas matarem as pessoas por falta de sabedoria isso não presidente eu te apoio porque isso está muito pesado pra o Sr mas da pão pra quem está rico e oço para os mais fracos e jogar farinha no vento na primeira oportunidade eles te esqueceram e o bom será o novo que ficar no seu lugar porque nunca vi um presidente que dá aos pobres ser querido pela sociedade nobre e também nunca vi um presidente que da aos ricos mais e mais que fossem amparados quando perde o poder eu já estudei política brasileira desde da primeira eleição ouve crises guerras peste fome golpes tais que se o presidente escolhido para o Brasil teve q entregar o poder p os militares ou morria o outro se matou porque foi muita a pressão encima dele e que era os aliados os mesmo que depois foram apoiar o adversário de antes para não perder as suas riquezas mais digo meus pais viverá quase 80 invernos e verões eu já vivi 43 e nunca vi uma política humana mas carrascos medíocre e indouta imatura e fraca por ser formada por grupos mesquinhos famintos animais ferozes onde se preocupam com seus ninhos e suas famílias o Brasil é um país miscigenado de povos e nações diferentes onde se preocupam com seus princípios tentando sempre estar sempre dominando sobre o outro indivíduo onde o grande pisa no médio e o médio no pequeno e o pequeno nos mais simples e continuamos vivendo lado a lado como se não sofressemos tais coisas
    Ass. Procópio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.