Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Ministério da Economia: dados oficiais do Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 3º Bimestre de 2022 

O relatório bimestral projeta déficit primário de R$ 59,35 bilhões em 2022, destaca o Ministério da Economia (ME). Saiba mais!

O relatório bimestral projeta déficit primário de R$ 59,35 bilhões em 2022, destaca o Ministério da Economia (ME).

Ministério da Economia: dados oficiais do Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 3º Bimestre de 2022 

De acordo com recente divulgação oficial do Ministério da Economia (ME), a meta para o déficit primário do governo central em 2022 é de R$ 170,473 bilhões. O detalhamento dos dados presentes no Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 3º Bimestre de 2022 foi apresentado, na última segunda-feira (25/7), pelo Ministério da Economia (ME). 

Receita Primária Total

A projeção para a Receita Primária Total em 2022 aumentou em R$ 59,014 bilhões (na comparação com o relatório do 2º bimestre), alcançando R$ 2,226 trilhões para o ano. De acordo com informações do Ministério da Economia (ME), a projeção para a Receita Líquida de Transferências em 2022 cresceu em R$ 51,955 bilhões, chegando a R$ 1,774 trilhão. O relatório foi enviado ao Congresso Nacional na última sexta-feira (22/7), informa o Ministério da Economia (ME).

Retração impactou a projeção do déficit primário

A atual projeção para o déficit primário do governo central é de R$ 59,354 bilhões, ou seja, 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Houve, portanto, retração de R$ 6,136 bilhões em relação ao relatório anterior (R$ 65,490 bilhões). De acordo com as informações oficiais, são esperadas novas reduções ao longo do ano, inclusive com a perspectiva de haver superávit primário do governo central em 2022. 

Emenda Constitucional nº 123/2022

A estimativa para o déficit primário do governo central já incorpora os impactos da Emenda Constitucional nº 123/2022 (R$ 41,25 bilhões), que instituiu o estado de emergência no país até o fim do ano e que permitiu a ampliação de benefícios sociais e econômicos para a população, informa o Ministério da Economia (ME).

Redução da alíquota do PIS, Cofins e Cide

Considera também a redução das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS), da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre gasolina e etanol (Lei Complementar nº 194/2022 – R$ 16,51 bilhões).

Elevação na projeção da despesa primária total

A projeção para a despesa primária total em 2022 aumentou em R$ 45,819 bilhões, chegando a R$ 1,834 trilhão, informa o Ministério da Economia (ME). Houve alta em despesas obrigatórias (aumento de R$ 46,746 bilhões, para R$ 1,679 trilhão) e queda em despesas discricionárias do Poder Executivo (queda de R$ 927 milhões, para R$ 154,246 bilhões).

Dados oficiais

Acompanhe os dados oficiais do Governo Federal e entenda os diversos fatores que impactam a economia de forma direta e indireta.

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.