Ministério da Cultura: SAIU edital com quase 100 vagas e salários acima de R$ 6 MIL

Ministério da Cultura: SAIU edital com quase 100 vagas e salários acima de R$ 6 MIL

Veja quem pode participar

Inscrições serão abertas

Mais um grande edital foi liberado. Desta vez, trata-se no Ministério da Cultura que oferta 99 vagas com excelentes salários.

Veja mais detalhes sobre cargos e inscrição.

Sobre o Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura (MinC) está promovendo um processo seletivo temporário que oferece 99 vagas para Técnicas de Complexidade Intelectual e Técnicas de Suporte em Brasília/DF.

As vagas estão divididas da seguinte forma: 57 para Técnicas de Complexidade Intelectual e 42 para Técnicas de Suporte – Nível Superior.

Vagas do Ministério da Cultura

Os selecionados terão uma carga horária de 40 horas semanais, com contrato inicial de um ano, podendo ser prorrogado por até quatro anos. Os salários iniciais são atrativos: R$ 6.130,00 para Técnicas de Complexidade Intelectual e R$ 3.800,00 para Técnicas de Suporte – Nível Superior.

Provas e processo seletivo

O processo seletivo será composto por prova objetiva e prova discursiva.

A prova objetiva terá 60 questões de múltipla escolha, abrangendo temas como Língua Portuguesa, Gestão Pública, Atualidades, Direito Administrativo e Conhecimentos Específicos.

A prova discursiva do Ministério da Cultura consistirá na redação de até 30 linhas para duas atividades, sobre temas relacionados aos conhecimentos específicos da área.

Todas as etapas do processo seletivo serão realizadas em Brasília/DF, em 28 de julho. Apenas os candidatos aprovados na prova objetiva terão suas provas discursivas corrigidas.

Como se inscrever no Ministério da Cultura?

Durante o período de 10 a 30 de junho, os interessados em participar do processo seletivo do Ministério da Cultura (MinC) podem acessar o site oficial do governo brasileiro neste endereço.

Neste site, estarão disponíveis todas as informações necessárias sobre o processo seletivo, incluindo os requisitos, as vagas disponíveis e o edital completo.

Para que a candidatura seja homologada, é imprescindível efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 68,00. Este procedimento é obrigatório e deve ser realizado dentro do prazo estabelecido no edital. Não perca!

Ministério da Cultura: SAIU edital com quase 100 vagas e salários acima de R$ 6 MIL
Ministério da Cultura: SAIU edital com quase 100 vagas e salários acima de R$ 6 MIL. Imagem: Reprodução

Atribuições do cargo

Conhecer as atribuições de um cargo, é uma excelente forma de entender quais serão as suas atividades quando for contratado.

Após aprovação no processo seletivo, os candidatos do Ministério da Cultura selecionados para as vagas de Técnicas de Complexidade Intelectual e Técnicas de Suporte – Nível Superior terão as seguintes atribuições:

Atribuições da Atividade Técnicas de Complexidade Intelectual:

  • Desenvolver atividades relacionadas à prestação de contas técnica e financeira;
  • Realizar processos de Tomadas de Contas Especiais;
  • Registrar, acompanhar e monitorar dados relativos à prestação de contas nos sistemas Estruturantes da Administração Pública Federal;
  • Elaborar propostas de normativos;
  • Realizar estudos e pesquisas necessárias à gestão dos processos e andamento das etapas da Política Nacional Aldir Blanc de Fomento à Cultura (PNAB) junto aos entes subnacionais;
  • Operacionalizar ferramentas de captação e tratamento de dados;
  • Avaliar políticas públicas (ex ante, pari passu e ex post);
  • Analisar tecnicamente projetos, programas e ações;
  • Produzir relatórios e documentos técnicos sobre temas relacionados à operacionalização do programa;
  • Emissão de laudos e pareceres;
  • Elaborar manuais, ontologias e outros instrumentos de orientação;
  • Mapear processos e análise de risco;
  • Mapear e monitorar (em tempo real/atualizado) os repasses e outras atividades decorrentes das competências institucionais do MinC relativas à PNAB.

Atribuições da Atividade Técnicas de Suporte – Nível Superior:

  • Atender dúvidas dos Entes Federados, comunidade cultural, trabalhadores culturais e a sociedade civil;
  • Elaborar notas técnicas, minutas normativas e instrumentos jurídicos relacionados à legislação específica;
  • Instruir processos;
  • Realizar diligências junto aos Estados, Municípios e Distrito Federal no que tange às etapas vinculadas à Lei Aldir Blanc II;
  • Elaborar ferramentas de suporte à análise, como planilhas de conciliação de despesas e comprovantes;
  • Atender dúvidas de convenentes, proponentes e beneficiários;
  • Realizar outras atividades decorrentes das competências institucionais do MinC relativas à Política Nacional Aldir Blanc de Fomento à Cultura (PNAB).

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.