Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Microclima Urbano: Entenda esse fenômeno 

O microclima urbano é um conjunto de condições climáticas, usado em Climatologia, para referir-se a temperatura, umidade, sensação térmica e pluviosidade de uma determinada área de uma cidade. 

Ou seja, estuda-se o comportamento climático de determinados locais da cidade que apresentam características climáticas diferentes de outros pontos do município. 

O Microclima urbano poderá aparecer em provas de vestibulares de todo país, assim como no Enem, então, vale a pena estudar sobre esse tema!

Características do Microclima Urbano

Podemos destacar como as principais características do microclima urbano:

  • Temperaturas alteradas quando comparadas com áreas vizinhas, ou seja, certo local da cidade pode apresentar elevadas ou menores temperaturas. 
  • Umidade do ar também pode ser maior ou menor quando comparada com locais próximos. 
  • Sensações térmicas diferentes de regiões próximas

Causas e Consequências

Destaca-se entre as principais causas e consequências para o desenvolvimento do microclima urbano:

  • Topografia diferenciada de outras partes da cidade. Ou seja, um bairro presente em um local mais elevado da cidade, deverá apresentar temperaturas mais baixas quando comparado com locais mais baixos da cidade. 
  • Diferença discrepante de vegetação de uma área de microclima, quando comparado com o restante das áreas da cidade. Por exemplo, um bairro contemplado com bastante árvores, poderá apresentar temperaturas mais baixas quando comparado com bairros com pouca arborização. 
  • Maior concentração de poluição do ar, presente problemas em centros de grandes cidades, onde a circulação de carros tende a ser maior, por exemplo. Por isso, ela poderá apresentar temperaturas maiores, quando comparada com locais com menor circulação de automóveis. 
  • Bairros contemplados com muita construção, concreto, asfalto, entre outros. Estes tendem a ter áreas de calor mais acirrados. 

Ilhas de Calor

As ilhas de calor são um clássico exemplo de microclima urbano. Elas podem acabar sendo formadas por causas naturais, no entanto, o mais comum é que as modificações no clima sejam de origem humana. 

As ilhas de calor apresentam temperaturas mais elevadas que as regiões vizinhas, além disso apresentam umidade relativa do ar mais baixa que as demais. 

Por fim, elas formam-se, na maioria das vezes por conta da enorme presença de prédios e asfalto em um bairro ou região central de uma grande cidade, que em sua maioria são contempladas por uma pequena presença de cobertura vegetal. 

E então, gostou de saber um pouco mais sobre o microclima urbano?

Não deixe de ler também – Diferenças entre mudanças climáticas e aquecimento global

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.