Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

MEC permite que escolas usem verbas do PDDE para aulas presenciais

O Ministério da Educação (MEC) publicou uma resolução do Diário Oficial da União na última sexta-feira (17) autorizando escolas que receberam verbas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) a usar o dinheiro na retomada das aulas presenciais. 

De acordo com a resolução, escolas das redes municipais e estaduais de todo o país contempladas pelo PDDE poderão empenhar parte da verba recebida da União em ações que favoreçam as atividades presenciais de ensino.

Mais de R$ 1,1 bilhão poderão ser redirecionados para o retorno de estudantes do ensino público infantil, fundamental e médio às salas de aula.

De acordo com o ministro Milton Ribeiro, “a resolução dispõe sobre a repactuação dos recursos financeiros disponíveis nas contas bancárias vinculadas ao programa Dinheiro Direto na Escola, como forma de apoiar o retorno presencial das atividades de ensino e aprendizagem em todos os níveis, etapas e modalidades da educação básica nacional”.

Resolução prevê gastos com infraestrutura e conectividade

Conforme a Resolução nº 14, as escolas poderão usar as verbas para implementar e monitorar as medidas sanitárias impostas pelo contexto de pandemia. Além disso, poderão usar o dinheiro para melhorar a infraestrutura e ressarcir custos de voluntários que fazem a busca ativa pelos alunos.  

Estão previstos também gastos com serviços de conectividade e equipamentos de tecnologia. As unidades de ensino também poderão usar as verbas em ações de apoio e complementação do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes.

Confira a resolução na íntegra no site do DOU

Com informações da Agência Brasil.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Pism 2022: a UFJF vai ofertar mais de 2.300 vagas em cursos de graduação.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.