Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Lamarckismo: a teoria de Lamarck

Entenda esse assunto!

Lamarckismo: um resumo sobre essa teoria

Jean-Baptiste Lamarck foi um dos tantos cientistas que elaboraram teorias sobre a evolução dos seres vivos. 

As suas ideias, parte do “lamarckismo”, aparecem com grande frequência em questões de biologia das principais provas do país.

Assim, para te ajudar, o artigo de hoje trouxe um resumo com os principais tópicos do lamarckismo. 

Lamarckismo: introdução 

Denomina-se de “lamarckismo” o conjunto de teorias proposto por Jean-Baptiste Lamarck, importante estudioso do século XIX

A partir das suas ideias, Lamarck buscou explicar a evolução dos seres vivos ao longo dos séculos. É válido ressaltar que a teoria do biólogo não é mais aceita nos dias de hoje, uma vez que é considerada incorreta. Porém, o lamarckismo foi fundamental para o estabelecimento das primeiras ideias acerca da evolução.

Lamarckismo: quem foi Lamarck?

O biólogo Jean-Baptiste Lamarck, cujo nome completo era Jean-Baptiste-Pierre-Antoine de Monet, nasceu no ano de 1744. 

Lamarck foi um dos pioneiros na área da biologia. Na verdade, ele foi o primeiro cientista a introduzir o uso da palavra “biologia” no sentido moderno e como conhecemos hoje. 

Lamarckismo: as duas leis

Resumidamente, podemos afirmar que o lamarckismo se baseia em duas importantes leis. Vamos conhecer, a seguir, cada uma delas. 

Lamarckismo: lei do uso e desuso

A primeira lei foi denominada de “lei do uso e desuso” e diz respeito ao desenvolvimento ou não de certas partes dos corpos dos seres vivos. 

Ao observar os animais, Lamarck fez a seguinte observação: quando um ser vivo utiliza com frequência certa parte de seu corpo, essa é desenvolvida. Quando, ao contrário, ele não a usa, essa mesma se atrofia. 

O exemplo utilizado pelo pensador para ilustrar essa lei é o pescoço das girafas. Segundo Lamarck, em determinado momento da história, as girafas passaram a ter a necessidade de alcançar árvores muito altas para obter alimentos. Assim, elas começaram a esticar o pescoço com frequência e constância, desenvolvendo essa parte de seu corpo.

Lamarckismo: lei da transmissão dos caracteres adquiridos

A segunda lei postulada por Lamarck é, na verdade, um complemento à primeira. O cientista afirmava que as características adquiridas, ou seja, o desenvolvimento ou não de certas partes do corpo, poderiam ser transmitidas para os descendentes dos seres vivos, tornando a espécie mais adaptada a cada geração. 

Assim, no caso do pescoço das girafas, essa característica teria sido transmitida para a próxima geração de girafas, o que explicaria o motivo de esses animais possuírem pescoços grandes nos dias de hoje (e na época de Lamarck).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.