Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Itaú Unibanco vai alertar clientes sobre transações suspeitas via WhatsApp

Nova funcionalidade preza pela comunicação rápida e segurança em transações no cartão de crédito

O Itaú Unibanco anunciou esta semana uma nova forma de entrar em contato com clientes em caso de transações suspeitas para prevenir golpes e fraudes envolvendo cartões de crédito. Agora, além das notificações via SMS e App, os clientes podem receber alerta imediato via WhatsApp em casos nos quais o monitoramento do banco aponte alguma movimentação financeira suspeita. Os consumidores, inclusive, terão a possibilidade de avaliar a veracidade da transação e bloquear o cartão, caso necessário, apenas interagindo com a mensagem recebida. 

O banco explica que todos os clientes do banco que possuem cartão de crédito podem usufruir da comodidade. Para isso, é preciso autorizar este contato diretamente no aplicativo de cada produto – Itaucard, Credicard, Hipercard e Magalu. Basta acessar o app, selecionar a seção “Ajuda” e a opção “habilitar WhatsApp”. Também é possível aderir à funcionalidade via centrais de atendimento ou enviando uma mensagem no WhatsApp de cada marca. O usuário deve se atentar ao selo de verificação no aplicativo de mensagem para se certificar que está conversando com a conta oficial.  

Atualmente, mais de 5 milhões de pessoas já participam da iniciativa. 

Números de WhatsApp oficiais: 

  • Itaucard: 11 3003-3030 
  • Credicard: 11 4090-1100 
  • Hipercard: 11 4090-1896 
  • Magalu: 11 4090-1880 

Brasileiros sofrem uma tentativa de fraude a cada sete segundos 

Segundo dados do Indicador de Tentativas de Fraude, da Serasa Experian, o brasileiro sofre uma tentativa de fraude a cada sete segundos. O relatório aponta que o número de tentativas de fraude aumentou 10% em outubro de 2021, em comparação com o ano anterior. 

Além disso, de acordo com o índice, o segmento de Bancos e Cartões é o que possui a maior representatividade (58%) no volume de ataques. E, levando em conta a variação anual de outubro, registrou expansão de 16,6% em relação às movimentações fraudulentas detectadas. 

Outros setores também foram visados, como se vê na tabela abaixo, mas não na mesma intensidade que o de Bancos e Cartões. Já as financeiras apresentam o maior crescimento no período de um ano. 

 

Jaison Reis, diretor de Soluções de Identidade e Prevenção a Fraudes da Serasa Experian, indica que é necessário que as empresas reforcem suas medidas de segurança, não só para defender seus clientes, mas seu negócio também. “É fundamental que as empresas estejam sempre se atualizando e fortificando as medidas de segurança contra fraudadores. Em um momento tão significativo para o varejo, sofrer uma tentativa de fraude pode impactar negativamente o faturamento dos negócios”, afirma.  

Outros dados 

Ainda segundo o indicador, a faixa etária que mais sofreu com as tentativas de ataque em outubro deste ano é a dos consumidores de até 25 anos, que representam 13,1% do total. Em sequência estão aqueles de 26 a 35 anos, com 10,9% e os de 36 a 50 anos, marcando 9,5%. A parcela da população com idade de 51 a 60 representa 8,7% das possíveis vítimas, enquanto as pessoas acima de 60 anos equivalem a apenas 8,4%.

Dentre as regiões mais visadas pelos cibercriminosos, destaque para o Sudeste, com 52,4% das tentativas de fraudes, seguido do Nordeste (17,7%), Sul (15,1%), Centro-Oeste (8,9%) e o Norte (6,0%). 

Uma outra pesquisa, feita pela Clearsale, fornecedora de soluções de segurança para comércio eletrônico, aponta que o Brasil teve uma alta de 32,7% nas tentativas de fraude no e-commerce no primeiro semestre de 2021, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Isso reforça que há um ataque sistematizado de cibercriminosos na economia brasileira.  

Para se proteger, a recomendação mais básica é ficar cada vez mais atento durante as compras digitais. Algumas dicas que podem ajudar a evitar situações perigosas são, ao tentar encontrar uma boa promoção, se atentar a procedência dos sites em que estão navegando e inserindo seus dados pessoais – como localizar o símbolo do cadeado na barra de navegação. Também é preciso investigar com cautela as promoções e links enviados por e-mail, que podem ser falsas e até utilizar o método de phishing para extraviar informações. 

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Wesley Diz

    Muito bom essa nova funcionalidade! Com certeza o banco Itaú dar na frente quanto à segurança!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.