Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.6/5 - (5 votes)

INSS: Quem pode contribuir em atraso neste ano de 2022?

Apenas três grupos de trabalhadores podem contribuir de forma retroativa ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), sendo eles os contribuintes facultativo, individual e o Microempreendedor Individual (MEI).

Veja sobre cada grupo

Contribuinte facultativo

O segurado facultativo é aquele que não exerce atividade remunerada com carteira assinada, porém opta por pagar o INSS para garantir benefícios previdenciários. Eles devem contribuir via Guia da Previdência Social (GPS).

Quem contribuir como facultativo pode pagar ao INSS de forma retroativa caso a guia não tenha vencido em um prazo superior a 6 meses. Passando desse período, o segurado só poderá contribuir em atraso mediante a comprovação de atividade profissional.

Contribuinte individual e MEI

O segurado individual é aquele que trabalha por conta própria, em zona rural ou urbana, também conhecidos como autônomos, sendo profissional liberal ou empresário. Eles são obrigados a fazer o seu cadastro e fazer o pagamento mensal ao INSS.

Já o MEI, é o profissional autônomo que passa a ser pessoa jurídica ao obter um CNPJ. Ele também é obrigado a contribuir para o INSS. Ambas as categorias podem pagar até 5 contribuições em atraso, sem ter que comprovar a atividade laboral.

No entanto, os pagamentos atrasados, nos dois casos, com mais de 5 anos de recolhimento em atraso precisam ser feitos diante comprovação da atividade exercida, antes mesmo que uma nova GPS seja emitida.

Em suma, a Guia da Previdência Social (GPS) se refere ao documento utilizado para o recolhimento das contribuições sociais a ser utilizada pela empresa, contribuinte individual, facultativo, entre outros grupos.

Como pagar o INSS atrasado?

  1. Acesse a página do INSS para cálculo de GPS;
  2. Clique em “Calcular Guia/Carnê”;
  3. Na página da Receita Federal, clique sobre a faixa da sua filiação;
  4. Selecione a categoria “Contribuinte Individual” (por exemplo), digite o número do seu NIT/PIS/PASEP e confirme;
  5. Preencha os espaços com os meses que você pretende pagar;
  6. O valor já aparece com multa e juros, basta gerar a GPS e efetuar o pagamento;
  7. Ao confirmar seu pagamento, já estará em dia com suas contribuições atrasadas do INSS.

INSS termina pagamentos da 2ª parcela do 13º salário

Nesta terça-feira (07), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) termina de realizar os pagamentos da segunda parcela do 13º salário os aposentados e pensionistas. Na oportunidade, a autarquia vai realizar o crédito aos últimos grupos de beneficiários.

A princípio, veja quem recebe:

  • beneficiários que recebem acima de 1 salário mínimo, com Número de Identificação Social (NIS) com final 5 e 0;
  • beneficiários que recebem 1 salário mínimo e possuem o NIS com final 0.

Auxílio de R$1mil: Quem pode sacar ainda nesta semana de junho

Atualmente, cerca de 36 milhões de cidadãos possuem direitos a benefícios do INSS em todo o país. Desse total de segurados, mais de 60% recebem um salário mínimo.

Dessa forma, para garantir a antecipação do 13º salário do INSS, o beneficiário deverá receber algum dos benefícios a seguir:

  • Aposentadoria por idade, tempo de contribuição, invalidez e especial;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-acidente;
  • Salário-maternidade;
  • Auxílio-reclusão.
3.6/5 - (5 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.