Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Inflação pode fechar em 9,33 % em 2021 assim como o PIB com crescimento de 4,93%, segundo mercado

A estimativa da inflação decepciona, pois está muito acima da meta, que era de 3,75%

A compilação das estimativas do mercado financeiro mostra que a taxa de inflação em 2021 deve atingir 9,33%. Há uma semana, esperava-se que fosse de 9,17%. Um mês atrás, era de 8,59%. Essa é a 31ª alta consecutiva na projeção de mercado para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) para 2021. Veja mais detalhes das visualizações na matéria desta segunda-feira (15) do Notícias Concursos.

Inflação fechará em 2021 muito acima da média esperada

A previsão da média da inflação foi divulgada no Comunicado do BC Focus (Banco Central) na segunda-feira passada (8). O Anúncio Focus fornece visualizações médias semanais dos operadores de mercado sobre os principais indicadores econômicos.

inflacao-pib
Inflação pode fechar em 9,33 % em 2021 assim como o PIB com crescimento de 4,93%, segundo mercado – Foto: Canva Pro

A meta de inflação para 2021 é de 3,75%, mas foi abandonada pelo BC. O Ministério da Economia já está trabalhando muito para lidar com o aumento de 8,7% da inflação em 2021.

O mercado mantém a estimativa da Selic, que é a taxa básica de juros para 2021. A taxa de juros projetada para o próximo ano é de 9,25%. Para 2022, os analistas passarão de 10,25% na semana passada para 11% nesta semana, um aumento de 0,75 ponto percentual.

Na comparação com o relatório da semana passada, a expectativa para o câmbio também se mantém em 5,50 reais. As previsões do PIB para 2021 e 2022 são revistas em baixa. As operadoras estimam que a taxa de crescimento do PIB neste ano seja de 4,93%, a quarta revisão consecutiva para baixo. Há uma semana, a expectativa era de 4,94%. Há um mês, eles esperavam que fosse 5,04%.

Para 2022, a previsão de crescimento do PIB passou de 1,20% na semana passada para 1,0% nesta semana. Quatro semanas atrás, estimava-se 1,54%.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.