Inep antecipa gabarito do Enem para AMANHÃ (14/11)

Inep decidiu antecipar a liberação do gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano de 2023

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) decidiu antecipar a divulgação do gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De acordo com as informações oficiais, os resultados serão publicados nesta terça-feira (14), às 19h, pelo horário de Brasília.

Inicialmente, o plano do Ministério da Educação era divulgar o gabarito apenas no dia 24 de novembro, mas este ano a decisão foi por antecipar a data da divulgação. Assim, todos os candidatos poderão conferir a sua quantidade de acertos na prova deste ano de 2023 mais cedo.

O gabarito oficial será divulgado no site oficial do Inep, e poderá ser consultado de maneira gratuita por todos os candidatos e curiosos. “O gabarito oficial, que estava previsto para o dia 24/11, o Inep vai ter a possibilidade de antecipar a divulgação”, disse o Ministro da Educação, Camilo Santana (PT).

Inep antecipa gabarito do Enem para AMANHÃ (14/11)
Estudantes aguardam em fila para o Enem. Imagem: Valter Campanato/ Agência Brasil

Mudanças no Enem

Por meio de uma coletiva de imprensa, Santana também confirmou que o seu Ministério já está realizando estudos visando possíveis mudanças no Enem. A ideia é verificar o que deu certo na edição deste ano, e aplicar possíveis alterações.

“Já procuramos reverter a curva de inscritos, que tem sido descendente nos últimos anos. Além disso, a nossa preocupação é garantir que mais concluintes do ensino médio façam o exame. Vamos procurar mecanismos que estimulem as inscrições. Temos discutido a possibilidade de gratuidade e de articulação com os estados, para que esses alunos sejam inscritos”, explicou o Ministro.

Dados oficiais do Ministério da Educação dão conta de que quase um terço dos inscritos na prova do Enem não compareceu aos dois dias de prova. Foram quase 4 milhões de inscritos, dos quais 1,2 milhão não fizeram o exame nesta edição de 2023.

Abertura da inscrição para reaplicação

O Inep abriu nesta segunda-feira (13), o processo de inscrição para a reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo as informações oficiais, o procedimento pode ser feito na Página do Participante até a próxima sexta-feira (17).

Apenas dois grupos de candidatos podem solicitar a remarcação da prova, que será realizadas nos dias 12 e 13 de dezembro.

  • Alunos prejudicados pela marcação do exame a mais de 30km de suas residências;
  • Alunos que pediram remarcação por problema de doença, ou de logística.

O Enem de 2023

Dados oficiais divulgados pelo Ministério da Educação mostram que o Enem foi realizado este ano em 9.396 locais diferentes que abrigaram 132.466 salas em 1.750 municípios em todas as 27 unidades da federação.

Pouco mais de 2,2 mil alunos foram eliminados por um dos seguintes motivos:

  • portar equipamento eletrônico;
  • ausentar-se antes do horário permitido;
  • não atender orientações dos fiscais;
  • entre outros.

A edição de 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio ocorreu cercada de polêmicas. De acordo com o MEC, imagens do exame foram vazadas nas redes sociais durante a aplicação da prova.

Pelas regras gerais, o vazamento não poderia ter ocorrido, porque não é permitido que nenhum candidato use o celular para fotografar o exame, e muito menos é permitido que ele poste a foto nas redes sociais. De acordo com o Ministro da Educação, Camilo Santana, agentes de segurança já começaram a se mobilizar para entender o que aconteceu.

Os primeiros passos da investigação já começaram a ser dados, e os agentes descobriram que os vazamentos teriam partido de duas unidades da federação. São elas: Pernambuco e Distrito Federal. Segundo Santana, diligências já foram feitas. Ele também reiterou que mais casos podem ser encontrados em breve.

“A Polícia Federal (PF) já está investigando os fatos, inclusive fizeram duas diligências, uma em Pernambuco, onde um proprietário de conteúdo digital divulgou a imagem. Portanto, já houve esta diligência. A outra diligência ocorreu no Distrito Federal. Eu conversei com o Ministro Flávio Dino, conversei com o superintendente da PF”, disse Camilo Santana.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.