Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

História Geral: as Guerras de Religião na Europa

Conflitos que abalaram a Europa no século XVI

Guerras de Religião na Europa: um resumo

O termo “guerras religiosas” foi utilizado para denominar uma série de embates que afetaram o continente europeu a partir do século XVI.

O assunto é cobrado com muita frequência por questões de história geral, principalmente dentro dos vestibulares e da prova do ENEM.

Dessa forma, para que você consiga se preparar da melhor forma possível, o artigo de hoje trouxe um resumo completo sobre as Guerras de Religião na Europa. Confira!

Guerras de Religião na Europa: introdução

A partir do início do século XVI, o continente europeu foi palco de diversas guerras motivadas por razões religiosas. Os embates se prolongariam até a segunda metade do século XVII.

Guerras de Religião na Europa: contexto histórico

No início do século XVI, uma forte crise abalou as estruturas da Igreja Católica e fez com que ela e o clero se tornassem alvo de severas críticas. Os principais motivos que provocaram essa situação eram a corrupção e a venda de indulgências, ou seja, a venda do perdão espiritual.

As principais denúncias à situação da Igreja seriam realizadas por Martinho Lutero e provocariam a criação do movimento denominado de “luteranismo”, que surgiria na Alemanha e se expandiria de forma rápida por toda a Europa.

O Papa Leão X e o imperador Carlos V tentaram impedir o movimento, mas não conseguiram e a Europa passou a possuir dois grupos religiosos que passaram a lutar entre si: os católicos e os protestantes.

Guerras de Religião na Europa: a Guerra dos Trinta Anos

Um dos maiores exemplos das Guerras de Religião na Europa foi a Guerra dos Trinta Anos, conflito que envolveu a França, a Espanha, a Alemanha, a Inglaterra e outras nações. O embate aconteceu entre os anos de 1618 e 1648.      

O conflito começou quando, em maio de 1618, na Boêmia, um grupo de protestantes invadiu o Palácio Real porque queriam protestar contra a derrubada de templos protestantes.

Ainda, devemos dizer também que a Guerra dos Trinta Anos foi provocada pelo enfraquecimento do sistema feudal e da Igreja da época.Paralelamente a isso, o surgimento da burguesia e o apoio dessa classe aos movimentos protestantes também influenciaram o embate.

No ano de 1648, o Tratado de Vestfália foi assinado e é, até os dias de hoje, considerado o responsável por colocar um fim às Guerras Religiosas na Europa.   

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.