Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como melhorar a gestão financeira de pequenas empresas? Conheça 10 dicas importantes para otimizar esse processo

A eficácia da gestão financeira de pequenas empresas é essencial para o crescimento e a sobrevivência do negócio. Envolve planejamento, organização, controle e monitoramento dos recursos financeiros a fim de atingir os objetivos de crescimento.

Por que se deve saber as informações financeiras da empresa?

Dentro de uma boa gestão financeira de pequenas empresas é importante saber exatamente cada detalhe das finanças. Mas, dados financeiros são simplesmente o valor monetário de receitas e despesas ou lucros e perdas? Ou eles significam mais do que isso, sendo também como se ganha e gasta dinheiro, onde e quando se faz isso?

A maioria dos proprietários de pequenas empresas vincula suas contas à documentação que os bancos lhes pedem para dar crédito ou abrir uma conta bancária. No entanto, as finanças envolvem muito mais.

Em um nível superior, os dados econômicos referem-se a relatórios ou declarações que oferecem informações valiosas sobre a saúde financeira de um empreendimento. Você precisa saber o que são e de onde estão vindo para estar inteirado do desempenho dos negócios a qualquer momento.

10 dicas para melhorar a gestão financeira de pequenas empresas

Uma boa gestão financeira de pequenas empresas ajudará o empreendimento a fazer o uso eficaz dos recursos. Além do mais, será possível cumprir os compromissos com as partes interessadas, obtendo vantagem competitiva, bem como se preparando para uma estabilidade financeira a longo prazo. Com isso, o gerenciamento das finanças deve fazer parte dos processos essenciais da empresa, sendo incluído no planejamento contínuo.

É mais provável que se ache as finanças um tanto quanto complicadas e confusas. Contudo, com as 10 dicas abaixo, será possível ter o controle de tudo, potencializando o crescimento empresarial.

Não cumprir prazos para apresentar pagamentos e declarações de impostos pode incorrer nos juros e nas multas
Não cumprir prazos para apresentar pagamentos e declarações de impostos pode incorrer nos juros e nas multas – Foto: Canva Pro

1.Ter um plano para negócios objetivo

Um plano para os negócios vai estabelecer onde se está, assim como para onde deseja chegar em determinado prazo. Dessa forma, ele detalhará como o negócio será financiado, bem como suas atividades, de quanto dinheiro precisará, também como ele virá.

2.Monitorar a posição financeira

Para melhorar a gestão financeira de pequenas empresas deve-se monitorar o progresso dos negócios regularmente. Constantemente, deve-se saber qual é o saldo bancário, o saldo de vendas e o estoque.

É preciso também revisar mensalmente a posição com relação às suas metas estabelecidas no plano de negócios. Assim, poderá estabelecer um parâmetro de crescimento empresarial.

3.Garantir os pagamentos dos clientes em dia

Os pequenos negócios podem enfrentar grandes problemas por conta dos atrasos nos pagamentos dos clientes. A fim de reduzir o risco desse tipo de problema, é necessário deixar suas condições e termos de crédito óbvios logo no início.

Ademais, emita também as faturas precisas e claras. A utilização de sistemas de gerenciamentos de crédito computadorizados obviamente ajudará a controlar as contas de clientes.

4.Conhecer os custos diários

Mesmo a empresa mais lucrativa enfrentará dificuldades caso não tenha dinheiro suficiente a fim de cobrir todos os custos diários, como salários e aluguel. Assim, é preciso se conscientizar do custo mínimo que o empreendimento precisa para sua sobrevivência, garantindo que não diminua abaixo disso.

5.Manter atualizado os registros contábeis

Se as contas não forem mantidas atualizadas, arrisca-se perder dinheiro por não conseguir acompanhar os atrasos nos pagamentos dos clientes. Mas não só isso, por não perceber quando terá que pagar aos seus fornecedores.

A maioria dos proprietários de pequenas empresas vincula suas contas à documentação que os bancos lhes pedem para dar crédito ou abrir uma conta bancária
A maioria dos proprietários de pequenas empresas vincula suas contas à documentação que os bancos lhes pedem para dar crédito ou abrir uma conta bancária – Foto: Canva Pro

Usar um ótimo sistema para manutenção dos registros o ajudará a controlar dívidas, despesas e credores. Além do mais, é possível solicitar financiamentos adicionais, economizando custos da contabilidade e tempo.

6.Cumprir os prazos fiscais na gestão financeira de pequenas empresas

Não cumprir prazos para apresentar pagamentos e declarações de impostos pode incorrer nos juros e nas multas. Esses são custos altos e desnecessários que devem ser evitados apenas com planejamento futuro.

Deixar os registros precisos economizará dinheiro e tempo na boa gestão financeira de pequenas empresas, uma vez que se pode ter certeza de que os impostos devidos estão quitados. Portanto, é importante que você cumpra suas obrigações.

7.Tornar-se mais eficiente controlando as despesas

O empreendimento está operando de forma verdadeiramente eficiente? Economizar a energia é, portanto, economizar dinheiro. Isso pode acontecer com a implementação de mudanças nos comportamentos, usando os equipamentos existentes de forma mais eficiente.

É uma forma fácil de cortar os custos. As áreas comuns de um escritório a serem exploradas incluem iluminação, equipamentos e o ar condicionado.

8.Controlar o estoque na gestão financeira de pequenas empresas

O controle do estoque eficiente garante a quantidade certa dos produtos disponível no ato da comercialização. Dessa forma, o capital não será sobrecarregado desnecessariamente.

Para isso, será preciso implementar sistemas para monitorar os níveis do estoque; assumindo esse controle o dinheiro será liberado, ao mesmo tempo que terá bons estoques a disposição.

9.Obter o financiamento correto

É essencial que se escolha o financiamento certo para o tipo de negócio, pois as linhas de crédito são projetadas para atender às mais diferentes necessidades. Assim, os pequenos empreendimentos geralmente dependem de financiamentos baseados em algo parecido com financiamentos pessoais, mas levando em conta a pessoa jurídica.

10.Resolver os problemas assim que eles surgem

É sempre estressante enfrentar problemas financeiros, ainda mais em se tratando de um negócio. Contudo, há conselhos disponíveis a fim de auxiliar a resolver essas questões antes que se tornem muito difíceis de lidar.

Então, procure aconselhamento profissional rapidamente. Existem também alguns passos iniciais bem simples, que se pode seguir para minimizar os impactos, como primeiro resolver dívidas prioritárias e avaliar as possibilidades de melhorar a gestão financeira de pequenas empresas.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.