Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Gás de cozinha vai ficar mais CARO

O brasileiro poderá sentir no bolso mais um aumento de preço neste ano que mal começou. Isto porque, a Petrobras afirmou que o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, será elevado em 6% a partir desta quinta-feira (07). As informações foram passadas pela petroleira por meio de nota divulgada ontem.

Com isso, a Petrobras venderá 13 kg por R$35,98. Antes  do reajuste o preço pago seria R$33,98 pela mesma quantidade.

O reajuste de valores segue também a alta do preço do petróleo no mercado internacional: o valor cotado ontem estava em US$ 54,30 (para o barril do tipo Brent). Em 2020, o reajuste acumulado do GLP foi de 21,9% ou R$ 6,08 por botijão.

Na última semana de novembro, o preço médio do botijão para os brasileiros estava em R$ 73,22, porém os valores podiam variar entre os postos de vendas.

O aumento deve se somar a outras despesas de início de ano, por outro lado, a conta de luz deve ficar mais barata. 

Como pagar mais barato o gás de cozinha

Uma opção para quem deseja economizar é comparar os preços dos botijões de gás. Isso pode ser feito pelo aplicativo Chama, que conecta cliente e revendedores.

Por meio do aplicativo, além de pedir o gás no local mais barato, é possível acompanhar o pedido até a entrega. Outra funcionalidade é entre em contato com o atendimento do aplicativo.

Para economizar o gás também é possível tomar alguns cuidados:

1-Cozinhar os itens como macarrão com a panela fechada

2- Acompanhar se as bocas do fogão estão funcionando corretamente. ( O uso inadequado pode fazer com que o gás seja desperdiçado, o ideal é que o fogo esteja azul.)

3- Cortar ao máximo os alimentos

4 – Aproveite o vapor para cozinhar alimentos

5- Evite ficar abrindo e fechando o forno

6- Pré-aqueça o forno somente no tempo necessário

7 – Troque as panelas velhas ( fundos gastos ou tortos podem te dar prejuízo).

Políticas de preço

A empresa ainda destacou igualou os preços do gás de cozinha para todos os seguimentos. Sendo o GLP vendido diretamente ás distribuidores.

“Por sua vez, as distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, declarou a empresa.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
2 Comentários
  1. Leoni Diz

    O site da Petrobras também passa a informar o valor médio do GLP residencial comercializado pela Petrobras às distribuidoras para envase em botijão de gás de cozinha. Atualmente (jan-2021), seu preço médio sem tributos é equivalente a R$ 36,98 por botijão de 13kg.
    Em janeiro de 2018, a Petrobras divulgou a revisão da política de preços do GLP de uso residencial com o objetivo de reduzir a volatilidade de preços do produto. A revisão alterou a frequência dos reajustes de mensal para trimestral e introduziu um mecanismo de compensação pelas diferenças entre os valores que seriam praticados pela política anterior e aqueles adotados pela metodologia atual, sem, portanto, impactar negativamente o resultado da companhia. A referência continua a ser o preço do butano e propano comercializado no mercado europeu acrescido de margem de 5%.

  2. EVERALDO ANTONIO ZERBONE Diz

    Culpa da safadeza do COVID 19 da distinta CHINA….país que sempre escravizou seu cidadãos e agora estão escravizando o MUNDO todo….canalhas…

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.