Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Gás de cozinha fica mais caro com decisão da Petrobras; veja o valor

A Petrobras, por meio de nota oficial, determinou um aumento do preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), o chamado gás de cozinha. A medida tomada pela empresa já está em vigor.

Dessa forma, o GLP passará a ser vendido pela petroleira estatal a 13 kg por R$ 35,98. Antes do reajuste, o valor era de R$ 33,98 por 13 kg. Ou seja, o gás subiu R$2 com a nova mudança da estatal.

A alteração no valor do gás de cozinha foi por conta da alta do preço do petróleo no exterior. Na última semana, por exemplo, o combustível do tipo Brent era negociado a US$ 54,30 por barril. O GLP acumulou alta de 21,9% ou R$ 6,08 por botijão em 2020.

No fim de 2020, o botijão para o consumidor final no Brasil tinha um valor médio de R$73,22. Em contrapartida ao aumento do gás, a conta de energia deve ficar mais barata em janeiro.

Petrobras justificou o aumento do gás de cozinha

A Petrobras revelou que igualou os preços do gás de cozinha para todos os seguimentos. Segundo informações da estatal, o preço final do GLP é definido pelas distribuidoras.

“Por sua vez, as distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, revelou a empresa, acrescentando que os preços do gás de cozinha seguem a tendência de mercados internacionais.

“Os preços de GLP praticados pela Petrobras seguem a dinâmica de commodities em economias abertas, tendo como referência o preço de paridade de importação, formado pelo valor do produto no mercado internacional, mais os custos que importadores teriam, como frete de navios, taxas portuárias e demais custos internos de transporte para cada ponto de fornecimento, também sendo influenciado pela taxa de câmbio”, finalizou.

Como economizar no gás de cozinha?

Veja dicas de como economizar o seu gás de cozinha GLP:

  1. Verificar se as bocas do fogão estão funcionando corretamente, uma vez que o uso inadequado pode gerar desperdício;
  2. Cortar ao máximo os alimentos para que cozinhem mais rápido;
  3. Cozinhar alimentos no vapor;
  4. Não abrir e fechar o forno diversas vezes;
  5. Pré-aquecer o forno somente durante o tempo necessário; e
  6.  Trocar as panelas velhas, uma vez que fundos gastos ou tortos podem atrasar a cocção.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
12 Comentários
  1. Christini Rigelo Diz

    Acho um absurdo todo esse reajuste,um produto que é fabricado aqui e sai muito mais caro pra nós. Não aguento mais o s fornecedores foda semana mudando os valores. Daqui a pouco vou ter que fechar o diskgas por não aguentar mais tanto reajuste.

  2. Beto Diz

    Vamos virar Venezuela,o presidente faliu tanto…

  3. João Carlos dos Santos Chaves Diz

    Tudo aumenta no Brasil e vem o governo dizer que nao tem inflação, estão de sacanagem com povo só nao tem inflação para o aumento do salário mínimo que faz anos que nao tem aumentado real e nao acompanhá o aumento das outras coisas, o salário teria que estar na faixa de uns 4500.00 reais foi o cálculo do diese fez, veja a quantia que está defasado por isto que teria que ter uma reforma política no Brasil, para acabar com estes bandos de políticos safados e sanguessugas que só pensam eu seus interesses e nao na população?

  4. João Carlos dos Santos Chaves Diz

    E uma vergonha o valor do gás de cozinha, está aumento todo mês e os alimentos, água e luz também é vem o governo dizer que nao tem inflação, estão de sacanagem com o povo, só nao existe inflação para aumentar o salário que está defasado a muitos anos e nao acompanhá o preço das outras coisas, são todos um bando de corruptos estes políticos, no Brasil teria que ter uma reforma política para acabar com esta corjia de políticos ladrões?

    1. Ana Paula Pontes Diz

      Verdade, está todo mês aumentando tudo…
      É uma vergonha esse governo.

  5. Maria Lúcia Nascimento Diz

    Não tem inflação prá eles que ganham um absurdo de dinheiro, vão viver com um salário mínimo.

  6. Celso Diz

    De onde vieram estes preços citados na matéria:
    Dessa forma, o GLP passará a ser vendido pela petroleira estatal a 13 kg por R$ 35,98. Antes do reajuste, o valor era de R$ 33,98 por 13 kg

    Preciso de 2015, 2016…

  7. Carlos Diz

    Uma vergonha o governo anunciar um reajuste de um gás de cozinha a esse preço enquanto o salário mínimo continua uma miséria , e o mais incrível é o nosso presidente dizer que estamos sem inflação , foi se o tempo que trabalhar pra comer era uma realidade agora nem pra comer o pobre consegue ganhar . E lastimável essa situação absurda

    1. Jota Diz

      Os combustíveis seguem os preços internacionais e os salários seguem os preços da miséria. Tenham vergonha na cara seus canalhas. Doaram as estatais para sugar a população. Guedes e bolsonaro uma dia vao pagar está maldade.

  8. Teté Diz

    85 o gas aqui paguei dia 17 dezembro

  9. Iela Dione Diz

    O preço absurdo que foi parar alimentos, água, Luz , total desemprego e. O nosso presidente diz que não tem inflação!!!

  10. MATHEUS ESTEVES CINEZIO Diz

    Muito boas as notícias a gente fica bem informado

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.