FIQUE DE OLHO NO TROCO! Moeda de 5 centavos vale até 600 vezes seu valor facial

Você sabia que uma moeda de 5 centavos pode ser vendida por até 600 vezes o seu valor facial? Isso pode até ser difícil de acreditar, mas existem muitas pessoas que pagam caro para terem em sua posse itens incomuns, com características únicas, mesmo que tenham um valor baixo. Por isso, fique ligado no troco e não perca a chance de ganhar dinheiro sem dificuldade.

Nos últimos tempos, a venda de moedas raras cresceu de maneira significativa no Brasil. Em resumo, o negócio se tornou muito lucrativo para as pessoas que possuem itens pouco comuns. Aliás, essa também é uma grande chance de ter uma fonte de renda extra através da venda de alguns exemplares.

A saber, as pessoas que se especializam, pesquisam ou colecionam cédulas, moedas e medalhas recebem o nome de numismatas, e esse universo se fortalece no país a cada dia que passa. Como o negócio beneficia tanto quem vende quanto quem compra, seu alcance tem crescido nos últimos tempos.

Veja o que eleva o valor de uma moeda

Muitas moedas fazem sucesso entre os colecionadores e passam a ter valores muito altos. Isso acontece devido a características únicas destes modelos, encontradas em poucos exemplares, como exemplares fabricados para datas comemorativas, modelos com erro de cunho ou fabricação, poucos exemplares produzidos ou poucas unidades em circulação no país.

Em suma, essas são as principais características que tornam uma moeda mais valiosa. Como os colecionadores buscam itens raros e únicos, estes fatores chamam a atenção e os fazem pagar caro para terem os itens.

Com o passar do tempo, torna-se cada vez mais difícil encontrar estes modelos. Por isso que seus valores crescem tanto, fazendo diversas pessoas venderem itens com preços muito altos.

Exemplo de moeda de 5 centavos de 2013
Exemplo de moeda de 5 centavos do ano de 2013. Imagem: Reprodução.

Moeda de 5 CENTAVOS vale até 600 vezes seu valor de face

A Casa da Moeda fabrica o dinheiro no Brasil, conforme os pedidos feitos pelo Banco Central (BC). Quanto menor o valor facial da moeda, maior tende a ser sua tiragem. Como 5 centavos é o menor valor de moedas no país, a Casa da Moeda costuma fazer centenas de milhões de unidades.

Em meio a esse mar de moedas, raríssimas apresentam erros de fabricação, que elevam significativamente o seu valor para os colecionadores. Um destes modelos, fabricado em 2013, possui um erro conhecido como “rastro nas estrelas“.

No reverso da moeda, estão dispostos valor, ano de cunhagem e alusão ao Pavilhão Nacional. Entretanto, no caso da moeda rara de 5 centavos, existem alguns rastros próximos às estrelas, que podem aparecer mais próximos da borda ou mais centralizados em relação às estrelas. Caso você tenha algum item com esse defeito, pode comemorar, que o valor pode chegar a dezenas de reais.

Estado de conservação influencia valor dos itens

As moedas recebem algumas classificações quanto ao seu estado de conservação. O primeiro termo se chama flor de cunho, que se refere aos exemplares que não circularam, ou seja, não apresentam qualquer sinal de desgaste ou manuseio. Em outras palavras, são moedas que não possuem marcas e estão em perfeito estado de conservação.

Por sua vez, o estado de soberba se refere às moedas que apresentam, aproximadamente, 90% dos detalhes da cunhagem original. Em síntese, os exemplares que tiveram uma pequena circulação se enquadram neste segmento.

Já a moeda muito bem conservada (MBC) se caracteriza por ter mais sinais de manuseio e uso. Os itens devem apresentar, aproximadamente, 70% dos detalhes da cunhagem original. Além disso, o seu nível de desgaste deve ser homogêneo, sem ter um local bem mais desgastado que outro.

De acordo com o Catálogo Ilustrado Moedas com Erros, as moedas de 5 centavos de 2013 normais, sem defeitos, chegam a valer R$ 10 (soberba) e R$ 16 (flor de cunho). Contudo, caso o item apresente o erro “rastro nas estrelas”, os valores podem chegar até a R$ 30, caso o modelo seja flor de cunho.

A propósito, os valores informados em catálogos de moedas são apenas uma base para os colecionadores e os vendedores. No entanto, os valores reais dependem da negociação entre as partes envolvidas. Logo, é possível vender as moedas por preços mais elevados que os informados em catálogo, caso o comprador acredite que vale a pena pagar mais caro.

De todo modo, os interessados em vender seus exemplares podem entrar em sites especializados. Há muitos colecionadores dispostos a pagar caro para terem modelos raros, e essa é uma chance para ganhar um dinheiro extra sem fazer muito esforço.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.