Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

2/5 - (1 vote)

FGTS: Trabalhadores relatam atrasos nos saques de R$1 mil

Liberações do FGTS acontecem de maneira oficial desde a última quarta-feira (20), mas algumas pessoas afirmam que não receberam

Alguns trabalhadores formais afirmam que ainda não conseguiram receber o dinheiro da liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) que está sendo liberado pelo Governo Federal desde o último dia 20 de abril. Na ocasião, as liberações aconteceram apenas para as pessoas que nasceram no mês de janeiro.

Usuários que fazem parte deste grupo afirmam que ainda não conseguiram receber nada. Eles garantem ainda que o sistema do próprio FGTS indica que eles possuem algum nível de saldo disponível, mas mesmo assim o dinheiro não teria sido depositado na conta do Caixa Tem, o app indicado para depósito pelo próprio Governo Federal.

A Caixa Econômica Federal é o banco pagador do saldo extraordinário. A instituição explica que os repasses do FGTS acontecem sempre obedecendo o mês de aniversário de cada um dos usuários. Há um espaçamento que pode variar de sete a 10 dias, de modo que nascidos em janeiro receberam no dia 20 de abril, e quem nasceu em fevereiro deve receber apenas no dia 30 deste mês.

O banco esclarece ainda que geralmente não é necessário realizar nenhum tipo de solicitação do dinheiro do benefício. Entretanto, existem casos em que o cidadão precisa realizar o pedido de depósito. A Caixa acredita que o atraso de ao menos uma parte destes usuários pode estar acontecendo justamente devido à falta desta solicitação.

O trabalhador que nasceu no mês de janeiro, pode conferir se precisa solicitar ou não o dinheiro do benefício sem ter que sair de casa. Para isso, basta conferir as informações básicas no próprio app do FGTS. A aplicação está disponível para download em celulares com sistema Android e iOS. Não há nenhum custo para baixar o aplicativo.

O que diz o banco

Se você solicitou o saldo e mesmo assim ele não caiu na conta, então a situação é outra. A Caixa explicou que o atraso pode estar acontecendo por uma série de razões. Uma delas é o próprio atraso no sistema do aplicativo.

Segundo o banco, “é necessário um prazo mínimo para os procedimentos operacionais depois que o trabalhador complementa o cadastro e faz a solicitação do saque extraordinário”. O banco não especificou o tamanho do prazo mínimo.

A Caixa revelou ainda que os trabalhadores que não possuíam saldo nas contas na data prevista para o pagamento, poderão ter uma nova tentativa de liberação nas datas seguintes do mesmo calendário divulgado pelo Governo Federal.

O FGTS extraordinário

Como dito, os pagamentos do FGTS extraordinário começaram oficialmente na última quarta-feira (20), para os usuários que nasceram em janeiro. Informações oficiais dão conta de que pouco mais de 3,9 milhões já podem realizar a movimentação.

Para o primeiro pagamento, a Caixa liberou pouco mais de R$ 2,7 bilhões. O valor é o maior previsto entre as 12 liberações que estão planejadas para acontecer. Outros R$ 2,2 bilhões serão liberados no sábado (30) para quem nasceu em fevereiro.

Segundo o Governo Federal, os pagamentos do FGTS extraordinário devem acontecer sempre através do app do Caixa Tem. A consulta aos valores, no entanto, pode ser feita antes da data através do aplicativo do próprio FGTS.

2/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.