Esta moeda antiga vale muito dinheiro mesmo sem defeito

Conheça a moeda antiga que pode valer muito dinheiro mesmo que seja encontrada sem nenhum tipo de defeito

Com uma rica história monetária, com direito a várias trocas de moedas, o Brasil vem se tornando uma espécie de paraíso de colecionadores. Dezenas de peças consideradas raras ainda estão espalhadas por todo o território nacional, e uma parte importante delas pode valer muito dinheiro.

É o caso, por exemplo, da famosa moeda de 400 réis do ano de 1532. Dentro do mundo da numismática, ela é conhecida como uma vicentina, já que faz uma homenagem ao aniversário da criação da Vila de São Vicente. Trata-se da região que hoje compreende o estado de São Paulo.

Esteticamente falando, nós estamos falando de uma moeda muito grande, sobretudo quando se compara com as peças atuais. Se tiver uma oportunidade, você pode comparar os exemplares de 400 réis do ano de 1532 com a peça de 1 real dos tempos atuais. A diferença será visível.

Do ponto de vista da tiragem, estamos falando de uma moeda que contou com apenas cerca de 416 mil peças postas em circulação no ano de 1532. Na linguagem da numismática, podemos dizer que esta é uma tiragem muito baixa, o que faz a moeda ser considerada muito rara.

Identificando a moeda

Como estamos falando de um exemplar antigo, é natural que a grande maioria das pessoas não saiba identificar o item. Neste sentido, separamos abaixo uma lista com as principais características da moeda de 400 réis do ano de 1532, segundo as informações da Casa da Moeda:

  • Plano Monetário: Padrão Réis (1922 – 1942);
  • Período: República – Era Vargas;
  • Casa da Moeda: Rio de Janeiro;
  • Diâmetro: 30mm;
  • Peso: 12gr;
  • Metal: Cupro-Níquel;
  • Borda: Lisa;
  • Reverso: Moeda;
  • Comemorativa: Vicentina – 4º Centenário da Colonização do Brasil;
  • Moeda Desmonetizada;
  • Desenho do Anverso: IV CENTENÁRIO DA COLONIZAÇÃO DO BRASIL. Mapa da América do Sul mostrando o Brasil dividido pelo meridiano de Tordesilhas com as datas 1532 – 1932. Sob o mapa, ao lado esquerdo, a sigla WT do gravador Walter Rodrigues Toledo;
  • Desenho do Reverso: Valor de face ao redor da Cruz da Ordem de Cristo. No ângulo entre o braço direito e o pé da Cruz, a sigla BN do gravador Basílio Nunes.
Esta moeda antiga vale muito dinheiro mesmo sem defeito
Moeda de 400 réis do ano de 1532. Imagem: Reprodução

Quanto vale esta moeda?

Como dito, esta moeda contou com uma tiragem muito baixa, mesmo para os padrões da época. Assim, mesmo que você encontre um item sem erros de cunhagem, saiba que você pode ganhar muito dinheiro.

Abaixo, você pode conferir a projeção de valores da moeda de 400 réis do ano de 1532, tomando como base as informações dos catálogos numismáticos mais atualizados:

MBC SOBERBA FLOR DE CUNHO
R$ 35,00 R$ 120,00 R$ 260,00

As moedas do Brasil

O Brasil já contou com várias moedas no decorrer da sua história, de modo que esta peça de 400 réis de 1932 foi apenas uma dentre tantas outras que já circularam pelas nossas ruas. Abaixo, você pode ver um resumo da nossa história monetária:

  • Período colonial a 1942 – Réis
  • De 1942 a 1967 – Cruzeiro
  • De 1967 a 1970 – Cruzeiro Novo
  • De 1970 a 1986 – Cruzeiro
  • De 1986 a 1989 – Cruzado
  • De 1989 a 1990 – Cruzado Novo
  • De 1990 a 1993 – Cruzeiro
  • De 1993 a 1994 – Cruzeiro Real
  • De 1994 até os dias atuais – Real

Os réis

Na tabela acima, é possível perceber que os réis foram as primeiras moedas da história do Brasil, e começaram a ser usadas ainda no período de colonização até poucas décadas atrás. Na chegada dos portugueses, não existiam moedas no Brasil, e o comércio era realizado basicamente em um sistema de trocas de produtos.

Com o avanço da colonização, e consequentemente do comércio, o Brasil começou a ter o mesmo padrão monetário do Portugal: o real. Os reais, plural do real, acabaram sendo popularizados como réis, nome que acabou funcionando oficialmente por centenas de anos.

“Mas definir valor comercial à essas moedas é algo relativamente complicado, principalmente porque, como foram produzidas como erros durante o processo de cunhagem, não há registros da quantidade de moedas emitidas”, diz o especialista Plínio Pierry.

2 Comentários
  1. Erica Diz

    Tenho uma nota de 1 cruzeiro em perfeito estado, quero vender.

    0
    0
  2. Georcelia Diz

    Tenho várias moedas de diversos Países bem antiga.
    Quero vende_las

    0
    0
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.