Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tenentismo: Entenda a Coluna Prestes para o Enem 

A Coluna Prestes foi liderada por Luís Carlos Prestes e foi um movimento político entre 1924 e 1927 com fortes ligações ao tenentismo. 

O movimento foi liderado por militares, contrário ao governo da República Velha e às elites agrárias. O movimento ganhou grande notoriedade na década de 20. 

Trata-se de um tema que pode aparecer em provas de vestibulares de todo país, assim como no Enem. Por isso vale a pena ficar ligado no assunto, acompanhe! 

Causas e objetivos da Coluna Prestes 

Podemos destacar como a principal causa para o surgimento da Coluna Prestes a insatisfação por parte dos militares “tenentismo” pela forma que o país era liderado nos anos 20. 

Eram contrários a forma de governo que contemplava a falta de democracia, corrupção eleitoral, poder político entre a elite agrária, exploração dos mais pobres por meio dos coronéis. 

Desse modo, podemos destacar como principais objetivos do movimento:

  • Chegar a maioria do território do Brasil, sobretudo o interior, estimulando o povo a se rebelar contra o governo e as elites agrárias. O principal objetivo era o fim do governo do presidente Arthur Bernardes. 
  • Dar o direito ao voto secreto 
  • Instaurar o ensino fundamental de forma obrigatória do país
  • Buscar o fim da pobreza extrema e injustiça social no Brasil

Características do movimento

A base do movimento contava com ao menos 200 homens, no entanto, ao longo dos 25 mil quilômetros percorridos pelo Brasil, a Coluna Prestes chegou a contar com cerca de 1400 pessoas entre militares e simpatizantes. 

Os integrantes da Coluna Prestes realizavam conversas com as pessoas e propagavam uma forte propaganda anti-governo, demonstrando diversas injustiças sociais da época, assim como defendiam reformas políticas e sociais. 

O movimento foi iniciado no Rio Grande do Sul e após quase três anos, percorreu ao menos 11 estados e terminou dividido. Um grupo rumou para a Bolívia, enquanto o outro partiu para o Paraguai. 

Consequências

A Coluna Prestes não obteve êxito no seu principal objetivo que era derrubar o governo, contudo ele foi peça importante no enfraquecimento político da República Velha e abriu caminho para a chegada da Revolução de 1930 que levou Getúlio Vargas à presidência. 

Além disso, com o fim do movimento, o líder Luís Carlos Prestes foi para a Bolívia estudar marxismo, posteriormente em 1931 foi para União Soviética, só retornou ao Brasil em 1934 de forma clandestina. 

E então, gostou de conhecer mais sobre o assunto?

Não deixe de ler também – História do Brasil: Resumão sobre os três períodos da Era Vargas

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.