Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3/5 - (2 votes)

Empréstimo com garantia de imóvel; veja como funciona

Esse tipo de empréstimo é muito utilizado para negociar dívidas caras, como investir em um negócio e realizar projetos pessoais, estudar fora, reformar a casa, fazer um casamento, entre outros.

Uma modalidade de crédito muito popular no exterior está ganhando forças no Brasil. Trata-se do empréstimo com garantia de imóvel, que possui uma das menores taxas de juros já vista para o seguimento.

Esse tipo de empréstimo é muito utilizado para negociar dívidas caras, como investir em um negócio e realizar projetos pessoais, estudar fora, reformar a casa, fazer um casamento, entre outros.

Veja também:  Auxílio Emergencial: Quem pode receber o valor retroativo em 2022?

Como funciona?

Como o próprio nome sugere, o empréstimo utiliza uma propriedade para garantir o pagamento das parcelas. Diante disso, o cliente indica para a instituição financeira que não apresenta riscos de inadimplência e que consegue pagar as mensalidades com juros baixos.

Logo, para contratar um empréstimo como esse o interessado deve ter como pré-requisito um imóvel registrado em seu nome, podendo ser residencial ou comercial. Além disso, durante todo o contrato, a propriedade continua em nome do contratante que pode ainda usufruir do seu bem.

Vantagens do empréstimo

  • Juros baixos, a partir de 1,15% ao mês;
  • Prazos longos para pagamento, de 60 a 180 meses;
  • Valores altos com o empréstimo, podendo chegar até 60% do imóvel;
  • Pode usufruir do imóvel, sem precisar vender ou alugar.

Como contratar o empréstimo?

Até conseguir contratar o empréstimo o interessado terá que aguardar algum tempo. Isso porque, cada etapa exige uma atenção especial, inclusive a de vistoria do imóvel. Confira o processo de contratação a seguir:

  1. O interessado deve solicitar a modalidade de empréstimo em uma agência física ou no site da instituição financeira que oferece o serviço. É possível fazer uma simulação para conferir todas as condições e vantagens oferecidas preenchendo os dados solicitados.
  2. Feito isto, o banco fará uma análise de crédito para verificar se o cliente tem condições de arcar com as parcelas, além de qualificar a quantia requerida. Se as condições não estiverem adequadas aos critérios da empresa, o pedido será inviabilizado.
  3. Após a análise de crédito o interessado é submetido a análise jurídica e avaliação do imóvel. Nessa etapa todos os documentos, tanto do imóvel quando do requerente, passam por uma verificação e triagem. Ao mesmo tempo a propriedade é avaliada para então se tornar garantia do pagamento.
  4. Posteriormente, após a aprovação de todas as condições, é liberado o documento de formalização do empréstimo para assinatura, chamado de CCB (Cédula de Crédito Bancário). O bem deve ser cadastrado no Cartório de Registro de Imóveis. Em seguida, o contrato deve ser entregue ao banco.
  5. Após esses estágios o crédito é liberado na conta do contratante.

 

3/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.