Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governança Corporativa – Uma forma de gestão

Você conhece o conceito de governança corporativa? Entenda como funciona essa forma de gerir a empresa junto ao administrador.

O que é governança corporativa?

Conceitualmente trata-se de um conjunto de processos, hábitos e leis que direcionam a empresa no que tange a sua administração.

No entanto aplicar essa governa na prática pode ser bem mais complexo.

Teoria da Agência

A base da governança corporativa é fundamentada no Teoria da Agência, que se relaciona com questões sobre principais e agentes.

Dentro dessa teoria, poderíamos dizer que os agentes são funcionários que administram a empresa, enquanto os principais seriam os sócios.

Entretanto, não funciona exatamente assim na prática, uma vez que os administradores possuem outras demandas.

Alinhamentos de gestão

A ideia principal da governança corporativa é assegurar que não haja conflito de interesses entre sócios e administradores.

Assim sendo, deve ocorrer um alinhamento na gestão, nos processos, estratégias e uma transparência entre os envolvidos, através de prestação de contas.

Evitar falhas

Para que as falhas sejam minimizadas dentro da empresa, a governança corporativa atua em três vertentes:

Normas de estrutura

São regras que estipulam a estrutura da empresa e dos processos, auxiliando nas tomadas de decisões.

Auditorias internas e externas

Dentro da governança corporativa é muito comum realizar auditorias internas para analisar se os padrões estão em conformidade, assim como a prestação de contas. Muitos sócios contratam auditorias externas, com a mesma finalidade.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Limitar os administradores

Restringir a autonomia dos administradores dentro da empresa é uma forma de gerir a totalidade dentro de uma governança corporativa.

Equilíbrio na Governança Corporativa

Todavia, para que haja uma governança corporativa eficaz é necessário que haja um equilíbrio.

Se a governança for muito forte, o administrador não consegue atuar e esse rigor excessivo atrapalha as estratégias.

Se a governança for muito liberada, acaba por perder o intuito de governança corporativa, deixando o administrador sobrecarregado. Assim como correndo riscos de deixar a empresa inteira sob a gestão de uma pessoa que pode agir de má-fé.

Exatamente por isso é necessário que haja um equilíbrio na gestão, para que sob a gestão dos sócios da empresa, o administrador possa realizar seu trabalho de modo estratégico.

Atuar com a governança corporativa é um dos caminhos para seu sucesso!

Leia Também:

1 comentário
  1. Verdie Gremler Diz

    A consolidação das estruturas cumpre um papel essencial na formulação das condições financeiras e administrativas exigidas. Por outro lado, o aumento do diálogo entre os diferentes setores produtivos faz parte de um processo de gerenciamento das diversas correntes de pensamento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?