Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Imposto de Renda: Saiba como verificar se sua declaração caiu na malha fina

Inconsistências não corrigidas podem gerar multa de até 20% do valor do imposto devido

Mesmo após o envio da declaração do Imposto de Renda 2020, é necessário atenção com o processo. O processamento da declaração deve ser acompanhado com periodicidade. O mais comum é que o contribuinte verifique o site da Receita para checar sobre a restituição, mas é igualmente importante verificar se não caiu na malha fina.

Quem preencheu um valor errado ou omitiu informações provavelmente terá problemas com a declaração e será informado sobre alguma pendência. E quanto antes essa inconsistência for resolvida, menor a chance de cair na malha fina, ser intimado pela Receita e ter que pagar multa, que pode ser de até 20% do imposto devido.

Para verificar se caiu na malha fina, é necessário entrar no e-CAC e acompanhar o processamento no portal. É necessário ter código de acesso e senha para entrar no portal; ela pode ser gerada rapidamente e online.

Após fazer login, clique em “Meu Imposto de Renda. Na nova janela aberta, clique em “Processamento” e, em seguida, em “Extrato do Processamento”. Escolha o ano que deseja verificar. Nesse menu, há a opção “Pendências de malha”, para verificar se a última ou anteriores declarações caíram na malha fina.

Na opção “Extrato do processamento”, é possível verificar os valores declarados, imposto pago, devido e se há imposto a pagar ou restituição. Acima dos valores, é informado se a declaração é original ou retificada, tipo de tributação e a situação da declaração.

No item “situação da declaração”, é necessário atenção para a mensagem mostrada. No caso de “processada” ou “em fila de restituição”, não há problemas com a declaração. No caso de “em processamento”, é necessário continuar acompanhando e entrando no portal com frequência.

No caso de “com pendências”, há problemas a serem resolvidos. Se as pendências não forem resolvidas, o contribuinte cai na malha fina e deve ser intimado pela Receita Federal para se explicar. Ao cair na malha fina, não é mais possível fazer retificação e ainda pode haver cobrança de multa.

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?