Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Rodrigo Maia diz que MP da redução de jornada e salários pode sair nesta semana

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a Medida Provisória 936/20 que permite redução da jornada de trabalho e de salários de trabalhadores, bem como a suspensão do contrato do empregado por até três meses, poderá ser votada em plenário ainda nesta semana.

A MP editada no início de abril permite a redução proporcional da jornada e dos salários dos trabalhadores, com uma parte do corte paga pelo governo através do seguro-desemprego. Se tratando da suspensão temporária do contrato de trabalho, o governo paga 70% do seguro-desemprego aos funcionários de grandes empresas, ou 100%, se forem empregados de pequenas e médias empresas.

O presidente da Câmara dos Deputados disse que gostaria de votar o texto na última quarta-feira, mas que o relator, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), ainda não entregou o parecer.”Estamos terminando o relatório, não sei se fica pronto hoje. A intenção é terminar [a votação] nesta semana, já que o prazo dela está acabando.”

Ainda, afirmou que há urgência na votação da MP 936, entre hoje e amanhã, para que o Senado possa debater, e o governo decidir se prorroga, ou não.

Dentre as alterações feitas pelo relator Orlando Silva, está a prorrogação da desoneração da folha de salários para 17 setores da economia, como os de calçados e da construção civil, até dezembro de 2021. O texto atual prevê a desoneração até dezembro de 2020. O relator argumenta que a ampliação vai ajudar a manter os empregos pós-pandemia.

Questionado sobre as mudanças, Rodrigo Maia informou que ainda não as conhecia, mas que já esperava que o tema aparecesse no texto da MP ou no plenário. “Esses temas vão aparecer no plenário de qualquer forma, seja no texto do relator ou em emendas de plenário. Ninguém deve ficar estressado, preocupado. A votação dessa matéria sempre traz um enfrentamento de pontos de vistas, de posições de como o setor privado deve funcionar”, disse Maia.

Leia Também:

brasil 123  
15 Comentários
  1. Simaea Diz

    O salário dos engravatado nunca e reduzido …porque será…acorda meu povo..

    1. Cristiano Diz

      Não cortam um benefício deles, que não são poucos, só se unem para diminuir os já tão achatados salários dos trabalhadores que sempre pagam a conta.

  2. Jeane Diz

    Preferem tirar do trabalhador e quebrar a cadeia de CONSUMO, gerando mais desemprego e queda no PIB do que fazer cosquinha no bolso dos bilionários, taxando GRANDES FORTUNAS!!!
    Onde esse país vai parar???

  3. Rira Diz

    Quando o povo vai se mobilizar para cortar o salário destes corruptos?
    Nem mencionam em fazer a parte deles. Canalhas!!!!!!

  4. Salles Diz

    Isso tudo é culpa dos que votam nesses canalhas acorda Brasil todos que entram só pensa em si próprio é um querendo a cadeira do outro então vamos acordar quando tiver eleição não votar em ninguém e zero zero nosso país é corruptos quantos já se passaram lá e nada muda é isso acorda Brasil.

    1. Nelson Fernandes Diz

      Se estes políticos cortar 20%de tudo que recebem, salários e outros auxílios seria uma enorme economia para o País, politicos e judiciário, estas classes esbanja o dinheiro do povo e não estão nem aí, só querem de saber de sugar o trabalhador o aposentado, tem funcionário público ganhando na ativa e na reserva mais de 50 mil mensais e providências nenhuma são tomadas. Um absurdo.

  5. Jair Ferraz Diz

    Quero saber quando eles vão reduzir os salários deles? Dos 3 poderes.

  6. Anderson Fonseca Maia Diz

    Eles mesmo não abre mão de nada,esses carás não vale nada é só o trabalhador que pagar á conta sem poder,nós não precisamos bandos de canalhas tinha que acabar.Vamos lá todos brasileiros na próxima eleição não voltar êm mais ninguém,temos que dá um basta nisso.

  7. Raimundo Diz

    Fazer o óbvio e facil, eles sempre tira do trabalhador que vive com um salário minimo, enquanto o senhor presidente aprova um bônus de 44 ml reais para comprar uma esteira para o vice presidente. Mourão isso sim é cuidar do povo.

  8. Samuel Diz

    CONGRESSO CANALHA, BANDO DE VAGABUNDOS, POR QUE NAO REDUZIRAM SEUS PRÓPRIOS SALÁRIOS? NAO ABRIRAM MÃO SE BEM UM CENTAVO, E EU FALO DE POLÍTICOS DE DIREITA TB… NINGUÉM QUER LARGAR O OSSO E QUEM PAGA SOMOS NÓS OS POBRES TRABALHADORES…#MAIANACADEIA

  9. Luciano Soares da silva Diz

    Vcs São nota des pois tinha dúvidas pois estou de suspensão de contrato trabalho em restsurante em Mongaguá e la vai ficar fechado ainda .pois esse mes que vem é 2 parcela de contrado suspesso ai eu pensei.e o próximo mes o 7 como seria mais vcs estão acompanhando e nos informando.agora sei que vai ser revogado pra mais 1 ou 2 de suspensão

    1. Luciano Soares da silva Diz

      Pois pago aluguel denho filho e na minha cidade de Mongaguá ainda vai ficar fechado bar e restaurante devido a covd19. Vai ter que renovar a suspensão de contratos acho que deveria ser altomaticamente..nas cidades que vai ficar de quarentena

      1. David Diz

        Mais uma das maudades contra o trabalhador que vive de migalha.

      2. Samuel Diz

        CONGRESSO CANALHA, BANDO DE VAGABUNDOS, POR QUE NAO REDUZIRAM SEUS PRÓPRIOS SALÁRIOS? NAO ABRIRAM MÃO SE BEM UM CENTAVO, E EU FALO DE POLÍTICOS DE DIREITA TB… NINGUÉM QUER LARGAR O OSSO E QUEM PAGA SOMOS NÓS OS POBRES TRABALHADORES…#MAIANACADEIA

      3. Paulo Diz

        cambada de corruptos cadeia STF e congresso guerra civil
        l

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?