Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

DICA: Clássico macete para o uso de crase!

 Crase é a fusão da preposição a com os artigos a ou as, ou da preposição a com os pronomes demonstrativos aquela(s), aquele(s), aquilo. Usamos acento grave no a para indicar a fusão. Exemplo:

Não vou à escola amanhã.

O verbo ir exige a preposição a e o substantivo feminino escola é acompanhado do artigo definido a. A contração dessas duas vogais idênticas forma a crase: 

Não vou a(prep.) a(art.) escola amanhã.
? vou à escola.

topapostilas.com.br

Para compreender a crase, é fundamental conhecer a regência dos verbos e dos nomes que exigem a preposição a. Esse conhecimento nos permite verificar a ocorrência simultânea da preposição a e do artigo a(s) ou de algum pronome e, consequentemente, fazer o uso correto do acento grave. No entanto existem algumas dicas simples que facilitam o uso da crase.

Macete para o uso de crase

Uma dessas dicas é trocar o substantivo feminino por um masculino. Se o a(s) tornar-se ao(s), o a(s) será craseado. Veja:

A professora se referia às alunas reprovadas.
A professora se referia aos alunos reprovados.

Pedro entregou o dinheiro à garçonete.
Pedro entregou o dinheiro ao garçom.

Sua blusa é igual à blusa da minha irmã.
Seu vestido é igual ao vestido da minha irmã.

Tatiana se referia à carta.
Tatiana se referia ao jornal.

Quer mais Dicas? Clique Aqui

Leia Também:

Comentários estão fechados.