Confirmado! Bancos renegociam mais de R$8 bilhões em dívidas no DESENROLA

Desenrola é o programa do governo federal criado para ajudar as pessoas no processo de negociação de dívidas

Em pouco mais de quatro semanas de atividade, o programa Desenrola já ajudou a renegociar mais de R$ 8,1 bilhões em dívidas de brasileiros. O dado foi divulgado nesta quarta-feira (16) pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). Os números compreendem o período que vai de 17 de julho até 11 de agosto.

Ainda segundo a Febraban, nas primeiras quatro semanas do Desenrola, foram negociados 1,296 milhão de contratos, ajudando a limpar os nomes de 985 mil clientes em todas as regiões do país. O número de pessoas atendidas é menor do que o de contratos, porque um indivíduo pode ter mais de um contrato.

Para além destes números, a Febraban também confirmou que mais de 5 milhões de pessoas que têm dívidas de até R$ 100 em instituições, tiveram o nome limpo. Para estes casos, a dívida não deixou de existir, mas os cidadãos passaram a ficar livres para o mercado de crédito.

“Os números do Desenrola falam por si e são uma grande satisfação para todos, bancos, governo e a sociedade. A grande adesão e o interesse pelo programa na Faixa 2 são uma amostra do que virá em setembro, com a Faixa 1”, avalia o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

Governo espera mais 

A expectativa geral do governo federal é de que pouco mais de R$ 50 bilhões em dívidas sejam negociadas dentro do sistema do Desenrola até o final deste ano de 2023. Ao menos foi o que disse o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), em entrevista recente.

“Se tem uma coisa que é verdade no Brasil é que as pessoas têm muito apreço por manter o seu nome limpo, mas, com essas taxas de juros, nem sempre conseguem”, afirmou o ministro.

“O governo, pela primeira vez, está fazendo um amplo programa para equacionar esse problema e permitir às famílias que voltem ao consumo de maneira sustentável”, ressaltou.

Confirmado! Bancos renegociam mais de R$8 bilhões em dívidas no DESENROLA
Haddad disse que espera R$ 50 bilhões negociados até o final do ano. Imagem: Valter Campanato/ Agência Brasil

Faixa 2 do Desenrola

Vale lembrar que o Desenrola atende basicamente duas faixas de pessoas.

  • Faixa 1: pessoas que possuem renda de até dois salários mínimos, e que tenham contraído dívidas de até R$ 5 mil até o dia 31 de dezembro de 2022;
  • Faixa 2: pessoas que possuem renda de até R$ 20, e que tenham contraído dívidas exclusivamente com instituições financeiras até o dia 31 de dezembro de 2022.

Neste primeiro momento, o Desenrola está atendendo apenas as pessoas da chamada Faixa 2. A ideia é começar a atender a Faixa 1 apenas a partir do próximo mês de setembro. É justamente neste sentido que a expectativa do Governo Federal é que a segunda etapa do programa atende a um número bem maior de brasileiros.

Aplicativo

Para a segunda etapa do Desenrola, o Governo Federal deverá lançar o aplicativo oficial do programa. Embora os detalhes da aplicação ainda não tenham sido divulgados, o fato é que já existe uma ideia geral sobre como o app vai funcionar para a Faixa 1. Veja abaixo:

  • Download

A nova aplicação precisará ser baixada na loja de aplicativo do celular do usuário. Haverá versões disponíveis para Androids e também iOS. Não será preciso pagar nenhum tipo de taxa, já que se trata de um app gratuito.

  • Criação de conta

Ao abrir o aplicativo, o cidadão vai entrar em sua conta através do seu CPF. O sistema vai funcionar dentro do gov.br. Assim, se o indivíduo ainda não tem uma conta dentro deste sistema do Governo Federal, ele pode criar uma do zero para já se preparar para o lançamento.

  • Lista de débitos

Quando o app do Desenrola for lançado, o cidadão poderá conferir a lista completa dos seus débitos oficiais. Além disso, ele também vai conseguir ver qual é o desconto que o credor está oferecendo para que ele quite a sua dívida. O indivíduo poderá aceitar ou negar a proposta que está sendo oferecida.

  • O Pix

A própria aplicação vai oferecer a opção de pagamento da dívida através do sistema do Pix. Esta será uma boa escolha sobretudo para os cidadãos que desejam quitar todo o valor de uma só vez. De todo modo, o sistema também vai oferecer a ideia de parcelar a dívida com juros de até 1,99% ao mês.

  • Cuidado com golpes 

Até que o app seja lançado, o indivíduo que faz parte da Faixa 1 precisa evitar a realização do download de qualquer outro aplicativo supostamente relacionado ao Desenrola em seu celular. Nos últimos dias, quadrilhas estão se aproveitando do momento para aplicar golpes em várias pessoas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.