Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Confira algumas dicas para desenvolver um bom currículo profissional 

Confira algumas dicas para desenvolver um bom currículo e alcance seus objetivos profissionais. Saiba mais detalhes!

A busca por uma oportunidade no mercado de trabalho começa com um bom currículo, visto que é o modo de receber um convite para uma entrevista de emprego que seja de seu interesse. 

Confira algumas dicas para desenvolver um bom currículo profissional 

A busca por uma vaga no mercado de trabalho começa com uma boa apresentação e o currículo é a sua vitrine profissional. Afinal, é a partir dessas informações que as empresas irão conhecer você. 

Sendo assim, para causar uma boa impressão e aumentar suas chances de ser convidado para uma entrevista, o currículo deve ser bem estruturado e objetivo.

Seja honesto

É comum ouvir relatos de entrevistadores que identificaram contradições entre os currículos e os candidatos em algumas entrevistas de emprego.

 O currículo é o resumo do caminho percorrido pelo profissional até a presente data, sendo assim, é necessário que ele reflita exatamente essa trajetória. Mentir as experiências e/ou competências só irá atrasar a recolocação no mercado de trabalho, além de infligir certa insegurança caso o candidato seja confrontado.

Tenha um objetivo

Defina uma área de atuação e elabore seu currículo de acordo com essa área. Descreva somente as experiências, competências, habilidades e cursos que estejam de acordo com a sua área de atuação. Um currículo disperso não causará um bom impacto nos contratantes. Profissionais de recursos humanos relatam que já receberam currículos com cursos que não estavam de acordo com as experiências e nível de graduação dos candidatos.

Atente-se em inserir somente as informações que possam agregar ao seu perfil, além do curso de graduação, opte por inserir cursos que são considerados extracurriculares. Por exemplo, cursos sobre investimentos, administração, gestão de pessoas, gestão de negócios ou sobre algum assunto específico dentro da área atuante.

Elabore um currículo sucinto

Não pense que todas as atividades desenvolvidas em experiências anteriores devam ser pormenorizadas no campo “experiência profissional”. 

Descrever exatamente cada atividade realizada somente servirá para deixar o seu currículo longo e cansativo de ser lido. Elaborar um texto que resuma de maneira objetiva a experiência profissional, ou até mesmo elaborar uma lista com as principais atividades transmitirá exatamente o que o candidato sabe fazer.

Estrutura

Por fim, a estrutura de bom currículo é basicamente composta pelos dados de contato, nome, e-mail e telefone, o objetivo e/ou as competências, que devem refletir a área de atuação do profissional, a formação acadêmica, incluindo o nome do curso, nome instituição de ensino, e, caso ainda esteja estudando, informe a data prevista para a conclusão.

Além disso, no campo de “cursos extracurriculares”, insira somente os cursos realizados dentro da área de atuação e no campo “experiência profissional”, normalmente são descritas as últimas três experiências em ordem cronológica inversa.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.