Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Polícia Militar PM AM 2019: Edital com 681 vagas segue em pauta

Oportunidades serão divididas em três cargos; Grupo de trabalho já foi formado


Cresce a expectativa de realização do edital do concurso da Polícia Militar do Amazonas (Concurso PM AM). Foi divulgado no Diário Oficial do Estado que os editais da segurança pública do Estado serão divulgados com 1.333 oportunidades, e não mais com 1.421 vagas, como divulgado anteriormente. Para PM, no entanto, o quantitativo subiu. Inicialmente, o edital estava previsto para ser publicado com 661 vagas. Agora, o edital será divulgado com 681 oportunidades.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado, já foi iniciado o processo de escolha da banca organizadora do certame.

Previsto para ser divulgado este ano, o deve ter edital publicado em 2019. A informação veio no início do segundo semestre através do líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Dermilson Chagas. “Vou pedir ao presidente da Assembleia para ser votado ainda nesta semana [proposta de inclusão no orçamento], antes do recesso parlamentar. O concurso deverá ser realizado em 2019, já que estamos no período eleitoral, em que a lei proíbe”, disse Chagas.

O projeto para abertura do concurso público da Polícia Militar/AM chegou na Assembleia Legislativa do Estado no dia 10 de julho. A proposta autoriza o Poder Executivo a incluir a ação no Plano Plurianual (PPA 2016/2019) e abrir um crédito adicional no valor de R$ 1,1 milhão dentro do orçamento 2018 da Secretária de Segurança Pública do Estado (SSP), para ampliação dos quadros da Polícia Militar/AM, Polícia Civil/AM e Bombeiros/AM. A expectativa é que os concursos sejam divulgados com 1.421 vagas no total.

“Preocupado com a segurança do nosso estado, o governador Amazonino envia o concurso, pensando num futuro melhor para população do estado”, disse Dermilson.

Deputado Dermilson Chagas

Quantitativo de vagas foi anunciado no Diário Oficial

Foi divulgado no Diário Oficial do Estado que o concurso PM Amazonas contará com 681 vagas. As oportunidades serão distribuídas entre os cargos de Oficial Combatente (20), Oficial de Saúde – Aluno Oficial de Saúde (20 vagas), Cabo Especialista de Músico – Aluno Cabo (20 vagas), Cabo Especialista de Saúde – Aluno Cabo (20 vagas) e Soldado Combatente – Aluno Soldado (601 vagas).

O Governo também divulgou no Diário Oficial, a comissão geral que terá o objetivo de trabalhar na elaboração do concurso, bem como escolher uma instituição para organizar o certame. De acordo com o documento (veja abaixo), o grupo de trabalho será composto por Ronaldo Negreiros da Silva (presidente), Cheyenne Anute de Lima (vice-presidente), Tatiana Cristina Reis de Souza (membro), Danielle Marinho Pereira (membro) e Jorge Ferreira Góes (membro).

 

O concurso da PM do Amazonas 2018 também foi confirmado pelo vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), Bosco Saraiva. De acordo com o chefe do executivo estadual, a PM conta com um déficit de nada menos que 6 mil homens. “O concurso caminha a todo vapor. Agora, passarei os quantitativos para a PGE (Procuradoria Geral do Estado), responsável por preparar o edital”, disse Bosco. O secretário também destacou o período que a corporação ficou sem concurso. “Os quadros estão muito defasados. Para se ter ideia, não temos concursos para Polícia Civil há mais de 11 anos. O governador já anunciou e nos estamos ultimando a parte legal para lançar o concurso público”.

O cargo de soldado tem exigência de nível médio completo, enquanto o oficial deve exigir nível médio ou superior, a depender da especialidade da área. De acordo com o chefe de Estado, as vagas deverão ser destinadas para as patentes mais baixas, para garantir as promoções dos membros mais antigos das corporações.

‘Pelo  menos 500 vagas por ano deveriam ser abertas’

O concurso da Polícia Militar do Amazonas já recebeu uma cobrança por parte do deputado Cabo Maciel, presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). O político, que criticou a falta de concursos para a área da segurança pública (PM, Polícia Civil e Bombeiros), sugeriu que deveriam ser abertas pelo menos 500 vagas por ano.

Maciel também afirmou que todo ano cerca de 300 policiais se aposentam, o que aumenta a necessidade de contratar novos servidores. “É preciso abrir concurso para Policiais Militares, para Bombeiros e para a Polícia Civil. Isso é necessário para que possamos levar à população a sensação de segurança”, falou o deputado.

Requisitos de ingresso no Concurso Polícia Militar PM AM

A mudança de limite de idade para os concursos da Polícia Militar e Bombeiros do Amazonas foi aprovada no dia 16 de novembro pela Assembleia Legislativa do Estado. Anteriormente com idade limite de 28 anos, agora, os interessados que tiverem até 35 anos poderão participar do certame.

O projeto de lei nº 3.498/10 foi de autoria do deputado Platiny Soares (DEM), que sugere mudanças na Lei de Ingresso na na Polícia Militar e Bombeiros.

topapostilas.com.br

Sobre o cargo de Soldado

O Aluno Soldado PM terá que exercer atividade estudantil, em regime de dedicação integral, e demais atividades internas e externas atreladas à sua formação, durante o período de duração do curso de formação, conforme legislação subsidiária, Regulamentos da PMAM e das instituições de Ensino onde encontrar-se matriculado.

Após formado, o Soldado PM deverá exercer atribuições inerentes a soldado PM, com atribuições e deveres previstas em leis, regulamentos e instruções pertinentes.

Condições gerais de exercício do cargo: trabalhar em contato cotidiano com o público, em equipe, sob supervisão, em ambiente de trabalho que pode ser fechado, a céu aberto ou em veículo automotor, em horários diversos (diurno, noturno e em rodízios de turnos). Atuar em condições de pressão e de risco de morte em sua rotina de trabalho.

Provas do concurso da PM AM

A expectativa é que a avaliação do concurso tenha as mesmas disciplinas do último certame: Língua Portuguesa; Matemática; Geografia do Brasil e Amazonas; e História do Brasil e Amazonas.

Se mantiver o critério do último edital, o candidato que alcançar o mínimo de 40% (quarenta por cento) de acertos na prova objetiva, que equivalem a 24 (vinte e quatro) questões e o mínimo de 1 (um) acerto em cada disciplina, mas que não for classificado dentro das vagas previstas, será incluído no cadastro de reserva visando convocação para o preenchimento de vagas remanescentes ou criadas no prazo de validade.

Sobre o Teste de Aptidão Física (TAF)

Os candidatos APTOS na Primeira Parte da Inspeção de Saúde, serão convocados para realizar os Testes de Aptidão Física, em data a ser definida em Edital de Convocação.

Os Testes de Aptidão Física, de presença obrigatória, terão caráter eliminatório e o candidato será considerado APTO ou INAPTO. Os Testes de Aptidão Física serão constituídos de exercícios variados, tais que, permitam avaliar a capacidade de realização de esforços e a resistência física dos candidatos, visando selecionar aqueles que apresentem condições de suportar os rigores da atividade policial militar nos graus hierárquicos e subsequentes da carreira a que se destina o Concurso.

O candidato, para a realização dos Testes de Aptidão Física, deverá estar trajando: calção “short”, tênis, meias e camiseta, sendo facultado o uso de bermuda térmica e, especificamente, para a prova de natação, calção de banho (masculino) e maiô tipo olímpico (feminino e em peça única), sendo facultado o uso de óculos de natação e /ou touca.

Os Testes de Aptidão Física consistirão em provas de condicionamento físico geral:

a) flexão de membros superiores por meio do teste dinâmico de barra, para ambos os sexos; b) abdominal em decúbito dorsal (tipo remador), para ambos os sexos; c) corrida em 12 minutos, para ambos os sexos; d) natação de 25 metros, para ambos os sexos. Os Testes de Aptidão Física serão realizados em dois dias, sendo os Testes de flexão, abdominal e corrida no primeiro dia e o teste de natação no segundo dia, para cada turma designada conforme Edital de Convocação.

O candidato que não obtiver o índice mínimo nos Testes de Aptidão Física, exceto a corrida em 12 minutos, se assim o desejar, terá direito a mais uma tentativa, no mesmo dia, após o último candidato de sua turma concluí-los. O candidato considerado INAPTO na realização de qualquer um dos testes, será eliminado do Concurso.

Não caberá a organização e nem à Polícia Militar do Amazonas, nenhuma responsabilidade no tocante a eventuais enfermidades e/ou lesões que possam acometer o candidato no decorrer do Teste de Avaliação Física. O candidato considerado INAPTO no Teste de Aptidão Física, que desejar interpor recurso contra o resultado, deverá fazê-lo, obedecendo aos critérios previstos no edital.

Último Concurso da Polícia Militar do Amazonas foi divulgado em 2011

O último concurso PM-AM foi realizado em 2011 pela Fundação Instituto Superior de Administração e Economia (Isae), quando ofereceu um total de 2.473 vagas nos níveis médio e superior, para soldados (2.000), oficiais combatentes (405), oficiais de saúde (39) e praças especialistas (29). Para participar, o candidato precisou ter idade entre 18 e 28 anos e carteira de habilitação de condução de veículo automotor em qualquer categoria, para as funções de soldado e praça especialista, idade entre 18 e 35 anos, para oficiais, além de, para todos os concorrentes, altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. As remunerações iniciais eram entre R$ 1.637,33 e R$ 3.400,60. O concurso, que teve sua homologação final publicada em fevereiro de 2011, expirou em fevereiro de 2015, após o término da prorrogação de sua validade original de dois anos.

Os inscritos no concurso da Polícia Militar do Amazonas foram avaliados por prova objetiva, inspeção de saúde, teste de aptidão física, avaliação psicológica, apresentação de documentos, curso de formação e investigação social, funcional, cível e criminal. Além dessas etapas, alguns cargos de praça especialista passaram por exame prático. As avaliações foram realizadas em Barcelos, Boca do Acre, Coari, Eirunepé, Humaitá, Itacoatiara, Lábrea, Manaus, Manacapuru, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga e Tefé.

Informações do concurso
  • Concurso: Polícia Militar do Amazonas (PM-AM)
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: médio e superior
  • Número de vagas: 681
  • Remuneração: a definir
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: AUTORIZADO

Leia Também:

top planilha

Comentários estão fechados.