Concurso Tribunal de Justiça: últimos dias de inscrição das vagas para NÍVEL MÉDIO

Concurso Tribunal de Justiça: últimos dias de inscrição das vagas para NÍVEL MÉDIO

Confira

Conheça os requisitos

Se você busca por concurso Tribunal de Justiça, saiba que há edital aberto nos últimos dias de inscrição. Veja os requisitos.

Inscreva-se.

Sobre o concurso Tribunal de Justiça

O Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas está promovendo um concurso público para o cargo de Técnico Judiciário – Área Judiciária, com a oferta de 20 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reserva.

Os candidatos aprovados neste certame terão uma remuneração inicial de R$ 3.006,69.

De acordo com informações do Portal da Transparência do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas, atualizado em março de 2024, as remunerações finais para os cargos de Técnico Judiciário variam de R$ 3.006,69 a R$ 11.686,43.

Um pouco sobre o cargo

O concurso atual do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ AL) está ofertando vagas para o cargo de Técnico Judiciário – Área Judiciária.

Esta posição desempenha um papel fundamental na operação diária do tribunal, fornecendo suporte administrativo e técnico nas atividades relacionadas ao setor judiciário.

Antes de mais nada, os Técnicos Judiciários são responsáveis por realizar uma variedade de tarefas, incluindo o processamento de documentos, o atendimento ao público, a elaboração de relatórios e a organização de processos judiciais.

Eles desempenham um papel crucial na garantia do funcionamento eficiente do sistema judiciário, contribuindo para a entrega de serviços de qualidade aos cidadãos.

Provas do concurso Tribunal de Justiça

O concurso está agendado para o dia 14 de julho de 2024, na cidade de Maceió/AL, e será composto por uma etapa única, que consiste em uma prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório.

A prova objetiva abrangerá os seguintes conteúdos:

  • Língua Portuguesa (20 questões), Legislação Específica do Estado de Alagoas (10 questões), Noções de Direito Administrativo (5 questões),
  • Noções de Direito Constitucional (5 questões),
  • Noções de Direito Civil (5 questões), Noções de Direito Processual Civil (5 questões), Noções de Direito Penal (5 questões) e
  • Noções de Direito Processual Penal (5 questões). Serão ao todo 60 questões de múltipla escolha.
Concurso Tribunal de Justiça: últimos dias de inscrição das vagas para NÍVEL MÉDIO
Concurso Tribunal de Justiça: últimos dias de inscrição das vagas para NÍVEL MÉDIO. Imagem: Reprodução

Vagas e isenção

Além disso, segundo o detalhamento das vagas, serão destinadas 12 vagas para ampla concorrência, 4 vagas para candidatos com deficiência e 4 vagas para candidatos negros, indígenas e quilombolas, totalizando as 20 vagas oferecidas.

É relevante destacar que, de acordo com dados do Portal da Transparência do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas de agosto de 2023, havia um total de 203 cargos vagos, distribuídos entre as categorias de Analista Judiciário, Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador e Técnico Judiciário.

Os candidatos que se enquadram nos critérios estabelecidos pela Lei nº 13.656, de 30 de abril de 2018, terão direito à isenção da taxa de inscrição, desde que façam a solicitação dentro do período estipulado, que vai de 09 de julho a 12 de julho de 2024.

Como se inscrever no concurso Tribunal de Justiça

Os interessados poderão se inscrever  até às 23h59 do dia 20/05 por meio do portal da banca organizadora, FCC. Vale lembrar que a taxa de inscrição é R$ 90.

Último concurso

Em 2017, o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ AL) lançou seu último concurso público, organizado pela renomada Fundação Getúlio Vargas (FGV). Na ocasião, foram abertas 131 vagas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário, distribuídas entre diferentes especialidades e níveis de escolaridade.

O certame foi composto por uma série de etapas rigorosas, que incluíam provas objetivas e discursivas, além da análise de títulos para determinadas categorias.

Os candidatos tiveram um total de 5 horas para responder às questões, demonstrando não apenas conhecimentos teóricos, mas também habilidades de escrita e capacidade analítica.

A prova objetiva abordou uma variedade de temas, desde Língua Portuguesa e Legislação Específica até Conhecimentos Específicos relacionados às atribuições dos cargos. Para ser aprovado, era necessário alcançar uma pontuação mínima, demonstrando domínio tanto das matérias básicas quanto das específicas.

Para os candidatos ao cargo de Analista Judiciário, houve ainda uma etapa adicional de Prova Escrita Discursiva, na qual foram avaliadas habilidades de argumentação e interpretação, com temas pertinentes ao contexto do cargo pretendido.

Além disso, a Avaliação de Títulos foi um critério de seleção importante para determinadas posições, permitindo aos candidatos destacar suas qualificações acadêmicas e profissionais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.