Concurso TJ RS: inscrições abertas! Como serão as provas?

Confira e se prepare para as provas

O concurso TJ RS ( Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) anuncia edital com 26 vagas para a área de Tecnologia da Informação.

Os interessados poderão se inscrever até 14 de junho pelo portal Vunesp, banca organizadora. As taxas de participação são de R$ 109,00 para o cargo de Técnico e R$ 247,00 para os cargos de Analista. Já as provas, serão aplicadas no dia 20 de agosto de 2023.

Como serão as provas do concurso TJ RS?

O concurso TJ RS vai contar com fase objetiva e prova de títulos. A divisão vai acontecer da seguinte forma:

  • Provas objetivas – para todos os cargos
  • Prova de títulos – apenas para os cargos de Analista

Antes de mais nada, é bom pontuar também que a aplicação das provas será em turnos diferentes:

  • Turno da manhã: provas para Analista (4 horas de duração)
  • Turno da tarde: provas para Técnico (5 horas de duração)

Objetiva do concurso TJ RS

Para Analista de Tecnologia, a prova do concurso TJ RS vai contar com 80 questões e será dividida entre estas disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Conhecimentos Específicos;
  • Língua Inglesa;
  • Tópicos de Legislação.

Já para o cargo de Técnico de Tecnologia, a prova vai contar com 60 questões com as mesmas disciplinas citadas acima.

Sendo assim, serão considerados aprovados os candidatos que acertarem, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) da prova, respeitando, ainda, o número mínimo de acertos em cada parte, conforme os quadros acima.

Outros concursos tribunais

O concurso TJM SP (Tribunal de Justiça Militar de São Paulo) teve outras movimentações consideradas importantes. Isso porque, o extrato de contrato com a banca foi divulgado por meio do Diário Oficial.

Com isso, o edital torna-se iminente, isto é, não deve demorar de sair. Diante disso, a Vunesp foi a empresa escolhida. Esta, vai receber as inscrições e viabilizar as etapas do concurso TJM SP.

Criação de cargos

É importante destacar que no ano passado teve a movimentação do Projeto de Lei Complementar 42/2022 para estabelecer os seguintes cargos:

  • 2 cargos de Analista de Segurança da Informação Judiciário, do SQC-III, Ref. 7 da Escala de Vencimentos – cargos Efetivos, jornada de trabalho de 40 horas semanais;
  • 1 cargo de Analista de Banco de Dados Judiciário, do SQC-III, Ref. 7 da Escala de Vencimentos – cargo Efetivo, jornada de trabalho de 40 horas semanais;
  • 1 cargo de Analista em Comunicação e Processamento de Dados Judiciário, do SQC-III, Ref. 7 da Escala de Vencimentos – cargo Efetivo, jornada de trabalho de 40 horas semanais;
  • 1 cargo de Analista de Sistemas Judiciário, do SQC-III, Ref. 7 da Escala de Vencimentos – cargo Efetivo, jornada de trabalho de 40 horas semanais;
  • 2 cargos de Técnico em Comunicação e Processamento de Dados Judiciário, do SQC-III, Ref. 5 da Escala de Vencimentos – cargos Efetivos, jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Carreiras concurso TJM SP

As carreiras dos aprovados do concurso constam com as seguintes informações:

Nível Médio

Cargo Vagas Salário inicial
Técnico em Comunicação e Processamento de Dados Judiciário (Desenvolvedor) 01 R$ 5.930,73

Nível Superior

Cargo Vagas Salário inicial
Analista em
Comunicação e
Processamento
de Dados
Judiciário
(Analista de
Redes)
02 R$ 6,686.22

Além dos salários destacados acima, os servidoresainda terão direito aos seguintes benefícios:

  • Auxílio-alimentação
  • Transporte
  • Saúde

Demais editais tribunais

concurso TJ GO ( Tribunal de Justiça de Goiás) não vai demorar de sair. Os cargos já foram confirmados e as vagas declaradas pelo desembargador e também presidente do tribunal, Carlos França.

Os esclarecimentos foram anunciados na última quinta-feira, 11 de maio. O certame deve ofertar oportunidades para Contador e Oficial de Justiça.

Segundo o desembargador, serão ofertadas 12 vagas para o cargo de Oficial de Justiça e 3 vagas para o cargo de Contador, além de oportunidades para formação de cadastro reserva.

O presidente também informou sobre a importância do novo edital e destacou: “O TJGO reconhece a importância dos oficiais de justiça para a qualidade dos serviços que oferecemos à sociedade e, por isso, considero primordial a abertura desse concurso público para o preenchimento das vagas que estão abertas e as que vagarem durante a validade do concurso”.

Rodrigo Leandro da Silva, diretor-geral do Tribunal de Justiça de Goiás, também pontuou que os trâmites envolvendo a liberação do edital deverão ser concluídos em breve, principalmente, envolvendo a contratação da banca organizadora.

A empresa vai receber as inscrições, assim como viabilizar as etapas da seleção. Vale lembrar é que há uma forte expectativa de liberação do edital para 2023.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.