Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (3 votes)

Concurso TCE SC 2021/2022: Saiu o edital com 160 vagas para auditor! Até R$15.206,65

Saiu o edital do concurso TCE SC, com 160 vagas para o cargo de auditor fiscal de controle externo. Cebraspe organiza edital

O Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina faz saber aos interessados a abertura de um novo edital de concurso público (Concurso TCE SC 2021/2022) para o preenchimento de vagas no cargo de Auditor Fiscal de Controle Externo, com requisito de nível superior em áreas específicas.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção (Cebraspe) vai organizar o certame.

O cargo de Auditor requer o nível superior dos candidatos interessados, de acordo com a área. Segundo o documento de abertura, estão sendo oferecidas oportunidades nas áreas de Administração (seis vagas imediatas e 18 no cadastro reserva); Ciências Contábeis (nove vagas imediatas e 27 no CR); Ciências da Computação (oito vagas imediatas e 24 no CR); Ciências Econômicas (três imediatas e nove no CR); Direito (dez imediatas e 30 no CR); e Engenharia Civil (quatro imediatas e 12 no CR).

O vencimento básico do cargo será de R$7.302,91 mais o auxílio-alimentação de R$1.722,53. No entanto, os ganhos iniciais podem chegar a R$15.206,65, com a gratificação de desempenho de até R$6.181,21.

Inscrição concurso TCE SC 2021/2022

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever no período compreendido entre 10 horas do dia 19 de novembro e 18 horas do dia 20 de dezembro, por meio do site do Cebraspe , organizador.

Segundo o edital do concurso, a taxa de inscrição vai custar R$150, devendo ser paga até o d ia 11 de janeiro de 2022.

Os doadores de sangue e de medula óssea e pessoas com deficiência que recebam até dois salários mínimos poderão solicitar a isenção da taxa, no  site da banca , durante todo o período de inscrição.

Provas

O concurso do TCE-SC vai contar com provas objetivas e discursivas, ambas previstas para o dia 06 de março de 2022, no turno da tarde. Os exames acontecerão em Florianópolis.

Segundo o documento de abertura, o exame vai contar com até cinco horas para concluírem os exames. A prova objetiva contará com 100 questões, distribuídas da seguinte forma:

Conhecimentos Básicos (40 questões)

  • Língua Portuguesa;
  • Auditoria Governamental, Compliance, Gestão de Risco e Governança;
  • Controle Externo da Administração Pública;
  • Noções de Direito Administrativo (exceto para o auditor da área de Direito);
  • Noções de Direito Constitucional (exceto para o auditor da área de Direito);
  • Direito Financeiro;
  • Ética no Serviço Público; e
  • Conhecimentos sobre Santa Catarina.

Conhecimentos Específicos (60)

Para ser aprovado, os inscritos vão precisar alcançar nota igual ou superior a oito pontos na área de Conhecimentos Básicos, 18 pontos na Específica e 30 pontos na prova completa.

O resultado final das provas objetivas será divulgado no dia 30 de março de 2022.

A validade do concurso será de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Sobre o órgão

O Tribunal de Contas de Santa Catarina foi criado em 4 de novembro de 1955, pela Lei Estadual n. 1.366, sancionada pelo governador Irineu Bornhausen. Na época, estava em vigência a Constituição de 1947, mas a de 1935 já previa a criação de um órgão responsável pelo controle da aplicação dos recursos públicos no Estado e nos municípios catarinenses.

O TCE/SC é um órgão técnico, especializado e independente. Auxilia a Assembleia Legislativa do Estado e as câmaras de vereadores no controle das contas públicas, mas não está subordinado a eles. Também não faz parte do Judiciário. Suas decisões são de natureza administrativa. O TCE/SC julga as contas dos administradores públicos e não eles próprios. As principais atribuições do órgão de controle externo são: – Apreciar as contas prestadas, anualmente, pelo governador do Estado e pelos prefeitos municipais – Julgar as contas dos administradores e demais responsáveis por recursos públicos – Apreciar a legalidade dos atos de admissão de pessoal – Fiscalizar a aplicação de quaisquer recursos repassados pelo Estado a municípios, por meio de convênios, e de subvenções a entidades privadas – Auxiliar a Assembleia Legislativa do Estado e as câmaras municipais, no exercício do controle externo – Responder a consultas sobre questões relativas à matéria sujeita a sua fiscalização – Apurar denúncias sobre supostas irregularidades cometidas em órgãos públicos estaduais e municipais – Exercer o controle fiscal do Estado e municípios catarinenses, a partir da verificação do cumprimento das normas relativas à gestão fiscal previstas na Lei.

4.3/5 - (3 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

4 Comentários
  1. video marketing blaster review Diz

    Very good post! We are linking to this great article on our website. Keep up the great writing.

  2. Marcos Cavalcante Diz

    google minha filha

  3. smoretraiolit Diz

    I believe you have mentioned some very interesting details , appreciate it for the post.

  4. Cristiane Bremm Diz

    Gostaria de receber noticias sobre editais de concursos públicos para a área de Direito.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.