Concurso Polícia Penal DF foi cancelado pela SEAPE? COMUNICADO GERAL foi divulgado

Veja todos os detalhes

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape/DF) anunciou detalhes sobre o suposto cancelamento do concurso Polícia Penal DF.

De acordo com a Seape, o certame não deve ser cancelado e nem haverá qualquer alteração no cronograma até o momento. A secretaria destacou que a possível fraude foi constatada pelos policiais penais do órgão, porém, não há qualquer relação com o Instituto AOCP, banca organizadora da seleção.

Operação da Polícia Civil e relação com o concurso Polícia Penal DF

O concurso Polícia Penal DF ( Distrito Federal) está sendo investigado por fraude. A Polícia Civil do Estado fez o anúncio na manhã da última quinta-feira, 09/03.

Além do Distrito Federal, a PC também cumpriu mandados nos estados da Bahia, Paraíba e Pernambuco. Ao todo foram 33 apreensões.

Isso porque, alguns candidatos teriam sido aprovados no concurso por meio de métodos que burlaram a isonomia da seleção. É importante pontuar que se comprovado o esquema fraudulento, os envolvidos responderão por organização criminosa, fraude e falsificação de documento público.

A operação contou com 240 policiais civis, e é resultado de diligências iniciadas a partir de informações repassadas à Polícia Civil pela Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape).

Sobre o concurso Polícia Penal DF

O concurso Polícia Penal DF ofertou o total de 400 vagas imediatas, além de 779 oportunidades de cadastro reserva para a carreira. Além da fase objetiva, os candidatos foram avaliados mediante às etapas:

  • Teste de Aptidão Físico;
  • Teste de Avaliação Psicológica;
  • Sindicância da Vida Pregressa; e
  • Curso de Formação Profissional.

Ao todo foram 40 mil inscritos e as provas objetivas aplicadas em 03 de julho. O Instituto AOCP foi a banca organizadora da seleção.

Outros certames na mira da justiça

O concurso PM MS ( Polícia Militar do Mato Grosso do Sul) está sendo acusado de irregularidades. As reclamações são do edital mais recente.

A insatisfação dos candidatos se tornou pública após divulgação do resultado da etapa de Exame de Aptidão Mental (Avaliação Psicotécnica), fase eliminatória do certame.

Os relatos foram divulgados no Jornal Correio do Estado. Segundo informações, a etapa aconteceu em ambiente impróprio e de forma desorganizada.

Um dos candidatos reiterou o ocorrido: “Conversa alta, psicóloga perdida nos testes, candidato extrapolando o tempo, atraso no início da aplicação da prova, foram algumas das situações que eu posso relatar”.

Nota da SAD sobre irregularidades no concurso PM MS

A Secretaria de Estado de Administração (SAD), por meio de nota, falou sobre o assunto:

A Secretaria de Estado de Administração (SAD) informa que, foi divulgado resultado preliminar da etapa do exame psicotécnico dos concursos da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar e que cabe ao candidato observar, conforme previsto em edital, o período de Entrevista devolutivas das avaliações e de recursos, cujos resultados serão futuramente publicados em Diário Oficial do Estado, conforme previsto em cronograma.
Vale ressaltar que, carreiras militares exigem perfis e características específicas, avaliados com base no perfil profissiográfico contido na Lei n° 3.808 e replicada nos editais de abertura
“.

Vagas concurso PM MS

Ao todo são oferecidas 520 vagas distribuídas entre os cargos de soldado e oficiais, sendo que 500 para soldado e 20 para oficiais. Confira a seguir a distribuição das vagas do concurso PM MS :

PM MS – soldado
Total de vagas Ampla concorrência Cotistas negros  Cotista indígenas
500 385 100 15
PM MS – oficiais
Total de vagas Ampla concorrência Cotistas negros  Cotista indígenas
20 15 4 1

 

A escolaridade exigida para ambos os cargos é nível superior. Já as remunerações iniciais variam a depender de cada cargo. Para soldados, o aluno vai receber R$2.252,25, depois de formado, os ganhos serão de R$5.005.

Os cargos de oficiais garantirão remuneração de R$4.826,75, enquanto aluno-oficial durante o curso e no 1º ano, R$5.430,10, enquanto aluno-oficial durante o curso e no 2º ano, R$ 9.050,16, após o curso e enquanto aspirante e R$12.066,88, no posto inicial do cargo, enquanto 2º tenente. Além disso, serão pagos benefícios na remuneração inicial.

Concursos policiais previstos

O concurso PF Administrativo ( Polícia Federal) está na mira e pode ser liberado a qualquer momento. As informações são do diretor-geral da Polícia Federal (PF), delegado Andrei Rodrigues.

Andrei citou sobre a pretensão de realizar um novo certame e comentou sobre a prorrogação do prazo de validade do último concurso, realizado em 2021, para possibilitar a convocação dos excedentes.

“Prorrogamos a validade do último concurso público para permitir a convocação dos chamados excedentes e assim como proporemos brevemente a realização de concurso público para servidores administrativos.”

As declarações foram realizadas durante o discurso do diretor na cerimônia de posse dos novos dirigentes da Superintendência da PF em Minas Gerais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.