Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Polícia Federal: 5 bancas na disputa do certame; veja os nomes

Após autorização do edital de concurso público para o preenchimento de 1.500 vagas, a Polícia Federal agora concentra toda a sua atenção na escolha da banca organizadora do certame. No momento, a corporação faz o contato com empresas com o objetivo de escolher qual será a responsável pela organização do concurso, que envolve o recebimento de inscrições e aplicação das provas.

A corporação confirmou que cinco empresas enviaram propostas para organizar o concurso da PF 2021:

  • Cebraspe
  • Iades
  • IBFC
  • Instituto AOCP
  • FGV

As cinco empresas agora estão passando por uma análise técnica de validação de documentos e propostas de preço. Após isso, a instituição escolhida para organizar o edital da Polícia Federal 2021 deve ser anunciado em publicação no Diário Oficial da União.

Como já é de conhecimento da maioria dos concurseiros que estudam para o concurso, o Cebraspe é o favorito neste processo licitatório. O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Boudens, falou ao site Folha Dirigida que a banca poderá ser a escolhida.

“É bem provável pelo histórico, pela capacidade deles, pela prontidão, é bem provável. Aliás, sempre busca o candidato mais forte pelo nível de organização deles pela qualidade das provas também”, disse.

Edital do concurso poderá sair em janeiro 

De acordo com informações da corporação, o certame está previsto para sair já no próximo mês, em janeiro de 2021. A informação de abertura do concurso foi confirmada pela Polícia Federal em publicação em suas redes sociais no dia 15 de dezembro.

De acordo com o texto (veja abaixo), a PF confirma e comemora o novo concurso, autorizado por meio da Portaria 14.358, publicada no Diário Oficial da União, edição do dia 11 de dezembro.

Segundo informações da corporação, este será o segundo maior concurso da história da Polícia Federal. A PF ainda cita que passará a contar com um efetivo histórico, o maior dos últimos anos, podendo ultrapassar 12 mil policiais.

concurso pf twitter

Concurso PF autorizado com 1.500 vagas – veja distribuição

Foi divulgado no Diário Oficial da União do dia 11 de dezembro, a autorização do novo concurso público para Polícia Federal (Concurso PF). De acordo com o documento, estão confirmadas 1.500 vagas para corporação em 2021.

No dia 09 de dezembro, o mesmo documento já havia sido divulgado aqui no Notícias Concursos, logo após constar no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) do Governo Federal.

Embora o presidente Jair Bolsonaro tenha confirmado o concurso Polícia Federal 2021 com 2 mil vagas, o edital foi autorizado com 1.500 vagas para carreira policial. A distribuição é a seguinte:

  • 123 (cento e vinte e três) cargos de delegado de polícia federal;
  • 400 (quatrocentos) cargos de escrivão de polícia federal;
  • 84 (oitenta e quatro) cargos de papiloscopista policial federal; e
  • 893 (oitocentos e noventa e três) cargos de agente de polícia federal.

Agora com a autorização oficial do concurso público da Polícia Federal, uma dúvida que paira na cabeça do candidato é: quando será publicado o edital de abertura do concurso público da PF?

A informação ainda não foi confirmada pela corporação. Os próximos passos agora serão a escolha da banca e assinatura de contrato com a empresa.

A expectativa é que o concurso seja divulgado em muito breve, uma vez que o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que o edital está pronto.

“Não é por causa disso apenas. É por outras questões que o governo federal autorizou, os editais estão prontos já. No ano que vem, abriremos vagas para 2.000 policiais federais e 2.000 policiais rodoviários federais. Isso é investimento porque, só no que se aprende em bens e valores, dá para pagar várias folhas da PF. Em especial, de maio para cá, a PF tem feito um trabalho cada vez mais profícuo”, disse o presidente.

A expectativa é que o edital do concurso público da Polícia Federal seja divulgado no início do primeiro semestre de 2021, para que as inscrições sejam abertas em seguida. A previsão é do presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Boudens, ao site Folha Dirigida. Segundo ele, a tendência é que a aplicação das provas durante esse período.

No entanto, sobre a aplicação das provas, Boudens foi ainda mais cauteloso por conta da pandemia da Covid-19. De acordo com ele, há sim uma preocupação com uma possível nova onda que, pode, sim, atrasar de alguma forma o futuro cronograma.

Concurso Polícia Federal: serão 2 mil vagas com os remanescentes

A Polícia Federal teve seu edital de concurso público (Concurso PF) autorizado no Diário Oficial da União com 1.500 vagas. No entanto, a corporação projeta 2 mil provimentos até 2022.

A informação foi passada pelo diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre, na manhã desta segunda-feira, 14 de dezembro, durante discurso na cerimônia de encerramento do Curso de Formação Profissional de novos peritos e delegados. De acordo com ele, a chamada de 2 mil vagas será a soma das 1.500 autorizadas com 500 remanescentes, sendo:

  • primeira turma em 2021
  • segunda turma com os remanescentes em 2022

Na ocasião, Rolando Alexandre agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro, que estava presente na formatura, e ao ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, que estava ausente por ainda se recuperar da Covid-19.

“Neste momento a formação dos novos policiais federais não estaria acontecendo sem o seu apoio (Bolsonaro) incondicional em recomposição dos quadros da Polícia Federal – não apenas com essa turma que se forma hoje, mas também com a realização de um novo concurso público de 2 mil vagas: 1.500 já para 2021 e os excedentes para 2022”, disse o diretor-geral Rolando Alexandre.

Provas do concurso dois meses após edital?

As provas do concurso público da Polícia Federal poderão ser antecipadas. Acontece que o secretário executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Tercio Issami Tokano, enviou um oficio ao Ministério da Economia solicitando que, após a publicação do edital do concurso da Polícia Federal, a prova ocorra em 60 dias, ou seja, 2 meses.

O pedido para que as provas do concurso da PF sejam aplicadas dois meses após a publicação do edital conta com base legal, conforme prevê a Portaria 406 do Ministério da Economia. Veja

  • Art. 27. Fica delegada ao Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, observada a legislação em vigor, a competência para:
  • IV – autorizar a redução do prazo mínimo entre a publicação no Diário Oficial da União do edital do concurso público e a realização da primeira prova, não podendo o prazo ser inferior a dois meses;

provas 2 meses edital

De acordo com as regras do Governo Federal, as provas só poderão ser realizadas somente após 4 (quatro) meses após a publicação do edital do concurso.

Segundo o pedido formalizado no ofício, caso não seja reduzido o prazo para dois meses entre o edital e a prova, a Polícia Federal não conseguira formar seus novos servidores até o fim de 2020.

Sobre os cargos da Polícia Federal

DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial.

ATRIBUIÇÕES: instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação; orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais; participar do planejamento de operações de segurança e investigações; supervisionar e executar missões de caráter sigiloso; participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.

SALÁRIO: R$ 22.672,48.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

ATRIBUIÇÕES: investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais, observada a competência da Polícia Federal; proceder à busca de dados necessários; executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações; executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal; conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves; auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

SALÁRIO: R$ 11.983,26.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva

ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

ATRIBUIÇÕES: dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais; responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

REMUNERAÇÃO: R$ 11.983,26.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

PAPILOSCOPISTA POLICIAL FEDERAL

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

ATRIBUIÇÕES: executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de coleta, revelação, levantamento e armazenamento de fragmentos e impressões papilares, exames e laudos oficiais papiloscópicos, representação facial humana; operação e gestão de bancos e sistemas automatizados de identificação civil e criminal; assistir à autoridade policial; desenvolver estudos na área de papiloscopia; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

REMUNERAÇÃO: R$ 11.983,26.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Etapas do Concurso Polícia Federal PF

A primeira etapa do concurso público destina-se à admissão à matrícula no Curso de Formação Profissional e abrange as seguintes fases:

a) prova(s) objetiva(s), para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe;

b) prova discursiva, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe;

c) exame de aptidão física, para todos os cargos, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

d) prova oral, somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe;

e) prova prática de digitação, somente para o cargo de Escrivão de Polícia Federal, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

f) avaliação médica, para todos os cargos, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

g) avaliação psicológica, para todos os cargos, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

h) avaliação de títulos, somente para os cargos de Delegado de Polícia Federal e de Perito Criminal Federal, de caráter classificatório, de responsabilidade do Cebraspe.

A segunda etapa do concurso público consiste de Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no Distrito Federal, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.

Último concurso da Polícia Federal

Em 2018, a Polícia Federal abriu edital para preenchimento de 500 vagas. As oportunidades do concurso da Polícia Federal foram destinadas aos cargos de Agente Policial (180 vagas), Delegado de Polícia (150 vagas), Papiloscopista (30 vagas), Perito Criminal (60 vagas) e Escrivão (80 vagas). O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe Cespe/UnB) teve a responsabilidade do certame.

A Polícia Federal recebeu a participação de 147.744 inscritos. O cargo de maior procura foi o de Agente de Polícia Federal, com 92.671 interessados. Com 180 vagas, a concorrência geral foi de aproximadamente 514 candidatos por vaga.

100% de Acordo com Último Edital

Apostila PREPARATÓRIA Polícia Federal 2020 - Agente de Polícia Federal e Escrivão de Polícia Federal [+Conteúdo Extra]
[Apostila Digital] (PDF) PREPARATÓRIA Polícia Federal 2020 - Agente de Polícia Federal e Escrivão de Polícia Federal [+Conteúdo Extra]
Apostila PREPARATÓRIA Polícia Federal PF 2020 - Papiloscopista Polícia Federal [+Conteúdo Extra]
[Apostila Digital] (PDF) PREPARATÓRIA Polícia Federal PF 2020 - Papiloscopista Polícia Federal [+Conteúdo Extra]

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.