Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.5/5 - (2 votes)

Concurso Polícia Civil PC BA 2022 abre inscrições com 1.000 vagas! Até R$ 13.032,44

Polícia Civil do Estado da Bahia publica novo edital de concurso público para o preenchimento de 1.000 vagas nos cargos de Escrivão, Investigador e Delegado

Está em andamento o edital de concurso da Polícia Civil do Estado da Bahia (Concurso PC BA 2022). O novo certame visa o preenchimento de 1.000 vagas na corporação. O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) tem a responsabilidade do certame.

O edital de concurso público da Polícia Civil PC BA 2022 traz vagas para os cargos de Escrivão (150), Delegado (150) e Investigador (700), todos de nível superior. Os salários variam de R$4.873,18 a R$13.032,44.

 

CargoVagasSalário
Investigador700R$ 4.873,18
Escrivão150R$ 4.873,18
Delegado150R$ 13.032,44

As vagas do concurso estão distribuídas entre ampla concorrência, negros e pessoas com deficiência.

Para Investigador, as vagas estão distribuídas da seguinte forma: ampla concorrência (455 vagas); negros (210); e PCD (35).

Para Delegado e Escrivão, as vagas estão distribuídas da seguinte maneira: ampla concorrência (98 vagas); negros (45); e PCD (07).

Delegado de Polícia Civil: a remuneração inicial é constituída pelo vencimento básico no valor de R$ 5.077,47 (cinco mil, setenta e sete reais e quarenta e sete centavos), acrescido de Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ III), equivalente a R$ 1.608,13 (um mil, seiscentos e oito reais e treze centavos), podendo ser acrescida de outras vantagens, hipótese em que a remuneração poderá atingir o valor de R$ 13.032,44 (treze mil, trinta e dois reais e quarenta e quatro centavos).

Investigador de Polícia Civil e Escrivão de Polícia Civil: a remuneração inicial é constituída pelo vencimento básico no valor de R$ 1.473,18 (um mil, quatrocentos e setenta e três reais e dezoito centavos), acrescido de Gratificação de Atividade de Polícia Judiciária (GAPJ III), equivalente a R$ 1.558,52 (um mil, quinhentos e cinquenta e oito reais e cinquenta e dois centavos), podendo ser acrescida de outras vantagens, hipótese em que a remuneração poderá atingir o valor de R$ 4.873,18 (quatro mil, oitocentos e setenta e três reais e dezoito centavos).

O Concurso da Polícia Civil PC BA 2022

Veja os requisitos, atribuições e jornada de trabalho das funções:

Delegado de Polícia

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão do curso de bacharelado em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC.

Atribuições: instaurar e presidir inquéritos policiais, formalizar o termo circunstanciado de ocorrência e outros procedimentos legais, instrumentos e atos oficiais, no âmbito de sua competência; exercer as atribuições previstas na legislação processual penal da competência da autoridade policial; planejar, dirigir, supervisionar e fiscalizar as atividades de investigação dos servidores policiais civis; planejar, dirigir, supervisionar, fiscalizar e avaliar as atividades operacionais e administrativas do órgão ou unidade policial sob sua direção; no curso de procedimentos, compete-lhe: expedir ordens de serviço, intimações e requisitar condução coercitiva, em caso de descumprimento injustificado; comparecer ao local de crime e requisitar a realização de exames periciais necessários para o esclarecimento do fato; representar pela instauração de incidente de sanidade mental do indiciado; representar à autoridade judiciária pela decretação de medidas cautelares, reais ou pessoais, ou ainda, quaisquer modalidades de prisões provisórias e pela concessão de mandados de busca e apreensão; solicitar, fundamentadamente, informações e documentos a entidades públicas e privadas; requisitar serviços e técnicos especializados de órgãos públicos, de concessionárias e permissionárias de serviço público, para esclarecimento de questões que possam subsidiar a apuração de infrações penais; dirigir e supervisionar operacionalmente, com exclusividade, a atividade de investigação criminal e o exercício da polícia judiciária, exceto quando relacionadas à matéria sob jurisdição militar; assegurar, no âmbito de sua competência, a unidade da investigação policial, bem como a eficácia dos princípios institucionais da Polícia Civil; adotar medidas necessárias ou participar de programas e operações, com vistas à prevenção, repressão e controle da criminalidade; proceder a estudos, levantamentos e análises de ocorrências policiais e criminais, visando à criação e ao desenvolvimento de programas, métodos, técnicas e rotinas do trabalho policial; participar de estudos e pesquisas de natureza técnica ou especializada sobre administração policial; prestar assessoramento em assuntos relacionados com a segurança pública e com a administração policial; zelar pela incolumidade dos presos.

Jornada de Trabalho: 40 horas semanais.

Investigador de Polícia

Requisitos: Diploma de conclusão de curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC, bem como Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida, categoria “B”, no mínimo.

Atribuições: proceder à investigação criminal e ao exercício de Polícia Judiciária, exceto quando relacionadas à matéria sob jurisdição militar; participar do planejamento, coordenação, supervisão e fiscalização das atividades operacionais e administrativas do setor sob sua direção; participar de levantamento de local de crime e interagir na execução de atividade investigativa; zelar pela incolumidade de preso; cumprir diligências, mandados e outras determinações de autoridades policiais e/ou judiciárias competentes, sendo responsável pela produção de dados, informações e conhecimentos; participar de estudos, projetos e pesquisas de natureza técnica ou especializada sobre ciências criminais, inteligência policial e estatísticas de crimes; efetuar prisões e busca pessoal, para fins de apuração de infração penal; participar de programas e operações de prevenção, repressão, controle da criminalidade, reconstituição e de ações de inteligência policial; executar tarefas de fiscalização de estabelecimentos de hospedagem, diversões públicas, teatros, cinemas, esportes e produtos controlados pela Polícia Civil, sendo-lhe assegurado o livre acesso aos locais fiscalizados; adotar providências sobre qualquer ocorrência policial de que tiver conhecimento, dando ciência imediata à autoridade competente; elaborar os relatórios de investigação criminal, conforme expedição de ordem de serviço; executar as ações necessárias para segurança das investigações; executar em trabalho de equipe operações de resgate de reféns; exercer assessoramento especializado e superior no âmbito da estrutura da Polícia Civil do Estado da Bahia; participar de estudos e pesquisas de natureza técnico-científica ou especializada sobre administração policial; alimentar e pesquisar, nos arquivos físicos e eletrônicos, dados sobre a identificação de pessoas; dirigir viatura em missão de natureza policial; coordenar e supervisionar a investigação criminal e a atividade de polícia judiciária, exceto quando relacionada à matéria sob jurisdição militar, e desde que no exercício da função de coordenação do setor de investigação.

Jornada de Trabalho: 40 horas semanais.

Escrivão de Polícia

Requisitos: Diploma de conclusão de curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC.

Atribuições: lavrar os atos de inquéritos policiais, termos circunstanciados de ocorrência e outros procedimentos legais, contribuindo na gestão de dados, informações e conhecimentos; expedir, mediante requerimento de interessado e despacho da autoridade policial, certidões e translados; zelar pela guarda de papéis, documentos, procedimentos, armas e munições sob sua responsabilidade e de objetos e instrumentos apreendidos vinculados aos inquéritos policiais, termos circunstanciados e outros procedimentos legais; ter a guarda e responsabilidade, mantendo atualizada a escrituração em livros e/ou banco de dados; emitir guia de recolhimento, quando legalmente autorizado e determinado por autoridade policial; preencher planilhas de controle de inquéritos, processos e boletins; acompanhar a autoridade policial, quando necessário ao exercício funcional; prestar assessoramento especializado e superior no âmbito da estrutura da Polícia Civil do Estado da Bahia; expedir guias para exames periciais; escrever, subscrever e lavrar atos e termos e demais peças de procedimentos penais ou administrativos

Jornada de Trabalho: 40 horas semanais.

Inscrição Concurso Polícia Civil PC BA 2022

As inscrições do concurso público da PC-BA serão realizadas de 09 de maio de 2022 a 07 de junho de 2022, no endereço eletrônico do IBFC (www.ibfc.org.br) na aba “Inscrição e 2ª via do Boleto”.

A taxa de inscrição vai custar R$140 para Escrivão e Investigador e R$160 para Delegado.

Etapas do Concurso PC BA 2022

O concurso público da PC-BA 2022 contará com as seguintes etapas:

  1. Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  2. Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  3. Prova de Títulos, de caráter classificatório;
  4. Exames Pré-Admissionais;
  5. Teste de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  6. Exames Médicos, de caráter eliminatório;
  7. Exame Psicológico; de caráter eliminatório;
  8. Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório; e
  9. Curso de Formação, de caráter eliminatório.

Provas Objetivas

As provas objetivas do concurso da PC-BA serão aplicadas no dia 24 de julho de 2022 (domingo), na cidade de Salvador (BA), com duração de 4h, no período da manhã.

Serão cobradas, ao todo, 100 questões, sendo 40 de conhecimentos gerais e 60 de conhecimentos específicos, com 5 (cinco) alternativas e apenas uma considerada correta.

As Provas Objetivas serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, considerando-se HABILITADO nesta etapa o candidato que nela obtiver nota igual ou superior a 70 (setenta) pontos.

Prova Discursiva

A prova discursiva do concurso público da PC-BA também será realizada na cidade de Salvador/BA. O exame escrito será realizado no período da tarde, com duração de 04h30.

Segundo o edital, a prova discursiva será avaliada na escala de 0 a 100 pontos, considerando-se habilitado o candidato que nela obtiver nota igual ou superior a 70 pontos.

O edital informa ainda que a avaliação das questões de Estudo de Caso e Dissertativas a Prova Discursiva será composta de conhecimentos específicos, de acordo com o cargo.

Para o desenvolvimento da Prova Discursiva, o candidato deverá redigir no mínimo 10 e no máximo 15  linhas por questão, observando os critérios de correção.

Para avaliação de uma Peça Cautelar de Representações ou Peça de Inquérito Policial para o cargo de Delegado de Polícia Civil a Prova Discursiva será composta de conhecimentos específicos, cujo o tema da Peça será fornecida no momento da Prova Discursiva.

Avaliação de Títulos

Segundo o edital, o concurso ainda contará com a avaliação de títulos. Nesta etapa, somente concorrerão os candidatos que forem habilitados na Prova Discursiva. Essa etapa terá caráter classificatório.

A Prova de Títulos terá caráter classificatório e será avaliada na escala de 0,0 (zero) a 4,0 (quatro) pontos.

Exames Pré-Admissionais

O edital da PC-BA informa que nos exames pré-admissionais (teste de aptidão física, exames médicos e exame psicológico) e na investigação social serão convocados os candidatos aprovados nas 03 (três) listas (ampla concorrência, candidatos negros e candidatos com deficiência), de maneira alternada e proporcional, devendo ser observada a seguinte ordem de convocação:

  • a) candidatos de ampla concorrência;
  • b) candidatos negros;
  • c) candidatos com deficiência.

Após divulgação do resultado final, a PC-BA vai realizar o chamamento dos candidatos aprovados dentro do número de vagas para realização dos exames pré-admissionais (teste de aptidão física, exames médicos e exames psicológicos) e da investigação social.

Teste de Aptidão Física

Uma etapa importante do concurso da PC-BA é o TAF – Teste de Aptidão Física. Nesta etapa, serão convocados todos os candidatos aprovados no concurso, dentro do número de vagas e prazo de validade previstos no edital e segundo os critérios de conveniência e oportunidade da Administração.

O Teste de Aptidão Física consiste no conjunto de quatro testes físicos, de caráter eliminatório, com índice mínimo exigido, realizados em ordem pré–estabelecida, apenas por candidatos habilitados por atestado médico específico.

O Teste de Aptidão Física será composto dos seguintes testes físicos:

  • I – Teste dinâmico de barra (somente para os candidatos do sexo masculino);
  • II – Teste estático de barra (somente para as candidatas do sexo feminino);
  • III – Teste de flexão abdominal (para os candidatos do sexo masculino e feminino); e
  • IV – Teste de corrida de 12 (doze) minutos (para os candidatos dos sexos masculino e feminino).

Exames Médicos

Os candidatos considerados aptos no Teste de Aptidão Física serão convocados através de Edital de Convocação para os Exames Médicos.

Os Exames Médicos, de caráter eliminatório, antecedente e pré-requisito para o Exame Psicológico, objetiva aferir se o candidato goza de boa saúde física e psíquica para suportar as aulas práticas a que será submetido durante o Curso de Formação de Policiais Civis e para desempenhar as tarefas típicas inerentes ao cargo a que concorre.

Os Exames Médicos compreenderão o exame clínico e, ainda, a entrega de exames laboratoriais, complementares e os laudos previstos no edital de abertura do concurso.

Exame Psicológico

Serão convocados para o Exame Psicológico todos os candidatos considerados aptos nos Exames Médicos.

O Exame Psicológico é um processo técnico e científico que será realizado por meio de metodologias e técnicas específicas, sendo empregado os procedimentos científicos destinados a aferir a compatibilidade das características psicológicas do candidato com as atribuições do cargo, verificando se o avaliado apresenta características essenciais como, por exemplo:

  • funções cognitivas;
  • habilidades específicas; e
  • habilidades de personalidade, necessárias para o desempenho das respectivas atribuições dos cargos.

Investigação Social

Os candidatos considerados aptos no Exame Psicológico serão submetidos à Investigação Social e de Conduta Pessoal, de caráter eliminatório, sob responsabilidade da Polícia Civil do Estado da Bahia – PC/BA, que se estenderá até a nomeação.

Se durante a Investigação Social e de Conduta Pessoal for identificada qualquer fato desabonador e conduta incompatível com a função, o candidato será contra-indicado, por ato administrativo fundamentado, emitido pela Polícia Civil do Estado da Bahia – PC/BA, para o cargo a que concorre.

Durante todo o período o candidato deverá manter atualizados os dados informados no Formulário de Investigação Social e de Conduta Pessoal, assim como cientificar formal e detalhadamente qualquer outro fato relevante para a investigação.

Curso de Formação

Por fim, o concurso também terá um Curso de Formação de Policiais Civis, de caráter eliminatório, a ser realizado sob a responsabilidade exclusiva da Academia de Polícia Civil – ACADEPOL.

O CFP da PC-BA será regulado pelas normas administrativas da Academia e legislação pertinente.

O Curso de Formação de Policiais Civis tem como objetivo formar os candidatos com conhecimentos e habilidades necessárias para a assunção dos cargos e será realizado em regime de tempo integral, podendo ser realizado em qualquer dia da semana, inclusive sábados, domingos e feriados, em qualquer horário e terá duração, em média, de 04 meses.

O aluno deverá participar de todas as atividades programadas, sob pena de desligamento, qualquer que seja o motivo e o programa contará com aulas e provas práticas e teóricas.

Segundo o edital do concurso, durante a realização do Curso de Formação de Policiais Civis, os alunos receberão ajuda de custo no valor correspondente a 50% do vencimento básico da classe inicial do cargo, garantida a percepção de valor não inferior ao salário mínimo vigente.

A frequência ao Curso de Formação de Policiais Civis é obrigatória, ficando desligados automaticamente os candidatos que apresentarem frequência inferior a 90%  do total da carga horária do curso.

Será considerado aprovado no Curso de Formação de Policiais Civis o candidato que obtiver nota final igual ou superior a 60,00 pontos.

Validade

A validade do concurso será de de 01 (um) ano, a contar da data da publicação da Homologação, podendo, antes de esgotado esse prazo de validade, ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da Administração, por ato expresso do Secretário da Administração do Estado da Bahia e da Delegada Geral da Polícia Civil da Bahia.

Informações do concurso
  • Concurso: Polícia Civil da Bahia
  • Banca organizadora: IBFC
  • Escolaridade: superior
  • Número de vagas: 1.000
  • Remuneração: R$4.873,18 a R$13.032,44
  • Inscrições: 09 de maio a 07 de junho de 2022
  • Taxa de Inscrição: R$140 para Escrivão e Investigador; R$160 para Delegado
  • Provas: 24 de julho de 2022
  • Situação: EDITAL PUBLICADO
  • EDITAL CONCURSO PC BA 2022
3.5/5 - (2 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

10 Comentários
  1. Edmilson Xavier dos Santos Diz

    Foi verdade eu terei 52,86% na prova fora as três questões anuladas que eles não deram a ninguém aí some aí essas questões pelo certo eu nunca vi em concurso nenhum conhecimento básico valer mais de que conhecimento específicos só na Bahia é a nota de corte foi 63 pra envertigador básico foi 3,5 e específicos 1,5 é só aqui na Bahia

  2. Henrique Diz

    Também min interecei como fais memso

  3. marcelo Carvalho Oliveira Diz

    quero se escrever mas nem sei como fzr isso por onde começar alguém ai pode me ajudar como posso participar do concurso

    1. Maylsson Diz

      Irmão, o ideal é que comece vendo o edital.
      Vale ressaltar que esse concurso é nível superior.

  4. Suelen Alexandra Diz

    Oi boa noite meu sonho ser policia. Pois pra combater as criminalidade . Os vagabundos estão tomando conta das pessoa o nesta

  5. Anderson Diz

    Idade mínima?

  6. PAULO FERREIRA LOPES Diz

    Eu fiz o concurso da PCBA e estou habilitado, mas eles chamaram a penas 1,5 o número de vagas para a próxima fase, aí é dá uma tapa na cara do concurseiro em dizer que não hove candidatos habilitados, ainda mais depois de tantas irregularidades no concurso, que ao meu ver só passaram na maioria as cartas marcadas.
    Quando abrir novamente, espero que nos respeitem e faça um concurso com uma banca seria e com respeito a todos nós.

  7. mercator Diz

    Uma investigação básica, provavelmente, encontraria inúmeras falhas grosseiras.

  8. Ana Borges Diz

    Recomendo vivamente o seu blog/site.
    Achei-o de excelente qualidade.
    Obrigado
    Ana

  9. Paulo Rogerio Correa Diz

    Nao acredito nessa noticia pois se o governador abrir um novo concurso para a policia civil seria no minimo uma aberração ou entao uma forma de arrecadar as custas dos concurseiros. Essa banca vunesp chamou apenas 1,5 o numero de aprovados e somente 300 candidatos seguem no concurso e apos as demais fases restarão menos de 200. Um concurso de 1.000 vagas com 48.000 inscritos e têm a cara de pau de dizer que faltou aprovados….kkkkkkk. Seria hilario se nao fosse cômico. Por que a banca nao convoca 3 x o numero de aprovados ???? Por que a vunesp alterou as regras do edital dando peso diferente para as questões ???? Essa banquinha veio aqui somente para causar transtornos pra quem abdicou de tudo para se dedicar a este concurso…só trapalhada e amadorismo e o mais incrivel…o MP nao se manifesta ! Lamentavel, a Justiça deveria investigar pois esse concurso feriu todos os principios da administracao publica, sobretudo a moralidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.