Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso PM RJ: Governador confirma 12 mil policiais até 2022

É grande a expectativa de abertura do novo edital de concurso público da Polícia Militar do Rio de Janeiro (Concurso PM RJ 2019). Nesta segunda-feira, 22 de julho, o governo do Estado, Wilson Witzel, disse que 12 mil policiais serão contratados, até 2022. As declarações foram dadas durante evento no Palácio Guanabara, onde o chefe do executivo estadual fez um balanço das ações na Segurança Pública no Estado, no primeiro semestre deste ano.

“Nós vamos formar 12 mil policiais até 2022. É a meta mínima. Pode ser que, com o apoio do corpo de fuzileiros navais, consigamos ampliar esse número. Mas esses 12 mil policiais serão entregues aos vários municípios para ampliar a capacidade operativa dos batalhões”, disse o governador.

Para cumprir o prometido, o Estado vai precisar abrir um novo concurso. No momento, a pendência é a chamada de todos os aprovados no concurso público de 2014, ano do último certame.

Para concorrer a uma das vagas de Soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ), o candidato deverá ter idade compreendida de 18 (dezoito) anos na data de matrícula e 30 (trinta) anos até a data limite do período de inscrição; ter concluído o Ensino Médio ou estar concluindo, de forma que esteja concluso até a data prevista em edital para a fase de Pesquisa Social; carteira Nacional de Habilitação (CNH), exceto somente Categoria “A”; e para candidatos do sexo masculino, ter altura mínima de 1,65m; e para candidatos do sexo feminino, ter altura mínima de 1,60m.

Expectativa de 3 mil convocados até o fim do ano

O governador também disse que 3 mil aprovados serão convocados até o fim de 2019. Ainda de acordo com o chefe do executivo, o governo vem autorizando a chamada de aprovados. A mais recente ocorreu no dia 18 de julho, quando 500 candidatos se apresentaram ao Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP).

Ao site Folha Dirigida, a Assessoria de Imprensa da corporação disse que essa é a segunda turma a ingressar no curso de formação profissional em 2019. Os 500 candidatos foram chamados no mês de junho pelo governo do Estado. Eles conseguiram a aprovação nas etapas do último concurso PMERJ, realizado em 2014, que segue vigente.

Conheça o GUIA DO TAF PARA CONCURSOS PÚBLICOS, clique aqui!

Para cumprir promessa, concursos devem abrir 9 mil vagas

Para cumprir o prometido de 12 mil vagas, o governador deverá abrir um novos concursos com 9 mil vagas nos próximos três anos, uma vez que as demais 3 mil já serão preenchidas por aprovados no concurso PM-RJ de 2014, assim como confirmado por Witzel. Não se sabe ainda como será essa divisão, porém é provável que a corporação realize mais de um concurso até o fim do mandato do governador.

Último concurso da PM-RJ foi divulgado com 6 mil vagas

O último concurso da Polícia Militar-RJ foi divulgado em 2014, quando contou com nada menos que 6 mil vagas para Soldado, sendo 5.400 para os homens e 600 para as mulheres. A Exatus Promotores de Eventos e Consultoria coordenou o certame.

O concurso da PM-RJ foi composto por Exame Intelectual, mediante a aplicação de prova objetiva e Redação, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da organizadora; Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório, de responsabilidade da organizadora; Exame Antropométrico de caráter eliminatório, de responsabilidade da PMERJ; Teste de Aptidão Física (TAF), de caráter eliminatório, de responsabilidade da PMERJ; Exame Toxicológico, de caráter eliminatório, de responsabilidade da PMERJ; Exames Médicos, de caráter eliminatório, de responsabilidade da organizadora; e Investigação Social e Documental, de caráter eliminatório, de responsabilidade da PMERJ.

As provas objetivas foram aplicadas em Angra dos Reis, Arraial do Cabo, Campos dos Goytacazes, Itaperuna, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, São Gonçalo, Teresópolis e Volta Redonda.

Prova Objetiva

A prova objetiva contou com questões de Língua Portuguesa (10), Sociologia (05), Geografia (05), História (05), Legislação de Trânsito (05), Informática (05) e Direitos Humanos (05). A Prova Objetiva de Múltipla Escolha foi  composta de 40 (quarenta) questões distribuídas pelas disciplinas, sendo que cada questão contou com  (quatro) alternativas com letras de A à D e com uma única resposta correta, totalizando um máximo de 40 (quarenta) pontos, conforme o quadro abaixo.

Foi  reprovado na Prova Objetiva de Múltipla Escolha e, consequentemente, eliminado do  concurso o candidato que não fez o mínimo de 40% (quarenta por cento) do total de pontos atribuídos nas disciplinas de: Sociologia, Geografia, História, Legislação de Trânsito, Informática e Direitos Humanos e o mínimo de 50% (cinquenta por cento) da disciplina de Língua Portuguesa, bem como obteve nota ZERO em qualquer disciplina.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
2 Comentários
  1. felipe Diz

    esse limite de idade é ridiculo ….

    1. Jessica Diz

      Não concordo. Brasileiro é acostumado a deixar tudo para a última hora.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.