Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concursos PM: O que mais reprova no exame psicológico?

Os testes ajudam a avaliar os candidatos a ingressar na Polícia Militar, que demanda profissionais aptos psicologicamente

Boa parte dos candidatos a concursos PM (Polícia Militar) reprova no exame psicológico. É uma avaliação que provoca muita tensão e apresenta algumas pegadinhas.

Uma primeira dica para quem está prestes a fazer essa prova, é tentar relacioná-la como qualquer outra entrevista de emprego. No entanto, o exame da Polícia é bem mais intenso, aprofundado e especializado.

Afinal, ele precisa selecionar candidatos para atuar em uma instituição séria e que demanda profissionais aptos psicologicamente para proteger a sociedade e aplicar a lei.

O que é o exame psicológico?

Basicamente, o exame psicológico do concurso PM consiste na aplicação de testes para avaliação ou mensuração de determinadas características dos candidatos.

Os testes funcionam como ferramentas para medir, em casa pessoa, as características cognitivas e de personalidade. Ambas são importantíssimas para definir se há padrões compatíveis com as necessárias aos policiais militares.

Algo que vale ser dito é que o teste psicológico para concurso PM ou outro faz uma análise do candidato naquele momento em questão. Não é uma prova que avalia retroativamente o estado mental da pessoa. Então é bom se preparar bastante para estar em dia com a saúde cognitiva na data específica do exame.

Erro 1: Expor dificuldades da vida em excesso

É comum que os candidatos ao concurso PM queiram ser extremamente sinceros no exame psicológico. Essa é uma característica boa, porém, há aqueles que cometem exageros na hora da conversa com o psicólogo.

Um erro é levar para o teste todas as dificuldades, as falhas e as angústias vivenciadas até o momento, às vezes em tempos bem anteriores à prova. Expor todos os problemas na avaliação pode incorrer na reprovação. Lembre-se que você está sendo testado para atuar profissionalmente e não é uma consulta com o terapeuta pessoal.

Erro 2 – Estado físico e mental alterado no dia

Muitos acreditam ser exagero, mas o estado fisiológico, englobando físico e mental, tem poder para colocar o seu exame psicológico por água abaixo.

As principais dicas nesse sentido é estar bem descansado, ter dormido bem na noite anterior à avaliação, assim como estar bem alimentado, com comida saudável e nada muito pesado.

Sim, isso faz toda a diferença na hora de ser avaliado psicologicamente. O fato de você estar descansado ajuda o cérebro a enviar as sinapses necessárias para o seu sistema motor e agir cognitivamente da forma esperada.

Também ocorrem alterações cerebrais quando se está mal alimentado. Mesmo que você esteja se sentindo bem fisicamente, a sua atuação na prova não ser suficientemente boa para ter o resultado positivo.

Candidatos inaptos devem receber devolutiva

É configurado por lei que os candidatos que forem classificados como inaptos no exame psicológico do concurso PM devem receber uma devolutiva. Ou seja, têm o direito de saber o porquê de terem sido reprovados.

Leia também outro post interessante sobre o tema – Concurso PM: O que geralmente reprova no exame médico?

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.