Concurso ou seleção: qual a melhor forma de ingressar no serviço público

Saiba quais são as vantagens e desvantagens de cada modalidade

Se você está em busca de uma vaga no serviço público, provavelmente já se deparou com dois tipos de processos seletivos: o concurso público e a seleção pública. Mas você sabe qual a diferença entre eles e qual a melhor opção para você? 

Neste artigo, vamos explicar as principais características, vantagens e desvantagens de cada um desses formatos de contratação. Desse modo, é mais fácil para que você possa escolher o que mais se adequa ao seu perfil e aos seus objetivos profissionais. 

O que é um concurso público?

Um concurso público é um processo com estrutura e regulamento para seleção de candidatos para vagas permanentes no setor público. Aliás, seja na administração direta ou indireta, nos âmbitos federal, estadual ou municipal. 

Aliás, está previsto na Constituição Federal, artigo 37, inciso II, como a forma obrigatória de ingresso na carreira pública. Assim, visa garantir a igualdade de oportunidades e a meritocracia.

Além disso, também exige a realização de provas ou provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego. Desse modo, as provas podem ser objetivas, discursivas, práticas, físicas ou orais, dependendo do edital. A elaboração dos exames é feita por uma banca examinadora contratada pelo órgão que realiza o concurso.

Por fim, a modalidade oferece estabilidade para o funcionário que passa pelo processo de estágio probatório, que dura em média 36 meses. Se o servidor for aprovado nesta etapa, ele adquire a estabilidade. Em suma, que significa que ele só pode ser demitido por justa causa ou por decisão judicial.

O que é uma seleção pública?

Uma seleção pública é um método mais flexível e aberto. Aliás, comumente utilizado para preencher vagas temporárias em decorrência de necessidade excepcional de interesse público. Aliás, uma seleção pública pode ser realizada tanto por órgãos públicos quanto por empresas privadas. Ademais, para atender a demandas específicas e urgentes.

Aliás, também está prevista na Constituição Federal, artigo 37, inciso IX, como uma exceção à regra do concurso público. Sendo assim, essa modalidade deve ser autorizada por lei específica e deve ter um prazo determinado para sua duração.

Desse modo, ela pode ser feita por meio de um processo seletivo simplificado, consistente na aplicação de uma prova ou na análise de currículo, ou experiência profissional. Além disso, ela também pode ser feita por meio de uma contratação direta, sem necessidade de prova ou análise curricular.

Uma seleção pública não oferece estabilidade para o funcionário contratado temporariamente. Portanto, ao término do contrato, o empregado não tem mais nenhum vínculo com o órgão ou empresa contratante.

Concurso ou seleção qual a melhor forma de ingressar no serviço público
Concurso ou seleção qual a melhor forma de ingressar no serviço público. Foto: Canva

Quais são as vantagens e desvantagens de cada um?

Tanto o concurso público quanto a seleção pública têm suas vantagens e desvantagens. Por isso, você deve considerá-olas na hora de escolher qual o melhor caminho para ingressar no serviço público. Por isso, veja alguns pontos positivos e negativos de cada um:

Concurso público

Vantagens: oferece estabilidade, salários atrativos, benefícios como auxílio-alimentação e auxílio-transporte. Bem como, possibilidade de progressão na carreira, reconhecimento social e prestígio profissional.

Desvantagens: exige maior preparação e dedicação dos candidatos, tem maior concorrência e dificuldade nas provas. Assim como, tem menor frequência e disponibilidade de vagas, pode demorar mais tempo para ser nomeado e empossado.

Seleção pública

Vantagens: oferece maior facilidade e rapidez na inscrição e na contratação, tem menor exigência e complexidade nas provas ou na análise curricular. Além disso, tem maior oferta e variedade de vagas, pode servir como experiência profissional e porta de entrada para o serviço público.

Desvantagens: não oferece estabilidade, salários podem ser inferiores aos dos concursos, benefícios podem ser limitados ou inexistentes. Assim como, possibilidade de progressão na carreira é restrita, reconhecimento social e prestígio profissional são menores.

Como escolher entre concurso ou seleção?

A escolha entre concurso ou seleção depende de vários fatores. Por exemplo, como o seu perfil profissional, os seus objetivos de carreira, a sua disponibilidade de tempo e recursos. Aliás, outros fatores incluem a sua afinidade com a área de atuação e o seu nível de conhecimento e preparação. Desse modo, não há uma resposta única ou definitiva para essa questão, mas algumas dicas podem te ajudar a decidir:

Avalie o seu grau de interesse e comprometimento com o serviço público. 

Se você tem o sonho de ser servidor público e busca uma carreira estável e segura, o concurso público pode ser a melhor opção para você. Então, se você quer apenas uma oportunidade temporária ou complementar a sua renda, a seleção pública pode ser a melhor escolha para você.

Pesquise sobre as vagas disponíveis e as exigências de cada cargo. 

Verifique se há vagas para o seu nível de escolaridade e para a sua área de formação ou interesse. Para isso, compare os salários, os benefícios, as atribuições e as responsabilidades de cada cargo. 

Analise o edital e o conteúdo programático de cada processo seletivo. 

Veja quais são as etapas, as provas, os critérios de avaliação e de classificação de cada processo seletivo. Assim, confira quais são os assuntos cobrados nas provas e quais são os conhecimentos específicos exigidos para cada cargo. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.