Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Funsaúde CE: Edital pode sair nesta quarta, 23

A Fundação de Saúde do Ceará vai abrir um novo edital de concurso público para preenchimento de vagas em diversos cargos

A Fundação de Saúde do Ceará tem expectativa de abrir um novo edital de concurso público (Concurso Funsaúde CE 2021) em breve. A previsão é que o documento possa ser divulgado já nesta semana.

A comissão organizadora que cuidará dos preparativos do certame já foi designada pelo governador Camilo Santana. A composição dos membros foi divulgada na edição do Diário Oficial do Ceará do dia 18 de junho.

O grupo conta com cinco pessoas, sendo um presidente e quatro membros. Eles são representantes da Fundação Regional de Saúde e da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag).

A previsão do edital foi divulgada pela reportagem do Jornal O Povo, na coluna de Josélio Leal. Segundo ele, este prazo foi dado pelo secretário de Saúde, Cabeto Martins. Segundo o chefe da pasta, a previsão seria liberar o edital de abertura nesta quarta-feira, 23.

Inicialmente, o edital do concurso Funsaúde-CE tem previsão de contar com 11 mil vagas. No entanto, a pasta tem objetivo de formar cadastro reserva para contratar até 33 mil profissionais durante a validade do certame. A confirmação foi dada durante entrevista ao portal Diário do Nordeste. Somente para o cargo de Médicos, serão abertas seis mil vagas.

A relação completa de vagas ainda não foi divulgada, mas a expectativa é que o edital seja divulgado para cargos de todos os níveis de escolaridade.

De acordo com Camilo, a secretaria de Saúde, a quem Fundação Regional de Saúde é subordinada, está finalizando os preparativos de abertura do concurso.

Segundo o governador, o edital será de “grande concurso” e que haverá oportunidades para médicos de diversas especialidades, enfermeiros e outros.

O concurso FUNSAÚDE CE

Em agosto de 2020, o secretário de Saúde do estado, Dr. Cabeto, disse em entrevista ao site Diário do Nordeste que os primeiros contemplados contemplados serão o Hospital de Messejana, localizado na zona sudeste da capital, e o Hospital Geral de Fortaleza (HGF).

Em uma outra oportunidade, o secretário já havia revelado que para essas unidades seriam abertas aproximadamente 6 mil vagas. Os cargos e salários do concurso ainda não foram divulgados.

Além disso, outros hospitais do Estado geridos pela FunSaúde-CE ainda passam por estudos para ter o número de vagas definido. No entanto, de acordo com o secretário de Saúde, o processo será realizado em todas as unidades até o fim deste ano.

“Estamos fazendo o que a gente chama de redimensionamento das unidades, para que a gente possa abrir o concurso com o número de vagas adequadas. Isso em parceria com o Instituto Einstein de Gestão. Duas das nossas unidades já terminaram esse redimensionamento, foi o HGF e o Hospital de Messejana, portanto devem ser os primeiros concursos.”

De acordo com o chefe da pasta, uma parceria foi feita com o Instituto de Gestão do Hospital Albert Einstein para redimensionar todas as unidades de saúde cearenses e avaliar a proporção do certame.

Apenas para os hospitais Geral de Fortaleza e de Messejana deverão ser abertas seis mil vagas. As declarações foram dadas em julho de 2020, em entrevista à Rádio O POVO CBN, no Facebook.

Um plano de carreira para os profissionais que serão contratados já está sendo construído.

Concurso Funsaúde-CE é aguardado

Criada em março de 2020, a Fundação Regional de Saúde do Ceará foi sancionada pela Lei nº 17.186/2020, que dispõe sobre um novo gerenciamento de serviços de saúde assistenciais do Ceará.

A instituição terá as seguintes competências:

  • – Prestar serviços de saúde à população em todos os níveis de complexidade próprios do Estado;
  • – Prestar apoio aos municípios e consórcios públicos de saúde em serviços de assistência à saúde de âmbito regional;
  • – Desenvolver programas de educação permanente de forma regionalizada para os profissionais de saúde do SUS;
  • – Coordenar as atividades regionais da central de regulação assistencial;
  • – Monitorar o cumprimento dos indicadores regionais e dos resultados qualitativos dos serviços regionais de saúde no âmbito do SUS;
  • – Desenvolver atividades de caráter científico e tecnológico.

“O Ceará foi dividido em cinco macrorregiões de saúde, então cada uma, até o final do nosso governo terá pelo menos um hospital de alta complexidade funcionando,” disse.

Os empregados estarão sujeitos ao regime jurídico da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.