Calendário Bolsa Família de março revela NOVO VALOR e surpreende beneficiários

O Bolsa Família é o maior programa de distribuição de renda do Governo Federal. Somente ele, atende milhões de brasileiros em estado de vulnerabilidade socioeconômica.

Na última semana, o programa encerrou a rodada de pagamentos referente a fevereiro de 2024. Mas os beneficiários já podem conferir todas as novidades dos depósitos que ocorrerão em março.

Uma das principais mudanças diz respeito ao valor do benefício, que teve modificação em relação aos últimos depósitos.

A seguir, confira a matéria na íntegra e entenda tudo sobre o valor do Bolsa Família de março de 2024. Veja também o calendário oficial com todas as datas dos repasses e muito mais!

Pagamento do Bolsa Família março de 2024

Os próximos repasses do Bolsa Família têm previsão para começar no dia 15 de março. No entanto, o que pode surpreender os beneficiários é o seu novo valor, que será menor este mês.

Isso porque os inscritos não contarão com o pagamento do Auxílio Gás, benefício voltado para o custeio do gás de cozinha para as famílias de baixa renda.

O Auxílio Gás em fevereiro garantiu um aumento de R$ 102 na renda mensal dos beneficiários. Porém, como este é um benefício bimestral, este mês não haverá ciclo de pagamentos para ele.

Assim, o programa, que também atende milhares de beneficiários do Bolsa Família, retornará apenas em abril de 2024.

Valor do Bolsa Família em março de 2024

Valor do Bolsa Família em março de 2024
Valor do Bolsa Família em março de 2024. Imagem: Roberta Aline / MDS

Apesar de não haver repasses do Auxílio Gás este mês, os beneficiários do Bolsa Família poderão garantir a renda mínima de R$ 600. Além disso, também terão direito a receber os outros benefícios do programa. Confira quais são:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): garante o pagamento mínimo de R$ 142 por cada integrantes da família;
  • Benefício Complementar (BCO): complementa o valor do benefício mensal, caso a soma dos integrantes não alcance o mínimo de R$ 600;
  • Benefício Primeira Infância (BPI): garante um bônus de R$ 150 para cada criança que possui até 6 anos de idade;
  • Benefício Variável Familiar (BVF): bônus de R$ 50 para gestantes e integrantes que possuem entre 7 e 18 anos incompletos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): garante o acréscimo de R$ 50 para cada membro com até 6 meses de idade (nutriz);
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): atende situações específicas e garante que nenhuma família receba menos do que recebia no benefício anterior (Auxílio Brasil).

Calendário de pagamentos

O calendário de pagamentos do Bolsa Família segue o último dígito do NIS (Número de Identificação Social) para a realização dos repasses. Isso significa que a cada dia um novo grupo tem acesso aos recursos do programa.

A seguir, confira o calendário oficial com todas as datas:

  • NIS final 1: 15 de março;
  • NIS final 2: 18 de março;
  • NIS final 3: 19 de março;
  • NIS final 4: 20 de março;
  • NIS final 5: 21 de março;
  • NIS final 6: 22 de março;
  • NIS final 7: 25 de março;
  • NIS final 8: 26 de de março;
  • NIS final 9: 27 de de março;
  • NIS final 0: 28 de de março.

Antecipação do Bolsa Família em março de 2024

O Governo Federal criou algumas regras que definem a antecipação de pagamentos do Bolsa Família. Em primeiro lugar, todos os pagamentos previstos para a segunda-feira poderão ser antecipados para o sábado anterior.

Isso significa que, em março, os beneficiários com NIS final 2 e 7 receberão nos dias 16 e 23 de março, consecutivamente. Dessa forma, a antecipação será de 2 dias para estes grupos.

Além disso, também haverá a antecipação para os moradores de cidades que declararam situação de emergência e calamidade pública.

No meses anteriores, o Bolsa Família unificou o pagamento para beneficiários que moram em municípios que declararam situação de emergência. Assim, todos puderam receber no primeiro dia dos repasses ou no dia em que houve a declaração do município, independente do último dígito do NIS.

Assim, a expectativa é que esta regra continue valendo para o próximo mês, atendendo as cidades que possam sofrer com desastres naturais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.