Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

CAIXA vai liberar até R$ 5 MIL aos beneficiários após fim do auxílio

Os pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600 e R$ 300 seguiram até o mês de dezembro. Porém, o governo busca lançar um novo microcrédito com objetivo de ajudar financeiramente os trabalhadores informais assistidos pelo programa durante a pandemia.

A expectativa é que o valor do empréstimo fique entre R$1.500 e R$5.000. Recentemente, o assunto foi tema de conversa entre o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

A gestora de pagamentos do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal deverá ser a responsável pela liberação do microcrédito. Hoje, o banco disponibiliza R$ 10 bilhões para financiamento da linha de crédito. No entanto, o valor pode subir e alcançar o patamar de R$ 25 bilhões, caso algumas medidas em análise pela equipe econômica sejam feitas.

O decreto que estabelece o estado de calamidade pública no Brasil por conta da pandemia do novo coronavírus seguirá em vigor até 31 de dezembro, mesma data em que o auxílio emergencial chega ao fim. A princípio, o Governo não irá realizar uma nova prorrogação do programa, sob a justificativa de que não possui mais verba suficiente para pagar o benefício.

Auxílio emergencial em 2021

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a falar sobre a prorrogação e o fim do auxílio emergencial. Assim como fez durante as últimas semanas, o chefe do executivo disse que o benefício não seria estendido até 2021. Em uma praia na cidade de Praia Grande, em São Paulo, ele disse que o benefício “chegou no limite”.

“Querem que a gente renove (o auxílio emergencial), mas a nossa capacidade de endividamento chegou ao limite”, disse o presidente no meio de apoiadores. Ele citou o rombo nas contas públicas do governo nessa mesma fala.

“Sei que muitos cobram, querem coisa melhor e alguns esquecem até que estamos terminando um ano atípico. Nós nos endividamos em R$ 700 bilhões para conter a pandemia”, completou Bolsonaro. Pessoas da comitiva publicaram o vídeo nas redes sociais.

Esse rombo de R$ 700 bilhões deixa, de fato, pouca margem para que o Governo mantenha o Auxílio Emergencial. Por isso, o que existe é uma pressão para que o Governo proponha a prorrogação do período de calamidade pública.

Acontece que é justamente este período de calamidade que possibilita a manutenção de alguns gastos do governo. Mas informações de bastidores dão conta de que o Governo quer que esse pedido parta de outro lugar, como o Parlamento, por exemplo.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
6 Comentários
  1. Alcedes de souza Braga Diz

    Sim

  2. Regina Nascimento Diz

    Deixo aqui a minha insatisfação referente a situações atuais de calamidade!
    Por que que até agora não houve o congelamento dos alimentos básicos como luz,água,pão, leite,carne, gaz, gasolina, só está aumentando cada vez mais e auxílio emergencial acabou…como vamos lidar com estás situações pois o governo não está a favor do povo…
    Desemprego
    Empresas fechando
    Alimentos aumentando preços absurdamente.
    Saúde calamidade

    ” E nossos governantes diminuíram seus salários, deputados vereadores,senadores,governadores,presidente” ??”
    O QUE VAI SER DE NÓS … é a MISERABILIDADE..😭😭😭

  3. otavia leite Paranhos Diz

    Bom dia pois.achou isso uma palhaçada né.o povo quer de volta o auxílio emergencial.porem não pensaram nas consequências que iria causar.eu tou com Paulo guedes.pra que paga o auxílio novamente pra essas gente ir par o baile fank.deuxa sofre um pouquinho.ne

  4. Aderbal Diz

    Legal né? O povo sem renda, sem emprego, tudo aumentou de preço e esse senhor fica zombando com a cara do povo.
    Maldito, chefe de milícia.
    Vamos todos morrer de covid19 ou de fome.
    Pior presidente da história.

  5. S∆NDR∆O Diz

    😏 “.PRESIDENTE MAIS OTÁRIO ESSE, PQP; INSANO “. TÁ POR FORA ⚠️

  6. Deny Diz

    Pelo amor de Deus ,muita gente perdeu emprego como eu depois dessa pandemia .Preciso do auxílio (precisamos). Jair vc está bem de vida cara então n esquece do próximo .hj vc está comendo carne em sua mesa e do lado de fora vc sabe o q nos alimenta?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.