Borra de café na pele: Veja razões para NÃO usar essa receita caseira

Borra de café na pele: Veja razões para NÃO usar essa receita caseira

Apesar de vermos muitas indicações de uso da borra de café na pele, especialistas têm apontado diversos riscos do uso desse ingrediente. Isso porque, diferente do que acontece com os cosméticos industrializados, a borra de café pode ter superfície irregulares que em contato com a pele causa mais agressões do que tratamentos. Entenda mais a seguir.

Por que a borra de café na pele é prejudicial?

A borra de café na pele é prejudicial não só para a beleza, como também para o nosso bem-estar. Isso porque ela impacta no equilíbrio saudável do tecido cutâneo, desencadeando efeitos colaterais muito intensos e nada agradáveis. Conheça cada um deles:

1- Micropartículas irregulares

As micropartículas irregulares do grão de café é uma das principais responsáveis pela agressão no tecido cutâneo. Isso porque a superfície pontiaguda pode causar pequenos ferimentos na pele, que são responsáveis por deixar o rosto extremamente ressecado e desidratado, causando um efeito muito nocivo.

2- Microlesões que mancham a pele

As microlesões que citamos acima podem ainda desencadear manchas no rosto, especialmente se o uso da borra de café na pele for muito recorrente. Afinal, será preciso cicatrizar a região e esse processo pode desencadear o efeito de pequenas cicatrizes, manchando assim o tecido cutâneo.

3- Desequilibra o pH da pele

A borra de café na pele também pode ocasionar o desequilíbrio do pH, provocando efeitos como alergias, coceiras, etc.

4- Vermelhidão e coceira podem aparecer

A agressão na pele pode fazer com que o seu rosto fique extremamente vermelho, sendo necessário investir em tratamentos com água gelada ou gelo, por exemplo. Além disso, a coceira pode aparecer logo quando você começa a aplicar, prejudicando ainda mais a saúde cutânea, pois possivelmente você usará as unhas para aliviar a irritação.

5- Piora o aparecimento de cravos e espinhas

As microlesões podem, com o passar do dias, inflamar e tornar o problema de cravos e espinhas ainda maior. Toda a pele ficará desequilibrada, com impactos no pH, na produção sebácea e com uma necessidade intensa de cicatrização. Tudo isso pode desencadear efeitos estéticos nada agradáveis.

6- Mais agride do que higieniza

Por fim, nos ficou claro que a borra de café na pele mais agride do que higieniza. Afinal, provoca lesões que, no curto e médio prazo, podem desenvolver outros desequilíbrios no tecido cutâneo e assim requerer novos tratamentos intensos para manter a pele saudável e bonita.

Evite receitas caseiras de esfoliação e busque suporte profissional

Agora que você já pôde compreender porque a borra de café na pele é uma má ideia, vale um adendo: a maior parte das receitas caseiras de esfoliação podem apresentar os mesmos riscos. Isso porque a superfície dos grãos pode ser muito irregular, causando lesões, ao invés de simplesmente remover as células mortas.

Por conta disso, procure sempre usar produtos que foram desenvolvidos para este fim, pois eles costumam apresentar uma superfície arredondada e polida que não agride a pele, mas sim, garante a saúde da mesma sempre em dia.

Cuide-se da forma correta!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.